• Resenha: hannah, arendt. entre o passado e o futuro
    Aluna: Rafaella de Melo Gomes Resenha: HANNAH, Arendt. Entre o passado e o futuro. São Paulo: Editora Perspectiva, 1972. Arendt compreendia o político antes de tudo como resultado do amor ao mundo. Assim como via na ação a única forma de se fazer política neste mundo. O que move...
    500 Palavras 2 Páginas
  • Psicologia
    Resenha: HANNAH ARENDT “O querer e a Liberdade” 2012 O artigo de Carlos Antônio Mendes de Carvalho, Professor e Doutor em Sociologia, relata “o querer e a liberdade” segundo investigação da filosofa Hannah Arendt, que tem como objetivo mapear os momentos onde a faculdade da vontade ou querer se...
    3597 Palavras 15 Páginas
  • A crise na educação
    educação é uma das atividades mais elementares é necessária da sociedade humana, onde se joga nossa atitude frente à natalidade e responsabilidade que estamos dispostos a assumir pelas novas gerações que tem por sua vez a tarefa de renovar o mundo comum. Para Arendt a crise é importante, pois é através dela que se é possível pensar em um novo mundo. REFERÊNCIA: HANNAH, Arendt. Entre o passado e o futuro. São Paulo: Perspectiva,1997. ...
    740 Palavras 3 Páginas
  • Filósofos contemporâneos
    Ed. São Paulo: Ed. Nacional, 1979 ARENDT, Hannah. Entre o passado e o futuro. São Paulo: Ed. Perspectiva, 1972. WIKIPÉDIA. Enciclopédia Livre - http://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia:P%C3%A1gina_principal . ----------------------- Curso de Formação Pedagógica Licenciatura em Filosofia Disciplina: Filosofia Contemporânea Prof. Mestre: Gledson Ferreira 1-...
    2545 Palavras 11 Páginas
  • Resenha Hannah Arendt
    I)   Hannah Arendt- Margarethe von Trotta       O filme de Margarethe Von Trotta sobre a pensadora política Hannah Arendt (1906-1975) conta com um personagem inusitado: o Pensamento! A luta pelo pensamento transforma o filme de Von Trotta num épico! Saí encantada do cinema e intrigada com a...
    5179 Palavras 21 Páginas
  • Hannah Arendt: o filme. (O que quer dizer pensar?)
    . Do ponto de vista do tempo, é na lacuna entre o passado e o futuro — tornando presente o que está ausente. A famosa definição de Platão sobre o pensamento (“o diálogo silencioso de mim comigo mesmo”) foi compreendida por Arendt em termos da experiência de Sócrates — da estranha divisão em sua vida...
    5335 Palavras 22 Páginas
  • resernha sobre o filme v de vingança
    http://www.cineclick.com.br/filmes/ficha/nomefilme/v-de-vinganca/id/13186 acesso em 5 de março de 2012 Hannah Arendt - Da ViolÊncia http://pt.scribd.com/doc/7011287/Hannah-Arendt-Da-ViolEncia acesso em 5 de março de 2012 ...
    1788 Palavras 8 Páginas
  • Para ler os clássicos
    , marcadas por grandes tropeços da civilização, por ‘cadeias de catástrofes’, que era necessário compreender, de modo reflexivo e preventivamente, sob pena de recair na barbárie dos sistemas totalitários e dos grandes conflitos militares” (2002: 37-38). Hannah Arendt estava entre os autores mais...
    3009 Palavras 13 Páginas
  • Resenha do livro a condição humana
    ESLA / EJUS Universidade Argentina John F. Kennedy Doutorado em Psicologia Social Princípio de Política Resenha – Livro: A condição humana. Autora: Hannah Arendt Professor: Doutor José Luis Speroni Por: Wilma Pereira Ramos. Brasil / Argentina 2013 ESLA / EJUS Universidade...
    1180 Palavras 5 Páginas
  • Eu amo minha vida
    Paulo: Cia. das Letra, 1997. LAFER, C. Da dignidade da política: sobre Hannah Arendt. In: Entre o passado e o futuro. São Paulo: Perspectiva, 1972. p. 9-27. ______. A reconstrução dos direitos humanos: um diálogo com o pensamento de Hannah Arendt. São Paulo: Cia. das Letras, 1988. REALE, M. Filosofia...
    26210 Palavras 105 Páginas
  • Hannah arendt e a questão da quebra entre passado e o futuro através da memória
    mas também aponta para uma constatação, a saber, a morte de valores absolutos na sociedade. Essa insegurança nos valores da sociedade também é clara no titulo do livro "Entre o passado e o futuro" escrito por Hannah Arendt e na expressão de Walter Benjamin, "declínio da experiência...
    3527 Palavras 15 Páginas
  • Hannah Arendt e Gandhi
    tem padrões para julga-la devido a perda de senso comum e a dissolução de valores que é o centro de estudo de Hannah Arendt, segundo Lafer, esta lacuna entre o passado e o futuro, essa perda da “sabedoria”. O ESPAÇO DA PALAVRA E DA AÇÃO Vem a indagar as características da ação política...
    4307 Palavras 18 Páginas
  • Resenha annar harendt
    Juiz de Fora.pesquisador do Núcleo de Espaço Público e Cultura Cívica, CNPq- UFJF (1) ARENDT, Hannah. Entre o Passado e o Futuro. Trad.: Mauro W. Barbosa de Almeida. São Paulo. Editora perspectiva, 3º edição, 1992. Capítulo 3, p. 128. (toda referência doravante desta obra pertence a esta edição...
    6730 Palavras 27 Páginas
  • Apologia da história” de marc bloch: a ciência de historiar
    também no trabalho de Hannah Arendt, porém a autora é mais cuidadosa distinguindo as noções históricas entre gregos e latinos. “A filosofia cristã rompeu com o conceito de tempo da Antiguidade, porque o nascimento de Cristo, tendo ocorrido num tempo humano secular, constitui não só um novo princípio...
    1880 Palavras 8 Páginas
  • A condição humana
    passado e o futuro e Sobre a revolução – Hannah Arendt, dando a volta à tradição do pensamento   ocidental, assinou-se a tarefa de dirigir o ímpeto filosófico de questionar à esfera dos assuntos humanos, à vita activa, com o objetivo de chegar a uma compreensão satisfatória do mundo. É por...
    1714 Palavras 7 Páginas
  • A tradição humana
    , no primeiro ensaio da obra “Entre o passado e o futuro”, intitulado “A crise da tradição e a época moderna”. De acordo com Arendt, a tradição do pensamento político está relacionada com a forma como o filósofo trata a Política. Hannah Arendt chama de Tradição o período iniciado quando Platão, na...
    4392 Palavras 18 Páginas
  • O querer e a liberdade
    poderes para deflagrar algo novo. Hannah Arendt atribui a Hegel a façanha de ter sido o primeiro filósofo a elaborar uma filosofia da história. Para ele, a primazia do passado cede lugar à primazia do futuro, pois o espírito volta-se para o Devir, para o tempo do ainda-não, em ARTIGO HANNAH...
    9959 Palavras 40 Páginas
  • juizo politico em hannah arendt
    , Hannah. Entre o passado e o futuro. Traduzido por Mauro W. Barbosa. São Paulo: Perspectiva, 2005. 5 ARENDT, Hannah. Pensamento e considerações morais. In: ______. Responsabilidade e julgamento. Editado por Jerome Kohn. Traduzido por Rosaura Einchenberg. São Paulo: Companhia das Letras, 2004. p...
    59880 Palavras 240 Páginas
  • o totalitarismo
    , transformavam o passado em mitos da natureza ou da história e apagavam a imprevisibilidade do futuro com imagens milenares relativas a esses mitos”. Por isso, a incerteza quanto ao futuro é, para Arendt, a melhor arma contra o totalitarismo; contra o planejamento que visa sufocar qualquer iniciativa...
    6820 Palavras 28 Páginas
  • Hannah arendt
    universitária. Como uma filósofa interessada em particular no fenômeno do pensamento e no modo como ele opera em “tempos sombrios”, Arendt não poderia deixar de se ocupar do ensino. Abordou o assunto em dois textos, A Crise na Educação (incluído no livro Entre o Passado e o Futuro) e, mais...
    1862 Palavras 8 Páginas