Metalinguagem Em Dom Casmurro artigos e trabalhos de pesquisa

  • A metalinguagem como recurso literário em dom casmurro

    A metalinguagem como recurso literário em Dom Casmurro Paula Melo Síndea Botêlho (Universidade Católica de Pernambuco) Não há abismos entre o leitor e Machado de Assis. O mestre brasileiro, o bruxo do Cosme Velho, contradiz os conselhos de Mario Vargas Llosa aos aspirantes a escritores que diz ser fracasso ou abismo do estilo aquele momento em que o leitor se mantém lúcido lendo uma história, ou seja, consciente de estar lendo uma história. Pois se, em todo Machado, o...

    3226  Palavras | 13  Páginas

  • Análise de Dom Casmurro

    Trabalho de Literatura: Dom Casmurro e A Cartomante ----------Introdução: Dom Casmurro, Machado de Assis O trabalho tratará dos aspectos literários, culturais e sociais retratados na obra de Machado de Assis, escrita em 1899, onde a trama gira em torno do casal Bentinho e Capitu. A obra recebera tal nome devido à personagem que, por conta dos anos da vida, acabara tornando-se reclusa, ranzinza e de mal com a vida; sendo assim chamada por seus vizinhos e conhecidos...

    2294  Palavras | 10  Páginas

  • 26 Sobre Dom Casmurro

    Dom Casmurro Machado de Assis Realismo - Características Retrato fiel da vida, observada em seus aspectos sociais e psicológicos. Busca da explicação do mundo concreto. Postura documental, experimental, analítica que leva: - à interpretação pessimista do mundo e do homem - ou à atitude de buscar modificar a realidade. Realismo - Características    Objetividade – controle da razão sobre a emoção. Análise do cotidiano: - o casamento por interesse - o adultério - o lucro desejado - os problemas...

    909  Palavras | 4  Páginas

  • Dom Casmurro

    Heloisa Brito Joshua Lima Thaís Soares 2° ano B Dom Casmurro Narrador Eugenia Fraietta Analise Literária 6/11/2013 Colégio Integrado Jaó INDICE Introdução.......................................3 Narrador......................................4 Bibliografia.......................................7 INTRODUÇÃO O assunto que aqui aborda é sobre o narrador do livro Dom Casmurro, com o objetivo de mostrar a maneira com que ele narra o romance. O trabalho está...

    973  Palavras | 4  Páginas

  • dom casmurro

     2º ANO- ENSINO MÉDIO PROFESSORA: SANDRA MESQUITA RELEITURA DO LIVRO DOM CASMURRO (Machado de Assis) CAPÍTULOS XXXII ( OLHOS DE RESSACA) E XXXIII ( O PENTEADO) 1. Dom Casmurro é um título e o apelido do narrador-personagem do romance, o qual se chama Bento, ou Bentinho. Nesses dois capítulos, ele relata o início de seu envolvimento amoroso com a vizinha e amiga Capitu. Na ocasião, estudava num seminário, preparando-se para ser padre, o que torna o romance proibido. a. Que...

    563  Palavras | 3  Páginas

  • A presença da obra Otelo em Dom Casmurro

    ANÁLISE COMPARATIVA – A presença da obra Otelo em Dom Casmurro Esta análise tem como objetivo o estudo da influência da obra Otelo, de William Shakespeare, no romance Dom Casmurro, de Machado de Assis. William Shakespeare (1564-1616), nasceu em Stratford-Upon-Avon, na Inglaterra. Destacou-se como um dos melhores dramaturgos. Viveu no Período Elizabetano, época em que a rainha Elizabeth I foi coroada. Esse período é conhecido também como Era Dourada, marcado pelo otimismo, onde ocorreram várias...

    1692  Palavras | 7  Páginas

  • Dom casmurro - atividades

    CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM – ES Dom Casmurro Nome: João Paulo Santos Menezes Titulo da Obra: Dom Casmurro Editora Edição Ano da Pubilicação Nome do autor Joaquim Maria Machado de Assis (1839-1908) Local de Nascimento Rio de Janeiro Ano de Nascimento Fatos: Origem humilde, mulato e epilético. Estudou apenas o primário. Trabalhou como tipógrafo, revisor, redator e colaborador de...

    504  Palavras | 3  Páginas

  • Resumo Dom Casmurro

    Análise de obras literárias DOm caSMURRO mACHADO DE ASSIS Rua General Celso de Mello Rezende, 301 – Tel.: (16) 3603·9700 CEP 14095-270 – Lagoinha – Ribeirão Preto-SP www.sistemacoc.com.br SumÁrio 1. CONTEXTO SOCIAL E HISTÓRICO..................................................... 7 2. Estilo literário da época............................................................ 9 3. O AUTOR.................................................................................................

    12269  Palavras | 50  Páginas

  • Resumo Dom Casmurro

    .globo.com notícias esportes entretenimento vídeos ASSINE JÁCENTRALE-MAIL ENTRAR › literatura Buscarbuscar ENEM BIOLOGIA FÍSICA GEOGRAFIA HISTÓRIA LITERATURA MATEMÁTICA PORTUGUÊS educação literatura dom casmurro Dom Casmurro autor: Machado de Assis movimento: Realismo PUBLICIDADE RESUMO Bento Santiago se dispõe a narrar a história de sua vida. Trata-se de um homem na casa dos 60 anos, que, supostamente, teria muito o que contar. No entanto, desde logo fica evidente...

    1361  Palavras | 6  Páginas

  • Machado de assis - memórias póstumas de brás cubas e dom casmurro

    1. INTRODUÇÃO Neste trabalho analisaremos dois grandes clássicos da literatura brasileira do período do Realismo, Memórias Póstumas de Brás Cubas e Dom Casmurro, de Machado de Assis. Falaremos sobre as vertentes do movimento literário a qual pertenceram, e o qual foi o legado machadiano deixado por estas obras para a sociedade contemporânea. 1.2 Justificativa A análise dos livros de Machado de Assis foi solicitada, pois são obras que recorrentemente aparecem em vestibulares e têm grande...

    7980  Palavras | 32  Páginas

  • Trabalho Interativo - Dom Casmurro

    trabalho foi acompanhado e comentado durante as aulas, conforme a necessidade de correções e inserções, e a parte final apresenta algumas considerações pessoais, sobre sua elaboração e aproveitamento. LIVRO DOM CASMURRO – MACHADO DE ASSIS TRECHO NARRATIVO “Ora, pois, naquele ano de graça de 1857, D. Maria da Glória Fernandes Santiago contava com quarenta e dois anos de idade. Era ainda bonita e moça, mas teimava em esconder os saldos da juventude, por mais...

    836  Palavras | 4  Páginas

  • Dom casmurro

    Dom Casmurro Narrado em primeira pessoa, seu personagem principal é o carioca de 54 anos Bento de Albuquerque Santiago, advogado solitário e bem-estabelecido que, após ter reproduzido tal qual, no Engenho Novo, a casa em que foi criado "na antiga R. de Matacavalos" (hoje Riachuelo), pretende "atar as duas pontas da vida e resgatar na velhice a adolescência", ou seja, contar na meia idade seus momentos de moço. No primeiro capítulo, o autor justifica o título: é uma homenagem a um "poeta do trem"...

    1722  Palavras | 7  Páginas

  • Dom Casmurro

    mais diretamente da velhice. Os marcos temporais da narrativa e o âmbito de interesse do autor são limitados pelo período que vai da adolescência, quando tem início seu relacionamento amoroso, até a idade adulta, marcada pela traição da amada.  Dom Casmurro faz parte da Trilogia Realista de Machado de Assis, composta também por Memórias Póstumas de Brás Cubas e Quincas Borba.  Moço rico, Bento vive sob a proteção da mãe, a viúva D. Glória, que ainda mantém sob sua dependência um grupo de parentes:...

    1238  Palavras | 5  Páginas

  • Dom casmuro

    morando. Dom Casmurro só voltou a ver Ezequiel quando este retorna da Europa anunciando a morte da mãe. Ao ver Ezequiel, Bento vê a imagem perfeita de Escobar. Passados alguns meses, Ezequiel viaja para o Oriente Médio e lá morre de febre tifóide. O adultério paira nesse romance como uma incógnita, já que é apresentada uma série de provas e contraprovas sobre a traição de Capitu. Resumo Primeiramente, explica-se o nome do livro e o porquê da alcunha a Bento Santiago de “Dom Casmurro”: a) “Casmurro”...

    1858  Palavras | 8  Páginas

  • dom casmurro

        Dom Casmurro Em 1899  Machado de Assis , um famoso escritor publicou um dos seus livros de maior sucesso , o Dom casmurro , um romance meio turbulento no qual nos mostra que a ambição e o dinheiro não é tudo na vida . A historia foi contada por Bento Santiago que era o narrador da historia , um narrador não presente que procura falar em seu livro sobre sua vida e seu caso com Capitu que uma das principais personagens do romance . O livro hoje em dia é considerado um dos mais...

    1924  Palavras | 8  Páginas

  • Dom Casmurro

    Ocidentais (1882) e sobretudo a partir de Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881), o escritor atingiu a plena maturidade do seu realismo de sondagem moral que as obras seguintes iriam confirmar, tais exemplos podem ser vistos em Quincas Borba (1891), Dom Casmurro (1899), Esaú e Jacó e outros. Considerado nos fins do século o maior romancista brasileiro, foi um dos fundadores e primeiro presidente da Academia Brasileira de Letras, animou a Revista Brasileira e ainda promoveu os poetas parnasianos, estreitou...

    1341  Palavras | 6  Páginas

  • Dom casmurro

    conta o significado do título do livro, "Dom Casmurro", que é uma homenagem a um "poeta do trem" que certa vez o importunou com seus versos e que lhe chamou de "Dom Casmurro" por ter, segundo Bento, "fechado os olhos três ou quatro vezes" durante a recitação. O seguintes trechos evidenciam o porquê deste nome: "Não consultes dicionários. Casmurro não está aqui no sentido que eles lhe dão, mas no que lhe pôs o vulgo de homem calado e metido consigo. Dom veio por ironia, para atribuir-me fumos...

    1299  Palavras | 6  Páginas

  • Fichamento do livro dom casmurro

    FICHAMENTO DO LIVRO DOM CASMURRO COLÉGIO EVANGÉLICO JARAGUÁ ALUNA: JULIA TERESA BRUCH DISCIPLINA: LITERATURA SÉRIE: 2° ANO B |Itens |Conteúdo |Observação do aluno | |1. Tipo de obra |Livro | | |1.1 Ano da publicação...

    1244  Palavras | 5  Páginas

  • Dom casmurro

    Dom Casmurro Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.  Nota: Para a revista literária, veja Dom Casmurro (revista literária). Dom Casmurro Folha de rosto da primeira edição de Dom Casmurro, 1900. Autor (es) Machado de Assis Idioma português País  Brasil Género Realismo psicológico, romance impressionista. Editora Livraria Garnier (primeira edição). Este artigo é parte da série Trilogia Realista de Machado de Assis Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881) Quincas Borba (1891) ...

    6331  Palavras | 26  Páginas

  • Dom casmurro

    Dom Casmurro, de Machado de Assis Estilo de época da obra O Realismo é um estilo de época da segunda metade do séc. XIX, marcado por uma forte oposição às idealizações românticas. Assim, as personagens realistas apresentam mais defeitos do que qualidades, destacando-se as temáticas do adultério, dos interesses econômicos, da ambição desmedida, da dissimulação e da vaidade. Machado de Assis, entretanto, ultrapassou a própria estética realista, na qual está inserido, ao utilizar recursos narrativos...

    4741  Palavras | 19  Páginas

  • Estudo e obra de dom casmurro

    ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR NELSON MONTEIRO PALMA ESTUDO DA OBRA DOM CASMURRO DE MACHADO DE ASSIS SÃO BERNARDO DO CAMPO 2012 ESTUDO DA OBRA DOM CASMURRO DE MACHADO DE ASSIS Trabalho de aproveitamento de Língua Portuguesa das aulas do 1° e 2° bimestre do Ensino Médio sob a orientação da Professora Eliane SÃO BERNARDO DO...

    6152  Palavras | 25  Páginas

  • DOM CASMURRO

    Dom Casmurro DOM CASMURRO (1889) Joaquim Maria Machado de Assis Rio de Janeiro, 1839-1908 QUESTÃO 1) (PUC-SP) A respeito de Capitu, personagem do romance • • • • • Dom Casmurro, de Machado de Assis, é correto afirmar que: a) é a figura central da trama narrativa porque se envolve em uma situação de adultério que leva à destruição de seu casamento com Bentinho. b) tem um papel secundário e insignificante na ordem do enredo, já que todas as ações da narrativa convergem para um desfecho do qual...

    4716  Palavras | 19  Páginas

  • DOM CASMURRO E MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS

    dedicarmos à escola e à construção de nossas vidas acadêmicas e profissionais. 2 SÃO PAULO, NOVEMBRO DE 2013. ETEC ZONA SUL - ENSINO MÉDIO – LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA RESUMO Tendo as obras “Memórias Póstumas de Brás Cubas” e “Dom Casmurro”, ambas do escritor brasileiro Machado de Assis como objeto de estudo, visamos explicar o período realista na literatura brasileira e fazer com que se compreenda as obras deste autor, que são repletas de ironias e críticas sociais, principalmente...

    16273  Palavras | 66  Páginas

  • O com crioulo, o cortiço e dom casmurro ( análise das obras)

    Dom Casmurro (Machado de Assis) - Organização da obra: 1) Dom Casmurro é narrado em primeira pessoa pelo protagonista masculino que dá nome ao romance, já velho e solitário, desiludido e amargurado pela casmurrice, conforme lhe está no apelido. A visão, pois, que temos dos fatos é perpassada da sua ótica subjetiva e unilateral: "tudo que sabemos do seu passado, de seus amores, de Capitu, só o conhecemos do seu ângulo" - observa o Prof. Delson Gonçalves Ferreira em estudo sobre Dom Casmurro...

    5000  Palavras | 20  Páginas

  • Análise da obra "dom casmurro"

    é brevemente estribilho. Não se ouve? Também não se pode ouve o pau nem a pedra, mas tudo cabe na mesma ópera... (IX, p.36). No decorrer do romance, o narrador distorce, mente e confunde o leitor, tentando aproximar-se desse com o uso de metalinguagem e intertextualidade, no qual a narração é unilateral e ocasiona uma visão dúbia de sua desilusão ao revelar o sofrimento pessoal causado, mas não distorcer o passado e as dificuldades vividas na época. A ótica de Bentinho domina toda a narrativa...

    1232  Palavras | 5  Páginas

  • Capitu não traiu bentinho

    pessoa por Bentinho, o que permite manter questões sem elucidação até o final, já que a história conta apenas com a perspectiva subjetiva de Bentinho. O romance Dom Casmurro além de estar entre as grandes obras da Literatura Brasileira, é considerado como a obra-prima de Machado de Assis. Análises da obra Em Dom Casmurro, encontramos a dúvida sobre a existência do adultério de Capitu, não havendo nenhuma cena que o comprove, permanecendo apenas como suspeitas. Sendo escrito em primeira...

    1258  Palavras | 6  Páginas

  • Dom casmurro

    escrita em 1900, o livro Dom Casmurro por se passar em primeira pessoa concede ao leitor o “direito de impressionar-se como quiser”, visto que a personagem de Dom Casmurro no momento em que narra sua história já se chegou ao ceticismo absoluto, assim como escrito por Medeiros e Albuquerque, sendo desta forma chegando a influenciar a reconstrução da narrativa de sua história. Ao iniciar a leitura do livro já nos deparamos com Dom Casmurro nos dando uma breve definição de Casmurro: “ Não consultes...

    1452  Palavras | 6  Páginas

  • Dom Casmurro

    Dom Casmurro - Defesa de Capitu Primeiramente, a visão que temos dos fatos é perpassada da ótica de Dom Casmurro é subjetiva e unilateral: tudo que sabemos do seu passado, de seus amores, de Capitu, só conhecemos do seu ângulo: “Uma noite destas, vindo da cidade para o Engenho Novo, encontrei no tem da Central um rapaz aqui do bairro, que eu conheço de vista e de chapéu.” (Cap. I, pág. 9,1ª linha do 1º Parágrafo). O narrador, Bento Santiago, não tinha nenhuma credibilidade, porque era movido...

    3044  Palavras | 13  Páginas

  • Dom casmurro

    Dom Casmurro foi uma das maiores obas de Machado de Assis, publicado em 1889, é considerado um dos primeiros clássicos do realismo, retrata de maneira detalhista e ímpar os aspectos psicológicos de cada personagem e nos reserva um grande mistério, a traição ou não de Capitu com o melhor amigo de seu marido. Curiosidades sobre Dom Casmurro: -O nome da filha de Sascha e Escobar era Capitolina (nome da Capitu) -O nome do filho de Bentinho e Capitu era Ezequiel (primeiro nome de Escobar) -O livro...

    803  Palavras | 4  Páginas

  • Dom Casmurro

    Travessias número 01 revistatravessias@gmail.com Pesquisas em educação, cultura, linguagem e arte. DOM CASMURRO: DA LITERATURA DE MACHADO DE ASSIS AO CINEMA DE MOACYR GÓES DOM CASMURRO: FROM MACHADO DE ASSIS’ LITERATURE TO MOACYR GOES’ CINEMA Luciana Teixeira Gomes 1 RESUMO: Após cem anos de sua primeira publicação, a obra Dom Casmurro de Machado de Assis ainda levanta polêmica quanto ao possível adultério de Capitu. Frente às inúmeras novas edições e a recente adaptação do livro em...

    4090  Palavras | 17  Páginas

  • Análise literátira - dom casmurro

    DOM CASMURRO ENREDO DE DOM CASMURRO Dom Casmurro foi publicado em 1900 e é um dos romances mais conhecidos de Machado. Narra em primeira pessoa a história de Bentinho que, por várias circunstâncias, vai se fechando em si mesmo e passa a ser conhecido como Dom Casmurro. Sua história é a seguinte: Órfão de pai, criado com carinho pela mãe (D. Glória), protegido do mundo pelo círculo doméstico e familiar (tia Justina, tio Cosme, José Dias), Bentinho é destinado à vida sacerdotal, em cumprimento...

    2804  Palavras | 12  Páginas

  • Dom Casmurro

    Introdução Dom Casmurro é um romance escrito por Machado de Assis em 1899 e publicado pela Livraria Garnier. Foi escrito para sair diretamente em livro, o que ocorreu em 1900, embora com data do anoanterior. Completa a "trilogia realista" de Machado de Assis, ao lado de Memórias Póstumas de Brás Cubas e Quincas Borba, tendo sido esses dois escritos primeiramente em folhetins .considerado por alguns a obra-prima de Machado.Além de ter sido traduzido para outras línguas, continua a ser um de seus...

    2548  Palavras | 11  Páginas

  • Dom casmurro

    SUPERIORES DE BALSAS CURSO DE LETRAS THYARA ARRUDA DE ANDRADE DOM CASMURRO: AS INFLUÊNCIAS SÓCIAIS PARA A VISÃO DO ADULTÉRIO BALSAS/MA 2012 SUMÁRIO 1.0-Introdução....................................................................................................03 2.0-Biografia do Autor.......................................................................................04 3.0- Análise literária do livro “Dom Casmurro”.................................................05 3.1-Enredo....

    2657  Palavras | 11  Páginas

  • Dom casmurro

    O CIÚME NO LIVRO DOM CASMURRO    Introdução Objetiva-se fazer uma análise do ciúme no livro Dom Casmurro de Machado de Assis, observando o habilidoso artifício literário na própria construção da obra, dando ao narrador a sutileza de mostrar a história de Otelo, de William Shakespeare, tendo como base os pressupostos teóricos de Helen Caldwell (2002). Será apresentada, em três capítulos do livro Dom Casmurro, a referência feita diretamente a Otelo. Essas alusões refletem a correspondência...

    2074  Palavras | 9  Páginas

  • Dom Casmurro

    ESCOLA ESTADUAL VIRGINIA MARCONDES ESCOBAR DOM CASMURRO Literatura Alunos: Diovani Donizetti César Luciano de Azevedo Júnior Agosto de 2013. ESCOLA ESTADUAL VIRGINIA MARCONDES ESCOBAR DOM CASMURRO Literatura Agosto de 2013. SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO__________________________________________P. 5 2 - METÁFORAS CONSTITUINTES NA OBRA DOM CASMURRO______P. 6 a 12 3 - MIMÈSIS E VEROSSIMILHANÇA NA OBRA DOM CASMURRO____ P.13 4 - SOBRE MACHADO DE ASSIS.______________________________P...

    7184  Palavras | 29  Páginas

  • DOM CASMURRO

    DOM CASMURRO Dom Casmurro foi escrito por Machado de Assis em 1899. Foi escrito para sair diretamente em livro, o que ocorreu em 1900, embora com data do ano anterior. Completa a "trilogia realista" de Machado de Assis, ao lado de Memórias Póstumas de Brás Cubas e Quincas Borba, tendo sido esses dois escritos primeiramente emfolhetins. Seu personagem principal é Bento Santiago ( Dom Casmurro), o narrador da história que, contada em primeira pessoa, pretende "atar as duas pontas da vida",2 ou seja...

    1909  Palavras | 8  Páginas

  • Dom casmurro

    Universidade Estadual de Campinas O início da narrativa de Dom Casmurro ocorre no auge do Império brasileiro (por volta de 1950), onde os senhores de escravos possuíam grandes lotes dos mesmos e totais poderes sobre seus subjugados. As relações Paternalistas baseavam-se na “lógica do favor”, ou lealdade absoluta, relações estas que propriamente dito obrigavam o escravo ou, melhor dizendo no caso de Dom Casmurro, a parentela mais pobre ou os dependentes prestarem favor, ou estar à total...

    1559  Palavras | 7  Páginas

  • Dom casmurro

    nosso Dom Casmurro (1900): Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881), Quincas Borba (1891), Esaú e Jacó (1904) e Memorial de Aires (1908), seu último livro, pois morre nesse mesmo ano. Toda essa obra está ligada ao estilo realista, embora seja correto reconhecer que um escritor da categoria ao estilo realista, embora seja correto reconhecer que um escritor da categoria de Machado de Assis não pode ficar preso às delimitações de um estilo de época. Conforme observa Helen Caldwell, Dom Casmurro é "talvez...

    1751  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha Dom Casmurro

    DOM CASMURRO       INTRODUÇÃO       Maior escritor brasileiro de todos os tempos, Joaquim Maria Machado de Assis (1839-1908) era um mestiço de origem humílima, filho de um mulato e de um lavadeira portuguesa dos Açores. Moleque de morro, magro, franzino e doentio, o maior escritor brasileiro se fez sozinho, adquirindo a sua vasta e espantosa cultura de forma inteiramente autoditada.       Ao estudar a obra de Machado de Assis, a crítica divide-a em duas fases bem distintas cujo...

    4006  Palavras | 17  Páginas

  • machado de Assis e o livro dom casmurro

    seguintes: Dom Casmurro (1900), Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881), Quincas Borba (1891), Esaú e Jacó (1904) e Memorial de Aires (1908), publicado no ano de sua morte. Toda essa obra está ligada ao estilo realista, embora seja correto reconhecer que um escritor da categoria ao estilo realista, embora seja correto reconhecer que um escritor da categoria de Machado de Assis não pode ficar preso às delimitações de um estilo de época. Dom Casmurro Resumo do ENREDO Dom Casmurro foi publicado...

    3892  Palavras | 16  Páginas

  • A obre de dom casmurro

    A obra Dom Casmurro       I- Introdução       Dom Casmurro foi escrito em 1889 e publicado em 1900, é um dos romances mais conhecidos do nosso ilustre Machado de Assis. Narra em primeira pessoa a história de Bentinho, que se deixou levar pelo seu ciúme, acreditando apenas em suas próprias suposições. E por várias circunstâncias, vai se fechando em si mesmo e passa a ser conhecido como Dom Casmurro. Todo o romance gira em torno de uma pergunta: Capitu traiu ou não o Bentinho?       A genialidade...

    1160  Palavras | 5  Páginas

  • Intertextualidade entre Dom Casmurro e Otelo

    Norte Faculdade de Formação de Professores de Nazaré da Mata Curso de Licenciatura Plena em Letras INTERTEXTUALIDADE ENTRE OTELO E DOM CASMURRO Acadêmico: Carla Nathali Cavalcanti Feitosa Nazaré da Mata Novembro de 2011 INTERTEXTUALIDADE ENTRE OTELO E DOM CASMURRO Carla Nathali Cavalcanti Feitosa Projeto de Pesquisa do Curso de Licenciatura Plena em Letras da Faculdade de Formação...

    1813  Palavras | 8  Páginas

  • Dom Casmurro

    E.E. ANECONDES ALVES FERREIRA DOM CASMURRO Machado de Assis DIADEMA 2013 DOM CASMURRO Machado de Assis Trabalho Acadêmico Apresentado como um dos objetivos da disciplina de Português/Literatura. Orientadora: Prof. Ilda Maria Carmo DIADEMA 2013 RESUMO "Verdadeiramente foi o princípio da minha vida, tudo o que sucedera antes foi como o pintar e vestir das pessoas que tinham...

    3424  Palavras | 14  Páginas

  • Trabalho referente ao livro dom casmurro

    GAPPE: Escola de Educação Infantil e Ensino Fundamental Camila Zandavalli Maluf de Araujo Trabalho referente ao livro “Dom Casmurro” Campo Grande MS 2012 Camila Zandavalli Maluf de Araujo Trabalho referente ao livro “Dom Casmurro” Trabalho solicitado pela professora Karoline Brites para a avaliação parcial da disciplina de Língua Portuguesa Trabalho solicitado pela professora Karoline Brites para a avaliação...

    1059  Palavras | 5  Páginas

  • dom casmurro

     Dom Casmurro que esteve recebendo o público na entrada do teatro(“obrigado por ter vindo”, “Bem-vindo à minha casa”, “Sinta-se à vontade”,etc.) DOM CASMURRO (velho)-(saindo atrás das cortinas) Uma noite dessas encontrei no trem um rapaz que eu conheço de vista e de chapéu, falou-me da lua e dos ministros, e acabou recitando-me versos. A viagem era curta, e os versos podem não ser inteiramente maus. Sucedeu, porém, que como eu estava cansado, fechei os olhos umas três ou quatro vezes.Tanto bastou...

    6507  Palavras | 27  Páginas

  • resumo dom casmurro

    Resumo do livro “DOM CASMURRODom Casmurro foi publicado em 1900 e é um dos romances mais conhecidos de Machado de Assis. Narra em primeira pessoa a estória de Bentinho que, por circunstâncias várias, vai se fechando em si mesmo e passa a ser conhecido como Dom Casmurro.  No começo ele conta porque foi apelidado de Dom CasmurroCasmurro porque o povo achava ele um homem calado e metido consigo. E Dom veio por ironia para atribuir-lhe o brilho da nobreza. Eles viviam numa antiga fazenda...

    2984  Palavras | 12  Páginas

  • Dom Casmurro

    Roteiro para análise da obra literária Dom Casmurro Depois de ler o romance Dom Casmurro, de Machado de Assis, discuta – consigo próprio e com os colegas da equipe que também o leram - alguns dos elementos essenciais presentes no texto. Leve em conta que, nele, a realidade tem múltiplas faces, inúmeros significados, visões conflitantes. Portanto, trata-se de uma obra aberta, com várias possibilidades interpretativas. Cabe a você escolher uma entre elas. E é provável que seus amigos optem por...

    2009  Palavras | 9  Páginas

  • Dom Casmurro

    Dom Casmurro – Machado de Assis Publicado pela primeira vez em 1899, "Dom Casmurro" é uma das grandes obras de Machado de Assis e confirma o olhar certeiro e crítico que o autor estendia sobre toda a sociedade brasileira. Também a temática do ciúme, abordada com brilhantismo nesse livro, provoca polêmicas em torno do caráter de uma das principais personagens femininas da literatura brasileira: Capitu. Resumo O romance inicia-se numa situação posterior a todos os seus acontecimentos. Bento Santiago...

    3181  Palavras | 13  Páginas

  • Atividades Dom Casmurro

    Atividades: Dom Casmurro 1. (Fuvest-SP) A narração dos acontecimentos com que o leitor se defronta no romance Dom Casmurro, de Machado de Assis, se faz em primeira pessoa, portanto, do ponto de vista da personagem Bentinho. Seria, pois, correto dizer que ela se apresenta: a) fiel aos fatos e perfeitamente adequada à realidade; b) viciada pela perspectiva unilateral assumida pelo narrador; c) perturbada pela interferência de Capitu que acaba por guiar o narrador; d) isenta de quaisquer formas de interferência...

    1697  Palavras | 7  Páginas

  • Análise de dom casmurro

    PROFª DRª LÚCIA MARIA BRITTO CORRÊA ANÁLISE DE DOM CASMURRO Patrícia Azambuja Pereira Bagé, 09 de novembro, 2012. INTRODUÇÃO: Publicado pela primeira vez em 1900, Dom Casmurro é uma das grandes obras de Machado de Assis. O narrador do romance é o próprio Bento Santiago, personagem principal, conhecido em sua velhice como Dom Casmurro. Este relembra em seus escritos sua infância e seu amor por Capitu. Inicialmente Dom Casmurro explica a origem de seu apelido, que foi dado por um...

    1170  Palavras | 5  Páginas

  • Dom casmurro

    DOM CASMURRO - Machado de Assis Capitu e Bentinho, são personagem do livro Dom Casmurro (1899) do escritor Machado de Assis. Logo no início do romance, o narrador, Dom casmurro, descreve a amada de sua juventude, Capitolina, mais conhecida por Capitu - a menina que deixou a condição modesta de filha de um funcionário, o Pádua, para tornar-se esposa do advogado Bento Santiago. A descrição amorosa marca a diferença que separa a vida remediada e modesta dos Páduas e a dos Santiagos. Capitu...

    1124  Palavras | 5  Páginas

  • analise dom casmurro

    Bentinho (Dom Casmurro)Recebera o titulo de dom casmurro por conta de seu cansaço. Certa vez, à luar, entrara num trem com um rapaz que conheceu de vista e sentara junto dele; o rapaz contou-lhe versos, mas Bentinho, cansado, fechara o olho duas, três vezes, o que bastou para que ele interrompesse os versos e os guardara no bolso. No dia seguinte entrou em lhe dizer nomes feios, e acabou alcunhando-lhe de Dom Casmurro. Bentinho contou para amigos que passaram a chamar por ele assim:“Dom Casmurro, domingo...

    1617  Palavras | 7  Páginas

  • Dom Casmurro- Machado de Assis

    Dom Casmurro Machado de Assis Machado de Assis Joaquim Maria Machado de Assis é considerado um dos mais importantes escritores da literatura brasileira. Nasceu no Rio de Janeiro em 21/6/1839, filho de uma família muito pobre. Mulato e vítima de preconceito, perdeu na infância sua mãe e foi criado pela madrasta. Superou todas as dificuldades da época e tornou-se um grande escritor. Machado de Assis Na infância, estudou numa escola pública durante o primário e aprendeu francês e latim...

    4303  Palavras | 18  Páginas

  • Dom Casmurro

    prestígio pelo Brasil, mas não era popular fora do país. Hoje em dia, por sua originalidade temática e por seu estilo inovador, é frequentemente visto como um escritor de características sem precedentes no Brasil. DADOS SOBRE A OBRA: Dom Casmurro é um romance escrito por Machado de Assis em 1899 e publicado pela Livraria Garnier. Completa a "trilogia realista" de Machado de Assis, ao lado de Memórias Póstumas de Brás Cubas e Quincas Borba. O personagem principal e narrador é Bento Santiago...

    1148  Palavras | 5  Páginas

  • Análise Literária-Dom Casmurro

    Machado de Assis nasceu em 21 de junho de 1839 no Rio de Janeiro e morreu na mesma cidade em 1908. Foi tipógrafo, revisor em editora, jornalista, crítico literário, crítico teatral, teatrólogo, poeta, cronista e romancista. Autor da obra “Dom Casmurro (1900)”, “Quincas Borba (1892)” e outras obras. Sua paisagem preferida é a humana. Machado de Assis passa por duas fases, a primeira ele produz obras que expõem características mais gerais do romantismo durante o século XIX. Já na segunda fase ele...

    1040  Palavras | 5  Páginas

  • Dom Casmurro

    INTRODUÇÃO Este trabalho foi feito como ferramenta para a segunda avaliação da disciplina Literatura Brasileira I do Curso de Letras da Universidade Unigranrio. O trabalho tem como conteúdo o livro Realista de Machado de Assis, Dom Casmurro. Encontra-se neste trabalho acadêmico uma divisão entre seis capítulos, no primeiro vemos a introdução que é esta, no segundo encontra-se a contextualização histórica feita com base na vida do autor e da época a qual ele viveu, seu embasamento foi retirado...

    2665  Palavras | 11  Páginas

  • Dom Casmurro

    Dom Casmurro - Machado de Assis Em forma de flashback, o personagem Bentinho narra sua história como forma de “atar as duas pontas de sua vida” e reconstruir o tempo perdido de sua existência. A obra Dom Casmurro retrata dois momentos distintos: a convivência com a amiga Capitu na adolescência e seu casamento, época marcada pelo ciúme de Bentinho diante da suspeita de traição de Capitu com seu melhor amigo, Ezequiel Escobar. Sofrendo com esta hipótese, Bentinho se torna cada vez mais isolado...

    756  Palavras | 4  Páginas

  • Dom casmurro

    Dom casmurro script. 1ª CENA = Introdução. DOM CASMURRO - (velho)-uma noite destas vindo da cidade para o engenho novo  encontrei no trem da central  um rapaz aqui do bairro que eu conheço de vista e de chapéu ,(pausa)  cumprimentou-me, assentou-se ao pé de mim falou da lua e dos ministros  e acabou recitando-me versos, a viagem era curta e os versos pode ser que não fossem inteiramente maus, sucedeu porem que, (respiração longa)como  eu estava cansado, fechei os olhos  três ou quatro vezes. ...

    2799  Palavras | 12  Páginas

  • Dom casmurro

    Trabalho de Literatura e Redação Dom Casmurro De Machado De Assis Aluno: Gabriel Felipe. Professora (as): Fátima, Larissa. Colégio Anglo Maringá Maringá, 2013 Olhos de cigana oblíqua e dissimulada Machado de Assis escreveu um livro da segunda fase do realismo, no caso Dom casmurro é um livro de romance realista com tema que seria a suposta traição feminina de Capitu, Machado tinha um estilo próprio de escrever com muitas intertextualidades, ironias, pessimismo...

    748  Palavras | 3  Páginas

  • RESUMO DO LIVRO DOM CASMURRO

    Escola Estadual Ministro Aluízio Alves Ensino Fundamental – Disciplina: Português RESUMO DO LIVRO DOM CASMURRO DE MACHADO DE ASSIS Pocinhos – Dezembro/2012 ANÁLISE DO ROMANCE DOM CASMURRO Trabalho apresentado para avaliação na disciplina de português, do curso de Ensino Fundamental, turno Vespertino, da Escola Municipal Ministro Aluízio...

    1644  Palavras | 7  Páginas

tracking img