Literatura Comparada Gil Vicente E Ariano Suassuna artigos e trabalhos de pesquisa

  • A intertextualidade presente no teatro de Gil Vicente e Ariano Suassuna

    A intertextualidade presente no teatro de Gil Vicente e Ariano Suassuna MARIA JOSÉ PINTO DE CARVALHO IFB RESUMO: Os livros abordados são exemplos da tradição cultural (da literatura portuguesa), que nós conhecemos como auto, ou seja, uma modalidade presente no teatro medieval que aborda principalmente assuntos de cunho religiosos. Neste trabalho será estudado a intertextualidade das obras de Gil Vicente e Ariano Suassuna a fim de revelar as semelhanças que existem entre elas. Baseado em pressupostos...

    4633  Palavras | 19  Páginas

  • Morte e salvação nos autos de gil vicente e ariano suassuna

    Morte e Salvação nos Autos de Gil Vicente e Ariano Suassuna Ane Caroline da Silva Oliveira Carvalho* RESUMO Neste trabalho encontraremos a comparação e análise de dois autos moralizadores: O Auto da Barca do Inferno de Gil Vicente, e O Auto da compadecida de Ariano Suassuna. Nos dois enredos, os personagens já mortos, são julgados por suas atitudes terrenas, porém suas chances de salvação são diferentes, visto que na obra de Gil Vicente quase todos os réus são condenados ao inferno, enquanto...

    2173  Palavras | 9  Páginas

  • AS DIFERENÇAS E SEMELHANÇAS ENTRE AS OBRAS DE GIL VICENTE E ARIANO SUASSUNA, EM ANÁLISE “O AUTO DA BARCA DO INFERNO” E “O AUTO DA COMPADECIDA”

    AS DIFERENÇAS E SEMELHANÇAS ENTRE AS OBRAS DE GIL VICENTE E ARIANO SUASSUNA, EM ANÁLISE “O AUTO DA BARCA DO INFERNO” E “O AUTO DA COMPADECIDA” Larissa Almeida Amaral1 Mariana Morales da Silva2 Resumo: Auto é a denominação para pequenas peças teatrais originadas na Idade Média, tanto Gil Vicente, em 1502, quanto Ariano Suassuna nos apresentam obras de parecido valor estrutural, demonstrando muitas das influências da literatura portuguesa na literatura encontrada atualmente no Brasil. Palavras...

    1645  Palavras | 7  Páginas

  • Paralelo entre o teatro de ariano suassuna e o de gil vicente.

    Disciplina: Literatura Portuguesa I Aluna: Cristina Mendes Moreira Atividade de Portfólio Trace um paralelo entre o teatro de Ariano Suassuna e o de Gil Vicente. Para tanto, selecione um trecho de cada um desses autores, apresentando os traços formais e conteudísticos coincidentes. Em Portugal, as primeiras manifestações teatrais começaram no final da Idade Média, com as obras de Gil Vicente. Elas representavam a comédia de costumes, por meio de situações cotidianas. Gil Vicente criticava...

    955  Palavras | 4  Páginas

  • Carnavalização e dramaturgia: gil vicente e ariano suassuna

    Lingüística - 3. Literatura - 1. Literatura Brasileira CARNAVALIZAÇÃO E DRAMATURGIA: GIL VICENTE E ARIANO SUASSUNA Leila Maria de Araújo Tabosa 1 (leilatabosa@ig.com.br), Denise Araújo Correia 1, Paulo César de Lima 1 e Sylvia Coutinho Abbott Galvão 1 (1. Depto de Letras, Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN) INTRODUÇÃO: Em nosso estudo verificaremos como a construção da linguagem nO Auto da Barca do Inferno (Gil Vicente) e nO Auto da Compadecida (Ariano Suassuna), tanto na fala...

    937  Palavras | 4  Páginas

  • Vida e Obra de Gil Vicente e Ariano Suassuna

    Ariano Suassuna Nasceu no dia 16 de Junho de 1927, em João Pessoa (PB), falecendo no dia 23 de Julho de 2014, no Recife (PE). Com a revolução de 1930, sua família se mudou para Taperoá (PB) onde Ariano teve seu primeiro contato com a peça de mamulengos, conhecendo assim a improvisação. Em 1934 iniciou seus estudos no Colégio Americano Batista, e o Ginásio Pernambucano e, posteriormente, no Colégio Oswaldo Cruz. Logo após em 1950 começou a faculdade de Direito, onde conheceu Hermilío Borba Filho...

    1120  Palavras | 5  Páginas

  • Gil Vicente Literatura Brasileira

     Introdução Gil Vicente (c. 1465 — c. 1536?) é considerado o primeiro grande dramaturgo português, além de poeta de renome. Enquanto homem de teatro, parece ter também desempenhado as tarefas de músico, ator e encenador. É considerado o pai do teatro português, ou mesmo do teatro ibérico, já que também escreveu em castelhano - partilhando a paternidade da dramaturgia espanhola com Juan del Encina. Desenvolvimento Considerado o maior representante da literatura renascentista de Portugal antes...

    675  Palavras | 3  Páginas

  • Gil Vicente

    Gil Vicente Quem foi Gil Vicente, nome completo, nascimento e morte, realizações, Literatura Portuguesa, obras, poeta português Gil Vicente: importante dramaturgo e poeta português do século XVI   Nome Completo  Gil Vicente   Quem foi Gil Vicente foi um poeta e dramaturgo português. É considerado, por muitos estudiosos, como o pioneiro do teatro português. Sua obra mais conhecida é " A farsa de Inês Pereira". Suas obras marcam a fase histórica da passagem da Idade Média para o Renascimento (século...

    757  Palavras | 4  Páginas

  • Literatura Contemporânea

     Literatura Contemporânea Contexto histórico Nas últimas décadas, a cultura brasileira vivenciou um período de acentuado desenvolvimento tecnológico e industrial; entretanto, neste período ocorreram diversas crises no campo político e social. Os anos 60 (época do governo democrático-populista de J.K.) foram repletos de uma verdadeira euforia política e econômica, com amplos reflexos culturais: Bossa Nova, Cinema Novo, teatro de Arena, as Vanguardas, e a Televisão...

    1683  Palavras | 7  Páginas

  • Gil Vicente

     O palco é o mundo Surgimento do teatro português. Gil Vicente, o maior talento dramático da literatura portuguesa. Alegoria O uso de personagens para fazer uma representação de conceitos, no caso, conceitos relacionados aos vícios e as virtudes humanas como mentira, sinceridade, vaidade, honestidade, etc. Trata-se de um recurso que pode ser construído com base em figuras humanas ou coisas. A alegoria...

    1919  Palavras | 8  Páginas

  • ROTEIRO PARA OS TRABALHOS DE LITERATURA DOS 2 ANOS NO PRIMEIRO BIMESTRE

    ROTEIRO PARA OS TRABALHOS DE LITERATURA DOS 2º ANOS NO PRIMEIRO BIMESTRE /2015 PROFSORA: ELVIRA PAULA 1ºGRUPO: Romantismo em Portugal Introdução geral ( o que é Romantismo enquanto movimento literário (1 aluno); Momento histórico do Romantismo em Portugal (1 aluno); Biografia dos autores do romantismo de Portugal (3 alunos); Obras dos autores (3 alunos); Análise...

    771  Palavras | 4  Páginas

  • Leitura e análise comparativa de gil vicente e ariano suassuna: as virtudes e os pecados capitais no auto da compadecida e no auto da barca do inferno.

    Leitura e análise comparativa de Gil Vicente e Ariano Suassuna: as virtudes e os pecados capitais no Auto da Compadecida e no Auto da Barca do Inferno. Assim como na obra de Gil Vicente, encontramos em Suassuna, mais precisamente em Auto da Compadecida, uma séria crítica à sociedade , o que permite levantar uma discussão interessante acerca do comportamento humano através das épocas. De Gil Vicente a Suassuna - da Idade Média ao Sec. XXI Abaixo, as cenas selecionadas nas obras...

    1309  Palavras | 6  Páginas

  • Autos

    AUTO DA BARCA DO INFERNO, DE GIL VICENTE, E AUTO DA COMPADECIDA, DE ARIANO SUASSUNA Sâmara Rodrigues de Ataíde* RESUMO A maior pretensão deste trabalho é o resgate de dois autores representativos de uma importante riqueza cultural da língua portuguesa, na realização de uma crítica marcada pela irreverência social e pela genuína fé religiosa. Palavras-chave: Irreverência Social. Gil Vicente. Ariano Suassuna. Especialista em Lingüística e Literatura Comparada – UFV E-mail : webmaster@psicanaliseebarroco...

    2564  Palavras | 11  Páginas

  • o alto da compadecida

     Ensino Médio Auto da Compadecida como influência direta do Teatro Vicentino Competência(s) / Objetivo(s) de Aprendizagem: Reconhecer Auto da Compadecida como influência direta do teatro popular de Gil Vicente. Compreender o texto de Ariano Suassuna como uma experiência com raízes regionais e, ao mesmo tempo, universais. Vivenciar a peça como uma fonte de lazer, educação e cultura. Conteúdos: Teatro Vicentino. Raízes Regionais e Universais. Relação entre o Sagrado e o Profano...

    953  Palavras | 4  Páginas

  • O Santo e a Porca - Ariano Suassuna

    nível." Ariano Suassuna O Santo e a Porca 26ª EDIÇÃO Rio de Janeiro, 2012 © by Ariano Suassuna, 1964 Reservam-se os direitos desta obra à EDITORA JOSÉ OLYMPIO LTDA. Rua Argentina, 171 – 2º andar – São Cristóvão 20921-380 – Rio de Janeiro, RJ – República Federativa do Brasil Produced in Brazil / Produzido no Brasil Atendimento e venda direta ao leitor: mdireto@record.com.br Tel.: (21) 2585-2002 ISBN 9788503012171 Capa: Isabella Perrotta Ilustrações: Zélia Suassuna Foto: Alexandre...

    22631  Palavras | 91  Páginas

  • A vida de Gil Vicente

    A vida de Gil Vicente: Não se sabe ao certo muito acerca de Gil Vicente. A maior parte das informações que temos acerca do escritor foram decifradas a partir das obras que escreveu. Muitas vezes é associado com o autor da Custódia de Belém e com o mestre de Retórica de Manuel I, o 14.º rei de Portugal. A data de nascimento de Vicente continua a ser uma incógnita, sendo atribuídos os anos que vão desde 1460 a 1470, sendo 1465 o mais aceite. Da mesma forma, também não se sabe ao certo onde terá...

    652  Palavras | 3  Páginas

  • A Literatura Portuguesa Contemporânea

    A Literatura Portuguesa Contemporânea Portugal,  o berço de nossa língua e cultura, sempre, ao longo dos tempos (precisamente desde o século XII, com o advento de nossa literatura – com os cancioneiros populares trovadorescos), nos presenteou com grandes artistas das letras. Donos de uma literatura rica e sem par, os escritores portugueses se fizeram, entre os falantes de línguas latinas, um marco único e singular. Camões, Eça de Queiroz, Teófilo Braga, Bocage, Garret, Feliciano de Castilho...

    1599  Palavras | 7  Páginas

  • A intertextualidade nos textos teatrais de ariano suassuna

    A intertextualidade nos textos teatrais de Ariano Suassuna Herlan José Tenório Ferreira (UPE) RESUMO: Este artigo tem como objetos de estudo três obras de Ariano Suassuna: Auto da Compadecida (1955), O Santo e a Porca (1957) e O Casamento Suspeitoso (1957); com os objetivos de analisar a característica geral, as temáticas, nas obras desenvolvidas, e as personagens e a partir do desenvolvimento destes objetivos chegamos a conclusão de que não iremos ver exatamente as palavras, proferidas pelas...

    3302  Palavras | 14  Páginas

  • A intertextualidade nos textos teatrais de ariano suassuna

    A INTERTEXTUALIDADE NOS TEXTOS TEATRAIS DE ARIANO SUASSUNA Herlan José Tenório Ferreira1 Introdução Ariano Suassuna nasceu em 1927 em família tradicional, sertaneja e protestante. Iniciou os estudos ainda na Paraíba, mas depois do assassinato do pai, que na época era Governador da Paraíba mudou-se com a família para o Recife onde fez ginasial, colegial e a faculdade de Direito. Em 1951 converteu-se ao catolicismo. Em 1947, escreveu sua primeira peça, Uma mulher vestida de Sol. Em 1948, sua...

    3964  Palavras | 16  Páginas

  • Literatura

    LITERATURA CONTEPORÂNEA Contexto histórico Nas últimas décadas, a cultura brasileira vivenciou um período de acentuado desenvolvimento tecnológico e industrial; entretanto, neste período ocorreram diversas crises no campo político e social. Os anos 60 (época do governo democrático-populista de J.K.) foram repletos de uma verdadeira euforia política e econômica, com amplos reflexos culturais: Bossa Nova, Cinema Novo, teatro de Arena, as Vanguardas, e a Televisão. A crise desencadeada...

    2917  Palavras | 12  Páginas

  • A Aulularia/Plauto (e seu legado: O Santo e a Porca / Ariano Suassuna e O Avarento / Molière)

    confirmam a característica doentia, avara desse personagem de Plauto. A Aulularia também serviu de modelo a diversos escritores: como alguns bons exemplos, temos a comédia de Molière (L’avare – O avarento - 1667) e, entre a atualidade, a de Ariano Suassuna (O Santo e a Porca- 1964). Plauto também plantou uma das sementes que tornou o teatro, sagrado; sendo assim, “o teatro será então por completo, litúrgico e sagrado, sem nenhuma tragédia e sem nenhuma comédia, porque o homem se integrará na natureza...

    2857  Palavras | 12  Páginas

  • Literatura de cordel

    Literatura de Cordel O que é e origem A literatura de cordel é típica da região Nordeste do Brasil. É um gênero da poesia narrativa popular impressa, representante da cultura popular. O Cordel são folhetos, livretos, encontrados nas feiras turísticas, praças e mercados de grandes cidades nordestinas.Hoje podemos encontrá-los também em bancas de jornais, livrarias, aeroportos, praças de artesanatos, etc. A prática da literatura de cordel teve influência dos povos espanhóis, franceses e principalmente...

    1100  Palavras | 5  Páginas

  • Análise do Auto da Compadecida

    Análise do Auto da Compadecida Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna, é uma peça clássica do teatro brasileiro, escrita em 1955 e publicada em 1957. Virou minissérie de televisão e ganhou uma versão para o cinema.  Abordando temas universais como a avareza humana e suas amargas conseqüências, por meio de personagens populares, Suassuna, nesta obra, prepara o espectador para um desfecho moralizante conforme os preceitos do cristianismo católico. A visão cristã da vida presente no Auto...

    4267  Palavras | 18  Páginas

  • Literatura de cordel

    Literatura de Cordel O que é e origem A literatura de cordel é uma espécie de poesia popular que é impressa e divulgada em folhetos ilustrados com o processo de xilogravura. Também são utilizadas desenhos e clichês zincografados. Ganhou este nome, pois, em Portugal, eram expostos ao povo amarrados em cordões, estendidos em pequenas lojas de mercados populares ou até mesmo nas ruas. Chegada ao Brasil A literatura de cordel chegou ao Brasil no século XVIII, através dos portugueses. Aos...

    742  Palavras | 3  Páginas

  • Auto da Barca do Inferno e o Auto da Compadecida: dois autores um objetivo.

    UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE GABRIELLA MARTINS DE SOUZA Literatura Portuguesa I Auto da Barca do Inferno e o Auto da Compadecida: dois autores um objetivo. São Paulo 2013 GABRIELLA MARTINS DE SOUZA Auto da Barca do Inferno e o Auto da Compadecida: dois autores um objetivo. Trabalho apresentado à disciplina Literatura Portuguesa I ministrado pelo Prof. José Eduardo Botelho de Sena, como requisito parcial para a obtenção...

    3073  Palavras | 13  Páginas

  • letras classicas

    POPULARES DO TEATRO DE ARIANO SUASSUNA Porto Alegre 2008 LÍVIA PETRY JAHN AS RAÍZES IBÉRICAS E POPULARES DO TEATRO DE ARIANO SUASSUNA Monografia apresentada como requisito para obtenção do Grau de Licenciatura em Letras e Literatura Portuguesa pelo Instituto de Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientadora: Dra. Ana Lúcia Liberato Tettamanzy Porto Alegre 2008 Dedico este trabalho ao mestre do teatro brasileiro, Ariano Suassuna, e a todos os artistas...

    10547  Palavras | 43  Páginas

  • literatura goiana

    Lopes Rodrigues. O início do século XX é marcado também pelos primeiros contistas goianos. Entre eles se destacam: Matias da Gama e Silva, Zeferino de Abreu, Cora Coralina, Gastão de Deus Vítor Rodrigues. Literatura goiana Uma síntese da literatura goiana (ou da literatura brasileira feita em Goiás, como muitos preferem) para ser justa, tem de começar pelo reconhecimento, sem ranço de ufanismo, da expressividade e qualidade do que aqui se escreve e publica. Tal fato é reconhecido por...

    2759  Palavras | 12  Páginas

  • Humanismo

    Introdução: Gil Vicente e Humanismo Gil Vicente Considerado o maior representante da literatura renascentista de Portugal antes de Camões, Gil Vicente  só não é o primeiro dramaturgo português como também fundou uma tradição no teatro que inspirou diversas produções em Portugal, em outros países europeus e no Brasil. Ele viveu entre os anos de 1465 e 1537, não se sabe ao certo a data, segundo dois genealogistas do século XVI. Ao longo de mais de três décadas, Gil Vicente foi um dos principais...

    986  Palavras | 4  Páginas

  • Comparação entre Auto da Compadecida e Auto da Barca do inferno

    semelhanças, e apontar como cada autor utilizou-se de seus personagens e cenários para identificar elementos do mundo externo ao interior de suas peças. 2- Os Autores Ariano Suassuna Filho de Cássia Villar e João Suassuna, Ariano Vilar Suassuna nasceu em 16 de Junho de 1927, em João Pessoa. Ao entrar para a faculdade, junto com Hermilo Borba Filho, fundou o Teatro do Estudante de Pernambuco. Sua primeira peça, Uma Mulher Vestida de Sal, foi escrita em...

    2012  Palavras | 9  Páginas

  • Comparação entre o auto da compadecida e o auto da barca do inferno

    cada qual com suas particularidades e semelhanças, e apontar como cada autor utilizou-se de seus personagens e cenários para identificar elementos do mundo externo ao interior de suas peças.2- Os Autores Autores: Ariano Suassuna, Filho de Cássia Villar e João Suassuna, Ariano Vilar Suassuna nasceu em 16 de Junho de 1927, em João Pessoa. Ao entrar para a faculdade,junto com Hermilo Borba Filho, fundou o Teatro do Estudante de Pernambuco. Sua primeira peça, Uma Mulher Vestida de Sal, foi escrita em 1947...

    1893  Palavras | 8  Páginas

  • Auto da barca do Inferno X Auto da Compadecida

    disciplina de Literatura do Colégio Inácio Montanha. PROFESSOR(A): SOLANGE DORNELLES DISCIPLINA: LITERATURA PORTO ALEGRE 2014 INTRODUÇÃO Este trabalho tem como objetivo trazer a comparação entre as obras Auto da barca do inferno (Gil Vicente,1517) e...

    658  Palavras | 3  Páginas

  • Farsa Da Boa Preguica Ariano Suassuna 1

    nível." Ariano Suassuna Farsa da Boa Preguiça 10ª edição Rio de Janeiro, 2012 © by Ariano Suassuna, 1964 Reservam-se os direitos desta obra à EDITORA JOSÉ OLYMPIO LTDA. Rua Argentina, 171 – 3º andar – São Cristóvão 20921-380 – Rio de Janeiro, RJ – República Federativa do Brasil Produced in Brazil / Produzido no Brasil Atendimento e venda direta ao leitor: mdireto@record.com.br Tel.: (21) 2585-2002 ISBN 9788503012225 Capa: Isabella Perrotta/Hybris Design Ilustrações: Zélia Suassuna Foto: Alexandre...

    34940  Palavras | 140  Páginas

  • 3 Guerra Modificado

    ­­­­Religiosidade na obra Auto da Compadecida de Ariano Suassuna Eliane De Sousa Melo1 Gabriel Cunha Garcia2 Laís Martins Oliveira3 Manuela Origuella Ventura4 Tamisa Betina da Silva5 Adriana Elias Magno da Silva6 Resumo Este artigo tem como objetivo analisar a religiosidade presente na obra "Auto da Compadecida" de Ariano Suassuna. Foi abordado a formação do povo brasileiro para identificar a religiosidade como fruto da miscigenação histórica. O presente artigo está dividido em três partes: a...

    4117  Palavras | 17  Páginas

  • apostila de literatura brasileira

     Quinhentismo. Bons estudos!   1) A Literatura Brasileira   Literatura é uma arte e, por meio dela, o homem transmite, mediante a linguagem carregada de estilística, temas subjetivos, objetivos, culturais, sociais que sintetizam e expressam a própria experiência do ser humano. A literatura remete-nos à reflexão e à contemplação. No Brasil, a literatura pode ser dividida, inicialmente, em três fases: o período colonial, o nacional e o contemporâneo. Na primeira fase, pode-se incluir Quinhentismo...

    16267  Palavras | 66  Páginas

  • Literatura dramatica

    11 INTRODUÇÃO A literatura dramática é expressiva e importante no cenário da cultura mundial. Com sua gênese atrelada às manifestações religiosas dos primórdios da humanidade, essa arte evoluiu concomitantemente à história do homem em sociedade. Já na Antigüidade, entretanto, com os gregos Ésquilo, Sófocles, Eurípides e Aristófanes, se estabeleceu com uma linguagem própria - por se vislumbrar a comunicação com um público, a escolha das palavras, mais especificamente do texto, sempre esteve...

    31355  Palavras | 126  Páginas

  • Literatura de cordel no ensino médio

    1135680 A LITERATURA DE CORDEL E O ENSINO DA LITERATURA NO NÍVEL MÉDIO: FORMANDO LEITORES CRÍTICOS E CIDADÃOS CONSCIENTES Pré-projeto de Pesquisa apresentado a UNIP Interativa – Polo São Vicente – SP – Curso de Letras (Português/Inglês), como requisito para elaboração de Trabalho de Curso. Orientação: SÃO VICENTE 2012 1. INTRODUÇÃO ...

    1543  Palavras | 7  Páginas

  • tcc 1

    Silva Resumo Deve conter no mínimo 200 palavras e no máximo 250 palavras em espaçamento simples. Palavras-chave Ariano Suassuna, Religiosidade, Nordeste, Cultura Popular, Auto da Compadecida. Introdução O objetivo deste trabalho é mostrar as raízes populares do nordeste brasileiro e o relativismo religioso que Ariano Suassuna evidencia em suas obras teatrais. O Teatro de Ariano Suassuna tem uma incrível capacidade de mesclar o erudito e o popular, de forma coerente e fácil compreensão, o autor cria...

    3195  Palavras | 13  Páginas

  • Auto da Compadecida - Resumo

    e deu destaque a Ariano Suassuna perante o cenário nacional. Os espectadores e os leitores logo se identificaram com a obra devido ao seu caráter popular e moderno que tinha como ferramenta a coloquialidade e o regionalismo nordestino. A peça mistura a literatura popular nordestina com os autos medievais resultando em um texto marcado por humor e caráter moral. É perceptível que O Auto da Compadecida recebeu grande influência dos autos de Gil Vicente. Porém, a peça de Suassuna também se aproxima...

    560  Palavras | 3  Páginas

  • Auto da Barca do Inferno

    Trabalho de Literatura Auto da Barca do Inferno Alunos: Amanda - 4046 Ana Júlia - 4045 Ana Paula – 4428 Gabriel Tenório - 4004 Mariana Valente – 4353 Ítalo – 3773 Turma 101 Professor: Fernando Ivo 1) Resumo do livro. Segundo o livro, Auto da Barca do Inferno, as pessoas após a morte, devem atravessar um rio em uma barca. Sendo uma que nós guiará para inferno ou para o paraíso. Existe, uma certa relação com a bíblia, envolvendo um carácter religioso...

    2700  Palavras | 11  Páginas

  • A criatividade lexical ligada à fauna brasileira na obra de ariano suassuna

    Fonseca, Olga Gonçalves, Ana LuísaVilela, Ana Alexandra Silva © Copyright 2010 by Universidade de Évora ISBN: 978-972-99292-4-3 SLG 8 – Estudos lexicais no discurso literário. A CRIATIVIDADE LEXICAL LIGADA À FAUNA BRASILEIRA NA OBRA EM PROSA DE ARIANO SUASSUNA Solange Peixe Pinheiro de CARVALHO1 RESUMO: A língua, tanto a falada quanto a escrita, desperta em seus ouvintes/leitores emoções diversas, dependendo daquilo que é dito, ou do texto analisado, das circunstâncias em que se produz essa análise...

    6938  Palavras | 28  Páginas

  • Resumo de literatura

    final da palavra | - Aférese: diminuição de fonema no princípio da palavra - Síncope: diminuição de fonema no meio da palavra - Apócope: diminuição de fonema no final da palavra ------------------------------------------------- PARTE II – LITERATURA PORTUGUESA Cantigas de Amor | Cantigas de Amigo | Ambiente palaciano, provençal | Ambiente popular, rural e urbano | Eu lírico masculino | Eu lírico feminino | Amor cortês, platônico e inacessível | Amor natural, real e espontâneo | ...

    3718  Palavras | 15  Páginas

  • Ariano Suassuna

    Uma Mulher Vestida de Sol Escrita para um concurso promovido pelo Teatro do Estudante de Pernambuco, em 1947, a peça marca a estreia de Suassuna _ além de ter conquistado o primeiro lugar no prêmio. Segundo o próprio escritor, essa foi sua primeira tentativa de recriar o romanceiro popular nordestino. O amor proibido entre dois jovens sertanejos envolve elementos trágicos, como honra familiar e incesto, mas também faz uso do humor, apontando o teor cômico que seguiria presente em outros trabalhos...

    35778  Palavras | 144  Páginas

  • Análise - Auto Da Compadecida

    Compadecida", escrita por Ariano Suassuna em 1955, obteve grande destaque ao ser encenada no Rio de Janeiro, em 1957, por ocasião do 1º Festival de Amadores Nacionais. O Brasil descobria ali um novo tipo de teatro, calcado na tradição popular. O enredo da peça é um trabalho de montagem e moldagem baseado em uma tradição antiquíssima, que remonta aos autos medievais de Gil Vicente e mais diretamente a inúmeros autores populares que se dedicaram ao gênero do cordel. Nesse tipo de literatura, os criadores contam...

    932  Palavras | 4  Páginas

  • Perfil Biográfico - Ariano Suassuna

    verdadeiro: O Fabuloso! As lanças, a luz e o Reino de D Ariano Villar Suassuna, bardo, senhor, aedo: Imperador da letras do Brasil Medieval e Repentista, Arquétipo. Síntese: Castelo e cacto.” – Monumento Armorial (Trecho), Livro Cadernos de literatura brasileira – O texto a cima, descreve os trabalhos de Suassuna, Nesse pequeno trabalho você conhecerá um pouco mais sobre esse grande homem, a quem me inspira. Do início Desde o princípio Ariano teve motivos para ser teatrista. Viveu a vida com imaginação...

    1968  Palavras | 8  Páginas

  • Letras

     PLANO DE CURSO NOME DA DISCIPLINA: Literatura Portuguesa Medieval e Clássica CARGA HORÁRIA: CURSO: Licenciatura em Letras com Habilitação em Língua Portuguesa e Língua Inglesa e Respectivas Literaturas 80h SEMESTRE: 2º EMENTA A literatura e a construção da nacionalidade portuguesa. A lírica trovadoresca: cantigas de amigo, de amor e de escárnio. A ficção cavalheiresca. O teatro de Gil Vicente. Tensão entre renovações cosmopolitas e tradições locais. A produção literária de Camões...

    527  Palavras | 3  Páginas

  • literatura de cordel

    2. O que é A literatura de cordel é um tipo de poema, que diferentemente das outras, é um tipo de poema mais popular, que é realizada de maneira oral, sendo também impressa em folhetos originalmente mais rústicos. Esses poemas impressos são pendurados e expostos em cordéis ou cordas, dando origem ao nome da literatura em Portugal. Essa maneira de pendurar poemas em barbantes, não perdurou aqui no Nordeste do Brasil, mas foi herdado do mesmo jeito. Os cordéis são escritos em forma de rimas e alguns...

    3163  Palavras | 13  Páginas

  • Literatura de cordel

     Origens da literatura de cordel Nossa viagem em busca das origens do cordel começa na Europa, na Idade Média, num tempo em que não existia televisão, cinema e teatro para divertir o povo. A imprensa ainda não tinha sido inventada e pouquíssima gente sabia ler e escrever. Os livros eram raríssimos e caros, pois tinham de ser copiada a mão, um a um. Então, como as pessoas faziam para conhecer novas histórias? Pois bem, mesmo nos pequenos vilarejos existia um dia da semana que era especial:...

    2175  Palavras | 9  Páginas

  • Ariano Suassuna

    AriaNO SuAsSUna Diego Alexandre Machado de Souza Eduarda Camargo Sansão Marcelo de Campos Motta Biografia Ariano Vilar Suassuna nasceu em Nossa Senhora das Neves, hoje João Pessoa (PB), em 16 de junho de 1927, filho de Cássia Villar e João Suassuna. No ano seguinte, seu pai deixa o governo da Paraíba e a família passa a morar no sertão, na Fazenda Acauhan. Biografia Com a Revolução de 30, seu pai foi assassinado por motivos políticos no Rio de Janeiro e a família mudouse para Taperoá, onde morou...

    1214  Palavras | 5  Páginas

  • Obras de Ariano Suassuna

    Paraíba, onde hoje se localiza João Pessoa, Ariano Vilar Suassuna é um dos autores nordestinos mais famosos. Filho de Cássia Vilar e João Suassuna, Ariano e sua família saem de sua cidade natal quando ele ainda era um bebê e vão morar no sertão. Na Revolução de 30 ele perde o pai, o mesmo é assassinado no Rio de Janeiro por motivos políticos, após isso sua mãe e seus se mudam para Taperoá, no interior do estado, onde ficou até 1937. Foi em Taperoá que Suassuna iniciou os estudos e teve a oportunidade...

    1621  Palavras | 7  Páginas

  • sobrepeso

    propriamente dito e sobre o escritor Ariano Suassuna autor do texto literário original que deu origem ao filme. R- A peça retoma elementos do teatro popular, contidos nos autos medievais, e da literatura de cordel para exaltar os humildes e satirizar os poderosos e os religiosos que se preocupam apenas com questões materiais. Ariano Vilar Suassuna nasceu na Cidade da Paraíba, atual João Pessoa, no dia 16 de junho de 1927, filho de Cássia Vilar e João Suassuna. Como seu pai era o presidente do estado...

    2526  Palavras | 11  Páginas

  • tudo

    "O auto da Compadecida" - Resumo da obra de Ariano Suassuna 03/09/2012 21h 13 A peça retoma elementos do teatro popular, contidos nos autos medievais, e da literatura de cordel para exaltar os humildes e satirizar os poderosos e os religiosos que se preocupam apenas com questões materiais. - Leia a análise de O auto da Compadecida Resumo A primeira peripécia narrativa da peça, o enterro do cachorro, pode ser encontrada em diversas obras anteriores, como no cordel "O Dinheiro", de Leandro...

    1448  Palavras | 6  Páginas

  • AUTO DA BARCA DO INFERNO

    MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEX - DEPA COLÉGIO MILITAR DO RECIFE TRABALHO DE LITERATURA – AUTO DA BARCA DO INFERNO Recife 2014 MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEX - DEPA COLÉGIO MILITAR DO RECIFE TRABALHO DE LITERATURA – AUTO DA BARCA DO INFERNO Integrantes: Professor: Fernando Ivo ...

    3140  Palavras | 13  Páginas

  • Ariano Suassuna (trajetória)

    Tema: Breve trajetória do dramaturgo Ariano Suassuna ( escritor clássico da Literatura Brasileira) INTRODUÇÃO Os estudos literários contemporâneos valorizam a diversidade de autores e obras. Mas, embora muitos pesquisadores venham trabalhando nesse sentido, percebemos a necessidade de um aprofundamento maior no estudo da obra teatral de Ariano Suassuna, autor escolhido como objeto deste artigo. BREVE TRAJETÓRIA DE ARIANO SUASSUNA Tendo estreado em 1947, com a peça Uma...

    644  Palavras | 3  Páginas

  • Reconversões da cultura popular pela moda: homenagem ao movimento armorial no festival do jeans de toritama

    lata, espadas de madeira e chapéus de formas estranhas, cravejadas de pedrarias que parecem templos asiáticos. São pobres e belos sonhos do povo, que se veste assim para sonhar com o poder e a glória, cujas portas da vida lhe são trancadas.” Ariano Suassuna. 6 Dedico esta pesquisa a Deus, porque todas as coisas existem para a glória Dele. Dedico também a minha família, aos amigos e a todos aqueles que percebem na moda e no design, entre outras coisas, o poder de transformar vidas. 7 ...

    39771  Palavras | 160  Páginas

  • ariano suassuna

    ARIANO SUASSUNA E RUBEM ALVES Ariano Suassuna Nascido no dia 16 de junho de 1927 em Nossa Senhora das Neves, na Paraíba, onde hoje se localiza em João Pessoa, Ariano Vilar Suassuna foi um dos autores nordestinos mais famosos. Filho de Cássia Vilar e João Suassuna, Ariano e sua família saíram de sua cidade natal quando ele ainda era um bebê e foram morar no sertão. Na Revolução de 30 ele perdeu o pai, o mesmo foi assassinado no Rio de Janeiro por motivos políticos, após isso sua...

    1893  Palavras | 8  Páginas

  • Humanismo E Sua Hist Ria

    da Barca do Purgatório’ de Gil Vicente.  Objetivos Trabalhar os autos de forma teatral, trazendo os alunos para o mundo da Literatura Portuguesa de forma prática e divertida. Procedimentos e Ensino Tempo: 6 aulas Introdução do contexto histórico Características do Humanismo Importância de Gil Vicente Teatro Vicentino. Organização da sala Pequenos grupos de 5 alunos. Metodologia Aula expositiva com utilização de livros, imagens e vídeos com atuação das peças de Gil Vicente.Leitura em sala dos...

    798  Palavras | 4  Páginas

  • ariano suassuna

    Sagrado, ladrando entre as Esfinges e a Pantera. Ariano Suassuna Ariano Suassuna Ariano Vilar Suassuna (Cidade da Paraíba, 16 de junho de 1927) é advogado, professor, dramaturgo, romancista e poeta. Rubro-negro apaixonado, Ariano dribla a família e vai sozinho de táxi ao estádio da Ilha do Retiro ver os jogos do Sport. Nasceu na então Cidade da Paraíba, que hoje é a cidade de João Pessoa, num dia de Corpus Christi. Ariano viveu os primeiros anos de sua vida no Sítio Acahuan, no sertão...

    965  Palavras | 4  Páginas

  • HUMANISMO

    humanistas é o ser humano, tanto é que tentavam desviá-los da crença no teocentrismo (é a crença na qual Deus é o centro do universo) medieval para levá-los a acreditar no antropocentrismo (é a crença na qual o ser humano é o centro do universo). Na literatura humanista os costumes da época medieval eram muito satirizados. 2. CARACTERÍSTICAS DO PROJETO LITERÁRIO DO HUMANISMO O humanismo não tem características definidas, pois ocorreu na passagem do mundo medieval e o moderno. O projeto...

    961  Palavras | 4  Páginas

  • Ariano Suassuna e o Movimento Armorial

    Ariano Suassuna e o Movimento Armorial Após ingressar na faculdade de direito, Ariano Suassuna fez contato com um grupo de pessoas interessadas em arte e literatura principalmente a arte e literatura popular; oi a partir desse encontro que nasceu o Teatro de Estudantes de Pernambuco (TEP), com a intenção de criar uma dramaturgia e literatura baseadas na cultura popular local. A partir dessa experiência Suassuna iniciou sua carreira literária, como ele mesmo definia, sua “militância artística”...

    840  Palavras | 4  Páginas

  • Resumo do texto "O cancioneiro peninsular e o romanceiro nordestino em Ariano Suassuna"

    O Cancioneiro Peninsular e o Romanceiro Nordestino em Ariano Suassuna Luisa Trias Folch A primeira área do Brasil Colônia a ser povoada por meio de uma atividade pastoril foi a caatinga do Nordeste, que se tornou zona de fornecimento de carne e animais para o trabalho nos engenhos e transporte nos canaviais. A atividade pastoril foi a única atividade rentável no sertão, uma terra que não possuía riquezas minerais e não era apropriada para a lavoura. Com essa economia, surgiu um tipo particular...

    1075  Palavras | 5  Páginas

tracking img