Cuidado De Enfermagem Em Insuficiencia Renal artigos e trabalhos de pesquisa

  • Enfermagem

    Cuidados de enfermagem na prevenção da insuficiência renal provocada por contraste após cateterismo Nursing care in the prevention of renal failure caused by post-catheterism contrast Cuidados de enfermagem na prevenção da insuficiência renal provocada por contraste após cateterismo Flavia Giron Camerini1, Isabel Cruz2 RESUMO O estudo teve como objetivo identificar produções científicas de enfermagem sobre insuficiência renal aguda provocada por contraste iodado após cateterismo cardíaco...

    4911  Palavras | 20  Páginas

  • TRANSPLANTE RENAL

     CUIDADOS DE ENFERMAGEM NO POS OPERATÓRIO IMEDIATO DE TRANSPLANTE RENAL¹ Joilma Santos Felipe Santiago2 Patrícia Barros Moraes3 Resumo: O transplante renal é hoje o tratamento mais adequado para o portador de insuficiência renal crônica trazendo uma qualidade de vida a estes pacientes. Esta pesquisa científica trata-se da revisão literária de artigos, periódicos e livros publicados inerentes ao tema, onde se destacou a relevância dos cuidados de enfermagem no pós-operatório imediato...

    4034  Palavras | 17  Páginas

  • Tcc diagnósticos e intervenções de enfermagem no processo de hemodiálise

    II BACHARELADO EM ENFERMAGEM ALEXSANDRA ALMEIDA DOS SANTOS GLEDSON SALETE DOS SANTOS JACKSON BRUNO BRAGA BRANDÃO JUSSARA MENEZES DE SOUZA DIAGNÓSTICOS E INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM NO PROCESSO DE HEMODIÁLISE Salvador 2011.1 2 ALEXSANDRA ALMEIDA DOS SANTOS GLEDSON SALETE DOS SANTOS JACKSON BRUNO BRAGA BRANDÃO JUSSARA MENEZES DE SOUZA DIAGNÓSTICOS E INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM NO PROCESSO DE HEMODIÁLISE Monografia apresentado ao Curso de Bacharelado em Enfermagem da Faculdade Dom Pedro...

    8210  Palavras | 33  Páginas

  • Relacionamento da equipe de enfermagem com o paciente renal crônico em programa de hemodiálise, um estudo de revisão bibliográfica

    EQUIPE DE ENFERMAGEM COM O PACIENTE RENAL CRÔNICO EM PROGRAMA DE HEMODIÁLISE, UM ESTUDO DE REVISÃO BIBLIOGRÁFICA ARARAS/SP Dezembro/2007 THIAGO GIRIO DOS SANTOS RELACIONAMENTO DA Trabalho apresentado ao Curso de Especialização de Enfermagem em Nefrologia...

    5681  Palavras | 23  Páginas

  • Cuidado de enfermagem em hidronefrose

    GLOMERULONEFRITE DIFUSA AGUDA (nefrite) Definição: A nefrite é o resultado de um processo inflamatório difuso dos glomérulos renais tendo como base um fenômeno imunológico. O fenômeno imunológico responsável ocorre quando uma substância estranha (antígeno) entra na circulação e é levada aos setores de defesa do nosso organismo. O organismo para se defender produz um anticorpo. A reunião do complexo antígeno-anticorpo pode depositar-se nos tecidos, criando uma lesão inflamatória. Quando o tecido...

    2339  Palavras | 10  Páginas

  • Sistematização da assistência de enfermagem ao portador de diabetes mellitus e insuficiência renal crônica

    REBEn Revista Brasileira de Enfermagem RELA REL ATO DE EXPERIÊNCIA PESQUISA Sistematização da Assistência de Enfermagem ao portador de Diabetes Mellitus e Insuficiência Renal Crônica Systematization of Nursing Assistance to patients with Diabetes Mellitus and Chronic Renal Insufficiency Sistematización de la Asistencia de Enfermería al portador de Diabetes Mellitus y Insuficiencia Renal Crónica Álvaro Pereira, Mary Nildo Batista Mascarenhas, Álvaro Pereira, Rudval Souza da Silva, Mar y...

    5129  Palavras | 21  Páginas

  • Cuidados De Enfermagem Ao Paciente Renal Cronico Em Enfermagem

    ufc.br Cuidados de enfermagem ao paciente renal crônico em hemodiálise Nursing care for chronic renal patients on hemodialysis Atención de enfermería al paciente renal crónico en hemodiálisis Cecília Maria Farias de Queiroz Frazão1, Millena Freire Delgado1, Marília Gabriela de Azevedo Araújo1, Fernanda Beatriz Batista Lima e Silva1, Jéssica Dantas de Sá1, Ana Luisa Brandão de Carvalho Lira1 Este estudo objetivou sintetizar o conhecimento produzido em artigos sobre cuidados de enfermagem aos pacientes...

    4934  Palavras | 20  Páginas

  • Insuficiencia renal cronica

    Insuficiência Renal Crônica (Doença Renal Terminal) Quando um paciente apresenta lesão renal sustentada o suficiente para exigir terapia de substituição renal em uma base permanente, isso significa que ele evoluiu para o quinto estágio ou estágio final da DRC, também designado como Insuficiência Renal Crônica (IRC) ou DRT. Fisiopatologia: À medida que a função renal declina, os produtos finais do metabolismo protéico (normalmente excretados na urina) acumulam-se no sangue. Surge uremia, que afeta...

    2670  Palavras | 11  Páginas

  • Insuficiência renal crônica: os cuidados de enfermagem ao paciente submetido à hemodiálise

    MARIZA LUIZ DE OLIVEIRA INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA: CUIDADOS DE ENFERMAGEM AO PACIENTE SUBMETIDO À HEMODIÁLISE SÃO BERNARDO DO CAMPO 2012 UNIVERSIDADE BANDEIRANTE DE SÃO PAULO SÔNIA À HEMODIÁLISE Trabalho de Conclusão de Curso apresentado á Banca examinadora da Universidade Bandeirante de São Paulo, como requesito parcial á obtenção do Grau de Bacharel em Enfermagem sob orientação da Professora...

    18762  Palavras | 76  Páginas

  • Estudo de caso transplante renal

    1. INTRODUÇÃO Os programas de transplantes de órgãos tiveram início no final da década de 1940, em Paris, Londres, Edimburgo e Boston. O primeiro transplante renal documentado ocorreu em 1933 pelo Dr. Voronoy. No entanto, só em 1954, foi realizado o primeiro transplante renal com sucesso, por Joseph Murray, na cidade de Boston, com gêmeos idênticos. Em 1962, houve o primeiro transplante bem sucedido feito com um doador cadáver. Isto só foi possível devido ao desenvolvimento de novas drogas imunossupressoras...

    5056  Palavras | 21  Páginas

  • transplante renal

    TRANSPLANTE RENAL: ORIENTAÇÃO AO PACIENTE E FAMILIARES Talice Marieta Cardoso Correa¹ ;Bianca Regina Guarino Polins² ¹Especialização de Enfermagem em Nefrologia; ²Mestre em Enfermagem. Coordenadora e docente do curso de Especialização de Enfermagem em Nefrologia da Uniararas Introdução O transplante renal é considerado o método de tratamento da insuficiência renal crônica de maior aceitação pelos pacientes e pela...

    835  Palavras | 4  Páginas

  • CUIDADOS DE ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO DA LESÃO RENAL AGUDA PROVOCADA POR CONTRASTE IODADO APÓS CATETERISMO CARDÍACO DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICO

    CUIDADOS DE ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO DA LESÃO RENAL AGUDA PROVOCADA POR CONTRASTE IODADO APÓS CATETERISMO CARDÍACO DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICO¹ Juliana Paro2 Bianca Regina Guarino Polins³ INTRODUÇÃO: A Lesão Renal Aguda (LRA) é uma síndrome caracterizada pelo rápido declínio da função renal (horas ou semanas), resultando na inabilidade dos rins em exercer funções de excreção, equilíbrio ácido-básico e homeostase hidroeletrolítica, podendo ser reversível após controlar fator desencadeante. Ocorre...

    1344  Palavras | 6  Páginas

  • TCC Insuficiência Renal Crônica

    CASELATO ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AOS PORTADORES DE INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA EM TRATAMENTO DE HEMODIÁLISE Varginha - MG 2014 ANA BEATRIZ CASELATO ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AOS PORTADORES DE INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA EM TRATAMENTO DE HEMODIÁLISE Projeto apresentado à Universidade José do Rosário Vellano, como parte das exigências do Curso de Enfermagem para conclusão do curso de graduação. ...

    8716  Palavras | 35  Páginas

  • percepção do paciente com insuficiência renal cronica

    977 PERCEPÇÃO DE PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA QUANTO A INTERFERÊNCIA DA FÍSTULA ARTERIOVENOSA EM SEU COTIDIANO PERCEPTION OF PATIENTS WITH CRONIC RENAL FAILURE ON THE INTERFERENCE OF ARTERIOVENOUS FISTULA IN YOUR DAILY Thaise Dias Spinola Enfermeira. Graduada pelo Centro Universitário do Leste de Minas Gerais Unileste. thaisespinola@hotmail.com Virginia Maria da Silva Gonçalves Enfermeira. Graduada pela PUC-MG. Especialista em administração hospitalar pela Universidade...

    4148  Palavras | 17  Páginas

  • Enfermagem

    Dipidor, Novalgina, é uma droga antiinflamatória, que é utilizada principalmente como analgésico e antitérmico. Para que serve? Indicado como analgésico e antipirético. Vias de Administração? via oral e parenteral,intramuscular e intravenosa. Cuidados De Enfermagem? Doses pequenas de Dipirona deverão ser dadas a pacientes com uso concomitante de alopurinol, porque esta droga inibe as enzimas hepáticas responsáveis pelo metabolismo da Dipirona, podendo potencializar os efeitos tóxicos da mesma. Os agentes...

    7817  Palavras | 32  Páginas

  • Insufici ncia renal aguda

    Insuficiência renal aguda A insuficiência renal aguda é perda da capacidade dos rins de filtrar o sangue satisfatoriamente, que surge rapidamente e tem cura em menos de 3 meses. O diagnóstico da insuficiência renal aguda após verificar os exames de sangue e de urina que confirmam o aumento da concentração de uréia, creatinina e potássio. Pode-se ainda realizar exames de imagem, como ressonância magnética, ultrassom ou tomografia computadorizada para avaliar o estado dos rins. Sintomas da insuficiência...

    510  Palavras | 3  Páginas

  • Insuficiência Renal Crônica no Cliente Diabético: um estudo epidemiológico

    Centro Biomédico Faculdade de Enfermagem Insuficiência Renal Crônica no Cliente Diabético: um estudo epidemiológico RIO DE JANEIRO – RJ Dezembro / 2006 Insuficiência Renal Crônica no Cliente Diabético: um estudo epidemiológico Gustavo Hamdan Borges Virgínia Almeida da Motta Wagner Vitorino Fialho Monografia apresentado à Profª Drª. Gertrudes Teixeira Lopes da Sub-Área I B – Pesquisa em Enfermagem III – Monografia, como um dos ...

    9643  Palavras | 39  Páginas

  • tcc renal

    Artigo Revisão Comunicação como temática de pesquisa na Nefrologia: subsídio para o cuidado de enfermagem Communication as a tesearch theme in Nephrology: basis for nursing care La Comunicación como temática de investigación en Nefrología: subsidio para el cuidado de enfermería Giselle Barcellos Oliveira Koeppe1, Sílvia Teresa Carvalho de Araújo2 RESUMO Objetivos: Identificar a tendência de pesquisas na área de Nefrologia com foco na comunicação e analisar a abordagem sobre comunicação ...

    3964  Palavras | 16  Páginas

  • Enfermagem

    tratamento não medicamentoso da hipertensão tem como objetivo principal a prevenção de complicações, pois é muito comum um portador de hipertensão deixar de lado o tratamento por achar que está curado, voltando então a níveis pressóricos altos. Os cuidados com as pessoas hipertensas estão centrados no controle da pressão arterial, no suo correto da medicação prescrita, bem como no incentivo à pratica de atividades físicas e mentais. 2.2 – ANGINA Angina pectoris ou ainda do peito é a síndrome...

    3758  Palavras | 16  Páginas

  • Enfermagem na Hemodiálise

    CURSO TÉCNICO EM ENFERMAGEM SONIA REGINA N. CAMPOS TATIANE BRAGA DA SILVEIRA ENFERMAGEM NA HEMODIÁLISE Campinas/SP 2012 SONIA REGINA N. CAMPOS TATIANE BRAGA DA SILVEIRA ENFERMAGEM NA HEMODIÁLISE Trabalho de conclusão de curso apresentado para obtenção do diploma do curso técnico de nível médio em enfermagem, do Centro Educacional...

    5382  Palavras | 22  Páginas

  • Insuficiência Renal

    adulta os rins medem cada um e pesam 130 a 170g cada um. Localizam-se nas costas um de cada lado da coluna e são protegidos pelas últimas costelas. Passam pelo rim aproximadamente 1.200 a 2.000 litros de sangue por dia que chegam através das artérias renais. No interior dos rins, as artérias dividem-se em vasos, cada vez menores, até formarem um enovelado de vasos muito finos que constituem o glomérulo. O glomérulo é o verdadeiro filtro do rim, por onde o sangue passa e é filtrado, eliminando todas as...

    3671  Palavras | 15  Páginas

  • insuficiecia renal

    INTRODUÇÃO  Insuficiência Renal A insuficiência renal está presente quando a excreção de água, eletrólitos e produtos do catabolismo é insuficiente porque a lesão renal impede os rins de manterem o meio interno normal do organismo. A insuficiência renal pode ter diversas causas, algumas das quais acarretam uma rápida diminuição da função renal, conhecida como insuficiência renal aguda, enquanto outras acarretam uma diminuição gradual e permanente da função renal, a insuficiência renal crônica...

    1843  Palavras | 8  Páginas

  • A INFLUÊNCIA DAS INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM NA QUALIDADE DE VIDA DO PACIENTE RENAL CRÔNICO

    INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM NA QUALIDADE DE VIDA DO PACIENTE RENAL CRÔNICO ITABIRA 2009 Monografia apresentada ao Curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade Itabirana de Saúde - FISA e da Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira - FUNCESI, como requisito parcial para obtenção do título de Bacharel em Enfermagem. Orientador: Ronan Alves Ribeiro. HISTÓRIA DA HEMODIÁLISE ●A primeira hemodiálise realizada no Brasil foi 1949, mas foi em 1970 que o programa de terapia renal substutiva...

    1920  Palavras | 8  Páginas

  • A enfermagem

    5257800-57150000UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM O CUIDADO DO ENFERMEIRO NO PACIENTE COM O CATETER VENOSO CENTRAL DUPLO LÚMEN PARA HEMODIÁLISE NOVA IGUAÇU 2014 5257800-457200005257800-57150000UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM 5686425-62293500 CARLA MARIANA LIMA GOMES DAIANE DE OLIVEIRA FEITOSA FABRICIA DOS S. OLIVEIRA RAMOS SANDRA REGINA S.S. DE JESUSO CUIDADO DO ENFERMEIRO NO PACIENTE COM O CATETER VENOSO CENTRAL DUPLO LÚMEN PARA...

    2479  Palavras | 10  Páginas

  • renal

    Introdução A insuficiência Renal aguda é uma complicação de grande incidência hoje em hospitais e pode ser relativa de acordo com a situação do paciente, sendo a IRA uma disfunção reversível e que se pode prevenir. Uma de suas causas principais são agravamentos em UTI’s , o presente estudo é motivado pela alta incidência da patologia em pacientes hospitalizados sendo evidente a necessidade de verificar as principais causas dessa complicação tão como para prevenir e ou realizar diagnostico precoce...

    543  Palavras | 3  Páginas

  • Insuficiência renal crônica

    LUCIVÂNIA DA SILVA GONÇALVES ESTUDO DE CASO: INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA Trabalho de Conclusão de Curso apresentado como requisito parcial para a obtenção do título de Técnico em Enfermagem pela Escola Estadual de Educação Profissional David Vieira da Silva. Orientadora: Enfª. Fideralina Rodrigues de Albuquerque. BOA VIAGEM – CE 2012 AGRADECIMENTOS Primeiramente a Deus por ter me dado perseverança pra prosseguir nessa árdua caminhada por qual eu passei e que sempre esteve guiando...

    4837  Palavras | 20  Páginas

  • Insuficiencia renal

    que teve um acidente de ônibus ,e após teve várias complicações em relação a sua saúde. Durante o exame físico com a pacienteN.C.P, a paciente nos relatou que devido o seu problema renal crônico, ela não apresenta diurese espontânea, somente com a sonda vesical de alívio. enquanto estudantes técnico em enfermagem podemos observar que a paciente apresentava-se com tosse produtiva algumas vezes e muita dor em região torácica em lateral direito. Durante a entrevista perguntamos se ela já teve alguma...

    3279  Palavras | 14  Páginas

  • Transplante renal

    Transplante renal O transplante renal é, atualmente a melhor forma de tratamento para o paciente com insuficiência renal crônica, tanto do ponto de vista médico, quanto social ou econômico. Ele está indicado quando houver insuficiência renal crônica em fase terminal, estando o doente em diálise ou mesmo em fase pré-dialítica. Existem, contudo exceções, doentes podem ser transplantados quando a creatinina sérica estiver ao redor de 7 mg%, o que corresponderia a uma depuração de creatinina ao redor...

    1239  Palavras | 5  Páginas

  • Intervenções de enfermagem nas complicações ao paciente em uso de cateter duplo lúmen para hemodiálise:

    MARCIANA GOMES SOBRINHO MARINALVA PAZ SILVA THALYTTA LEITE INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM NAS COMPLICAÇÕES AO PACIENTE EM USO DE CATETER DUPLO LÚMEN PARA HEMODIÁLISE: Revisão literatura Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à Faculdade de Enfermagem da Universidade de Cuiabá - UNIC, para obtenção do título de Bacharel em Enfermagem. Orientador (a): Profª. Esp. Simoni Paula de Melo. ...

    12749  Palavras | 51  Páginas

  • pre projeto para TCC - enfermagem

    CENTRO UNIVERSITÁRIO DE DESENVOLVIMENTO DO CENTRO OESTE A IMPORTÂNCIA DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM A PACIENTES RENAIS CRÔNICOS DURANTE A HEMODIALISE. Valmir Leitão Ferreira Professor Orientador: Priscila da Conceição Quaresma Luziânia-GO, de Setembro de 2012 SUMÁRIO INTRODUÇÃO OBJETIVOS 4 Objetivo Geral 4 Objetivos Específicos 4 METODOLOGIA 5 CRONOGRAMA ...

    1378  Palavras | 6  Páginas

  • TERAPIA RENAL SUBSTITUTIVA

    realizando! Enfim, a todos que de alguma maneira contribuíram para a execução desse trabalho, seja pela ajuda constante ou por uma palavra de amizade! Muito Obrigada! MARQUES, Maria das Graças. Terapia Renal Substitutiva: possibilidades e limites do paciente renal crônica. 2014. xx folhas. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social) – Centro de Ciências Empresariais e Sociais Aplicadas, Universidade Norte do Paraná, Paracatu, 2014. RESUMO O objetivo deste trabalho...

    18527  Palavras | 75  Páginas

  • OS BENEFÍCIOS DA PARTICIPAÇÃO DE UMA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL DE SAÚDE NO TRATAMENTO DO PACIENTE RENAL CRÔNICO EM PROCESSO HEMODIALÍTICO

    PPGCS OS BENEFÍCIOS DA PARTICIPAÇÃO DE UMA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL DE SAÚDE NO TRATAMENTO DO PACIENTE RENAL CRÔNICO EM PROCESSO HEMODIALÍTICO MACAPÁ-AP 2014 OS BENEFÍCIOS DA PARTICIPAÇÃO DE UMA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL DE SAÚDE NO TRATAMENTO DO PACIENTE RENAL CRÔNICO EM PROCESSO HEMODIALÍTICO MACAPÁ-AP 2014 1. INTRODUÇÃO O crescente aumento das...

    3574  Palavras | 15  Páginas

  • ESTUDO DE CASO DE UMA PACIENTE COM DIAGNÓSTICO DE INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA, HIPERTENSÃO ARTERIAL E LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO

    FEDERAL DE MATO GROSSO GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM JOSEANE DE OLIVEIRA IORI ESTUDO DE CASO DE UMA PACIENTE COM DIAGNÓSTICO DE INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA, HIPERTENSÃO ARTERIAL E LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO SINOP – MT OUTUBRO – 2011 UNIVERSIDADE DIAGNÓSTICO DE INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA, HIPERTENSÃO ARTERIAL E LÚPUS...

    7658  Palavras | 31  Páginas

  • Ira insuficiencia renal aguda

    INSUFICIENCIA RENAL AGUDA (IRA) Insuficiência Renal Aguda (IRA) é a perda rápida de função renal devido a dano aos rins, resultando em retenção de produtos de degradação nitrogenados (uréia e creatinina) e não-nitrogenados, que são normalmente excretados pelo rim. Dependendo da severidade e da duração da disfunção renal, este acúmulo é acompanhado por distúrbios metabólicos, tais como acidose metabólica (acidificação do sangue) e hipercaliemia (níveis elevados de potássio), mudanças no balanço hídrico...

    2540  Palavras | 11  Páginas

  • Insuficiencia renal

    1.1 Insuficiência renal 1.2 Introdução A insuficiência renal é a perda da função dos rins que ocorre a partir de doenças congénitas ou adquiridas na infância e cujo único meio de sobrevida é a realização da diálise (peritonial ou hemodiálise) e transplante renal. As substâncias normalmente eliminadas na urina acumulam-se nos líquidos corporais em consequência da excreção renal prejudicado, levando a uma ruptura nas funções metabólicas e endócrinas, bem como distúrbios hídricos, electrolíticos e ácidos...

    1713  Palavras | 7  Páginas

  • insuficiência renal

    INSUFICIÊNCIA RENAL Trabalho feito por Francilene Borges de Souza ao curso de enfermagem da Universidade Presidente Antônio Carlos no ano de 1998 1 - Introdução Segundo dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), um grande número de pessoas sofre de doenças renais. Algumas apresentam doenças como diabetes e pressão alta que, senão tratadas corretamente podem ocasionar à falência total do funcionamento...

    7806  Palavras | 32  Páginas

  • Diagnósticos e Cuidados de enfermagem implementados na pratica clinica em pacientes submetidos ao transplante renal

    SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM Stephani Amanda Lukasewicz Ferreira DIAGNÓSTICOS E CUIDADOS DE ENFERMAGEM IMPLEMENTADOS NA PRÁTICA CLÍNICA EM PACIENTES SUBMETIDOS AO TRANSPLANTE RENAL Porto Alegre 2012 1 Stephani Amanda Lukasewicz Ferreira DIAGNÓSTICOS E CUIDADOS DE ENFERMAGEM IMPLEMENTADOS NA PRÁTICA CLÍNICA EM PACIENTES SUBMETIDOS AO TRANSPLANTE RENAL Projeto de pesquisa desenvolvido na disciplina Trabalho de Conclusão de Curso I – ENF99004 da Escola de Enfermagem da Universidade...

    1421  Palavras | 6  Páginas

  • IRC, Hemodiálise, Sepse e Insuficiência Hepática

    ................................................................................................... 3 2 INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA ................................................................................... 4 2.1 SINAIS E SINTOMAS ........................................................................................................ 4 2.2 DIAGNÓSTICOS E INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM ........................................... 7 3 HEMODIÁLISE ..............................................

    2779  Palavras | 12  Páginas

  • Aula 3 Assist Ncia De Enfermagem No Paciente Com Dist Rbios Renais E Urin Rios Modo De Compatibilidade

    FORMAÇÃO DA URINA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM PACIENTES COM DISTÚRBIOS RENAIS E URINÁRIOS Filtração Glomerular Reabsorção tubular Excreção tubular Prof. Jeferson Cesar Moretti Agnelli ALTERAÇÕES NA MICÇÃO Alterações na quantidade ou coloração da urina: Hematúria – sangue na urina.  Considerado sinal grave e requer avaliação. A coloração da urina sanguinolenta depende de vários fatores como a quantidade de sangue presente e a fonte anatômica do sangramento. A urina escura e ferruginosa indica...

    2545  Palavras | 11  Páginas

  • Insuficiência Renal

    Insuficiência Renal Aguda Insuficiência Renal Aguda (IRA) é a perda rápida de função renal devido a dano aos rins, resultando em retenção de produtos de degradação nitrogenados (ureia e creatinina) e não nitrogenados, que são normalmente excretados pelo rim. Dependendo da severidade e da duração da disfunção renal, este acúmulo é acompanhado por distúrbios metabólicos, tais como acidose metabólica (acidificação do sangue) e hipercalemia (níveis elevados de potássio), mudanças no balanço hídrico...

    1032  Palavras | 5  Páginas

  • Cuidados pre e pos operatorio

    CUIDADOS PRÉ E PÓS OPERATÓRIOS SUMÁRIO INTRODUÇÃO 3 Definição de pré-operatório 3 Definição de pós – operatório 3 1. Cirurgia Cardíaca 4 1.1. Tipos de cirurgia cardíaca: 4 1.2. Conduta pré – operatória/cuidados de enfermagem: 4 1.3. Conduta pós-operatória/cuidados de enfermagem: 5 1.4. Intervenções de enfermagem 5 2. Cirurgia Ortopédica 5 2.1. Tipos de cirurgia: 5 2.2. Cuidados de enfermagem no pré-operatório 6 2.3. Cuidados de enfermagem no pós – operatório:...

    3176  Palavras | 13  Páginas

  • Insuficiência Renal Aguda e Crônica

    Trabalho de Clínica Médica Trabalho solicitado pela Profª Eliane Matos para Obtenção de nota no Modulo de clínica médica Professora: Eliane Matos Manaus 2014 Sumário PAG. 1. Insuficiência Renal Aguda...............................................................................5 1.1 Definição........................................................................................................5 1.2 Etiologia.......................

    3189  Palavras | 13  Páginas

  • Transplante renal - noções

    Transplante renal: diagnósticos e intervenções de enfermagem em pacientes no pós-operatório imediato 117 artigo original Transplante renal: diagnósticos e intervenções de enfermagem em pacientes no pós-operatório imediato Renal transplantation: diagnosis and nursing intervention in patients during immediate postoperative period Marilia Moura Luvisotto1, Rachel de Carvalho2, Luzia Elaine Galdeano3 rESUMo aBStraCt objetivos: Identificar os diagnósticos de enfermagem no período pós-operatório...

    4312  Palavras | 18  Páginas

  • Fatores Intrínsecos e extrínsecos - sistema renal

    homeostase corpórea. O sistema renal exerce papel fundamental na realização destas funções. O sistema urinário consiste de rins, ureteres, bexiga e uretra. Os rins são componentes fisiologicamente dinâmicos do sistema realizado muitas funções, incluindo a formação da urina. A formação da urina é um processo que envolve ultra filtração, secreção e reabsorção de componentes essências. Estes processos são controlados pela pressão osmótica e hidrostática pelo suprimento de sangue renal e pela secreção de hormônios...

    2786  Palavras | 12  Páginas

  • Estilo de vida de pacientes com insuficiência renal crônica em tratamento hemodialítico e a atuação do enfermeiro

    PRISCILA PEREIRA DOS SANTOS SIMONE REGIANE BATISTA GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM ESTILO DE VIDA DE PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA EM TRATAMENTO HEMODIALÍTICO E A ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO Trabalho de Conclusão de Curso apresentado a disciplina de Dinâmica em Aprendizagem como exigência do curso de graduação em Enfermagem Orientador: Prof° Vinicius Santos Batista. SÃO PAULO 2009 DEDICATÓRIAS ...

    15593  Palavras | 63  Páginas

  • INTERFERÊNCIAS NA QUALIDADE DE VIDA EM PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA (IRC) EM TRATAMENTO HEMODIALITICO: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

    NA QUALIDADE DE VIDA EM PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA (IRC) EM TRATAMENTO HEMODIALITICO: UMA REVISÃO INTEGRATIVA1 RESUMO O tratamento hemodialitico atinge o paciente, impactando sobre todas as áreas vitais, promovendo mudanças significativas no seu dia-a-dia alterando a qualidade de vida do paciente. Com objetivo de sintetizar os resultados encontrados nos estudos científicos, sobre a qualidade de vida de pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise, esta obra aborda...

    6295  Palavras | 26  Páginas

  • Insuficiência renal

    Insuficiência Renal Aguda e Crônica 1. Introdução A insuficiência renal resulta quando os rins não podem remover resíduos metabólicos do organismo ou realizar as suas funções reguladoras. As substâncias normalmente eliminadas na urina acumulam-se nos líquidos orgânicos em consequência da excreção renal prejudicada, levando a uma ruptura nas funções endócrina e metabólica, bem como a distúrbios hídricos, eletrolíticos e acidobásicos. A insuficiência renal é uma doença sistêmica e via final...

    3729  Palavras | 15  Páginas

  • hipertensao como causa da insuficiencia renal cronica

    HIPERTENSÃO COMO CAUSA DA INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA HYPERTENSION AS CAUSE OF CHRONIC INSUFFICIENCE RENAL Maria Cecília Gregorutti Leite1 Charlene Ramos Duarte1 Rosimara Gonçalves Leite Vieira2 RESUMO A hipertensão arterial consiste em um distúrbio no qual a elevação anormal da pressão nas artérias aumenta o risco de acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca e insuficiência renal. Ela atinge mais de 30 % da população adulta, em plena fase produtiva, principalmente acima dos 30 ...

    4749  Palavras | 19  Páginas

  • Sistematização de Enfermagem

    INTRODUÇÃO Este trabalho tem como finalidade avaliar paciente com diagnóstico de Colecistite Aguda Litiasica, Insuficiência Renal e Hipertensão arterial sistêmica. A colecistite é uma inflamação da vesícula biliar, um pequeno órgão em forma de saco, localizado no quadrante superior direito do abdómen, sob o lobo direito do fígado. Em condições normais, a vesícula funciona como um reservatório de bílis, um líquido produzido pelo fígado, que contem enzimas que digerem as gorduras. Durante uma...

    4225  Palavras | 17  Páginas

  • transplante renal

    TRANSPLANTE RENAL: Diagnósticos e Intervenções de enfermagem em pacientes no pós-operatório imediato ARTIGO ORIGINAL : Escrito por Maria Moura Luvisotto, Rachel de Carvalho, Luzia Elaine Galdeano A insuficiência renal crônica é a perda gradual e irreversível da função renal; e na fase terminal, a terapia renal substitutiva ou o transplante renal tornam-se necessários. A introdução dos imunossupressores levou a diminuição das rejeições e ao aumento da vida média do enxerto transplantado, ampliando...

    979  Palavras | 4  Páginas

  • Enfermagem clinica

    hematológicas * Plaquetopnia – redução da quantidade das plaquetas * Leucopnia – redução da quantidade de leucócitos * Anemia – redução do numero de hemácias 2.8.7. Cuidados na administração da Quimioterapia * Conhecer os fármacos * Prepara em capela de fluxo laminar * Cuidados com o acesso venoso 2.8.8.1. Complicações O extravasamento grande de drogas vesicantes ocasiona necrose; sendo realizado debridamento cirúrgico e enxertos com o tratamento. ...

    4861  Palavras | 20  Páginas

  • NEFROSCLEROSE HIPERTENSIVA X INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA

    FACULDADE ANÍSIO TEIXEIRA BACHARELADO EM ENFERMAGEM CÍNTIA MOREIRA CERQUEIRA ELLIAN AMORIM SANTOS FLÁVIA NOGUEIRA DOS SANTOS GRAZIELLA ESTRELA DE A. COSTA JOÃO DE DEUS PEREIRA NETO LORENA RAMALHO GALVÃO MARCELA ELOÁ SANTANA DOS SANTOS MÁRCIA DA CRUZ PASSOS NEFROSCLEROSE HIPERTENSIVA X INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA FEIRA DE SANTANA/BA 2014 CÍNTIA MOREIRA CERQUEIRA ELLIAN AMORIM SANTOS FLÁVIA NOGUEIRA DOS SANTOS GRAZIELLA ESTRELA DE A. COSTA JOÃO...

    3117  Palavras | 13  Páginas

  • Enfermagem cirurgica

    ou após as refeições e a noite. ❖ Odinofagia: dor com regurgitação de fluido gastresofágico (acido amargo). ❖ Disfagia: dificuldade para engolir os alimentos (estenose). ❖ Sialorreia: salivação excessiva. • Cuidados de Enfermagem: ❖ Supervisionar o uso de dieta branda e fracionada (com pouco resíduo e frequente) ❖ Mastigar bem os alimentos ❖ Comer devagar ❖ Deambular depois das refeições ❖ Manter decúbito elevado (cabeceira da cama) ...

    4222  Palavras | 17  Páginas

  • ATUAÇÃO DA ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO PRIMÁRIA DA DOENÇA RENAL CRÔNICA: UM GRAVE E CRESCENTE PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL

    ATUAÇÃO DA ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO PRIMÁRIA DA DOENÇA RENAL CRÔNICA: UM GRAVE E CRESCENTE PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL RESUMO A insuficiência Renal Crônica (IRC) é um crescente problema de saúde pública no Brasil, exigindo considerável investimento do sistema de saúde. A detecção precoce oferece uma oportunidade única no tratamento da patologia, evitando que a doença avance para a fase terminal, em que predominam os sinais e sintomas de uremia, indicando a necessidade de uma terapia...

    2516  Palavras | 11  Páginas

  • Apoio Familiar ao Paciente com Insuficiência Renal Cronica

     Faculdade Anísio Teixeira - FAT Priscila Rocha Araújo Apoio Familiar ao Paciente com Insuficiência Renal Crônica Feira de Santana – BA 2014 PRISCILA ROCHA ARAÚJO Apoio Familiar ao Paciente com Insuficiência Renal Crônica Projeto apresentado como requisito parcial para a obtenção de notas, da segunda unidade na disciplina Monografia II, do curso de Psicologia Noturno, pela Faculdade Anísio Teixeira, sob a orientação da Prof. Taiane...

    2886  Palavras | 12  Páginas

  • Insuficiência renal crônica (irc)

    INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA (IRC) A falência renal pode afetar qualquer pessoa e pode ocorrer a qualquer momento da vida. A doença normalmente progride de forma lenta, mas gradual, resultando em múltiplos sinais e sintomas decorrentes da incapacidade do rim de manter a homeostasia interna. A Insuficiência Renal Crônica- IRC, é uma doença onde há uma perda progressiva e, geralmente, irreversível da função renal de depuração, sendo qualificada em leve, moderada e grave ou terminal...

    1968  Palavras | 8  Páginas

  • S Ndrome Nefr Tica Prim Ria E A Sistematiza O Da Assist Ncia De Enfermagem

    cion pilates fatiga frecuencia cardiaca violencia Síndrome Nefrótica Primária e a sistematização da assistência de enfermagem El Síndrome Nefrótico Primario y la sistematización de la asistencia de enfermería     *Graduandas do Curso de Bacharel em Enfermagem da Faculdade Metropolitana São Carlos – Famesc, Bom Jesus do Itabapoana­RJ **Docente do Curso de Bacharel em Enfermagem da Faculdade Metropolitana São Carlos – Famesc, Bom Jesus do Itabapoana­RJ (Brasil) Rosilane Carla da Silva* Tais Moreira Dias*...

    4549  Palavras | 19  Páginas

  • Estudo de caso - doença renal crônica

    INTRODUÇÃO A insuficiência renal crônica (IRC) é a perda gradual e irreversível da função renal, que conduz ao desequilíbrio da homeostase. “Na fase terminal, predominam os sintomas e sinais de uremia, indicando a necessidade de uma terapia substitutiva na forma de diálise peritoneal, hemodiálise, ou corretiva, transplante renal” (SMELTZER; BARE, 2000). A IRC é uma doença que vem crescendo significativamente e tem como co-responsáveis o aumento da incidência de hipertensão arterial sistêmica...

    3671  Palavras | 15  Páginas

  • Insuficiência renal crônica - irc

    INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA Livro: Sinais e Sintomas, 2006 Editora Guanabara Koogan, LAB P. 312, 313, 314. A oligúria é um sinal importante da insuficiência renal crônica em fase avançada. As anormalidades associadas refletem a uremia progressiva e incluem fadiga, fraqueza, irritabilidade, hálito urêmico, equimoses e petéquias, edema periférico, elevação da pressão arterial, confusão, labilidade emocional, sonolência, abalos musculares grosseiros, cãibras musculares, neuropatias periféricas...

    855  Palavras | 4  Páginas

  • Quais as intervenções de enfermagem diante das complicações clínicas ocorridas no paciente durante a hemodiálise no ambulatório?

    1. INTRODUÇÃO: 1.1 Apresentação do problema: Este estudo trata da assistência de enfermagem aos pacientes com falência renal. Tem como foco a atuação do enfermeiro diante das complicações clínicas que ocorrem com o paciente durante o procedimento de hemodiálise em ambiente ambulatorial. O sistema urinário é composto por um par de rins, um par de ureteres, pela bexiga urinária e pela uretra. A função mais importante dos rins é a filtração do plasma e posterior remoção de substâncias do filtrado...

    7670  Palavras | 31  Páginas

tracking img