Caracteristicas Do Romantismo Em Portugal artigos e trabalhos de pesquisa

  • romantismo em portugal

    Romantismo em Portugalromantismo foi um movimento artístico, político e filosófico surgido nas últimas décadas do século XVIII na Europa que perdurou por grande parte do século XIX. Caracterizou-se como uma visão de mundo contrária ao racionalismo e ao iluminismo e buscou um nacionalismo que viria a consolidar os estados nacionais na Europa. O romantismo é a arte do sonho e fantasia. Valoriza as forças criativas do indivíduo e da imaginação popular. Opõe-se à arte equilibrada dos clássicos...

    1015  Palavras | 5  Páginas

  • Romantismo em Portugal

    Romantismo no Brasil O romantismo é todo um período cultural, artístico e literário que se inicia na Europa no final do século XVIII, espalhando-se pelo mundo até o final do século XIX. As características principais deste período são: valorização das emoções, liberdade de criação, amor platônico, temas religiosos, individualismo, nacionalismo e história. No Brasil o marco inicial do romantismo foi a publicação do livro "Suspiros Poéticos e Saudades" do autor Gonçalves de Magalhães, em 1836. O...

    1087  Palavras | 5  Páginas

  • O romantismo em portugal

    FERNANDO MÁRIO O ROMANTISMO EM PORTUGAL Introdução As novas ideologias políticas, econômicas e sociais, vieram intervir na sociedade do século XIII. A influência das revoluções francesa e industrial e do pensamento liberal se deu em todos os campos, e a própria literatura mostra essas influências. A liberdade sobrepuja as regras, a razão predomina sobre a emoção. Instaura-se um novo modo de expressão em toda a Europa e, consequentemente em Portugal. Conceito O Romantismo, designa uma tendência...

    878  Palavras | 4  Páginas

  • Romantismo em portugal

    Introdução do Romantismo em Portugal O advento do Romantismo em Portugal, vem apenas confirmar a diluição do Arcadismo. Portugal, é reflexo dos dois acontecimentos que marcaram e mudaram a face da Europa na segunda metade do século XVIII: a Revolução Francesa e a Revolução Industrial, responsáveis pela abolição da monarquias aristocratas e pela introdução da burguesia que então, dominara a vida politica , econômica e social da época. A luta pelo trono em Portugal, se dá com veemência, gerando...

    1537  Palavras | 7  Páginas

  • Romantismo em Portugal

    Romantismo em Portugal: Nome: n°: Ano: Data: Professor: -Índice: > Introdução...............................................................................pág-03 > Características.........................................................................pág-04 > Primeiro Momento do Romantismo..............................................pág-05 > Segundo Momento do Romantismo.............................................pág-05 > Terceiro Momento do Romantismo....

    840  Palavras | 4  Páginas

  • Romantismo em portugal e no brasil

    Romantismo em Portugal | |Por Fernando Rebouças | O início da fase romântica na literatura portuguesa ocorreu com a publicação do poema narrativo “Camões”, do autor Almeida Garret, em 1825. Neste poema é expressado uma espécie de biografia sentimental de Luís Vaz de Camões. Nesta época, em Portugal, houve uma ascensão da burguesia, queda do absolutismo  e emergência do liberalismo. Antes...

    8224  Palavras | 33  Páginas

  • Romantismo em portugal

    ROMANTISMO EM PORTUGAL Introdução As novas ideologias políticas, econômicas e sociais, vieram intervir na sociedade do século XIII. A influência das revoluções francesa e industrial e do pensamento liberal se deu em todos os campos, e a própria literatura mostra essas influências. A liberdade sobrepuja as regras, a razão predomina sobre a emoção. Instaura-se um novo modo de expressão em toda a Europa e, conseqüentemente em Portugal. Conceito ...

    1584  Palavras | 7  Páginas

  • Romantismo em portugal

    Romantismo em Portugal Índice Introdução ............................................................................................................2 Desenvolvimento ..................................................................................................3,4,5 Conclusão .............................................................................................................6 Bibliografia .............................................................................

    1109  Palavras | 5  Páginas

  • O Romantismo em Portugal

    fUNdação instituto de educação de barueri PROF. MOACYR DOMINGOS SÁVIO VERONEZI O Romantismo em Portugal BARUERI 2014 Jaqueline Lima Thamiris Santana Ramos Vinícius Feitosa da Graça O Romantismo em Portugal BARUERI 2014 Sumário Introdução O período romântico foi um dos mais agitados e tranformadores da cultura do Ocidente. Corresponde ao fim do Antigo Regime e da Era...

    2069  Palavras | 9  Páginas

  • Romantismo em Portugal

     O Romantismo em Portugal Introdução O Romantismo teve origem na Grã-Bretanha e na Alemanha, um pouco mais tarde na França, nos países do sul e na Escandinávia espalhando-se depois por toda a Europa e Estados Unidos da América. O comportamento romântico carateriza-sepelo sonho, pelo desvaneio, pela atitude emotiva. Foi originalmente um movimento de facto revolucionário que adotou as ideias políticas e filosóficas elaboradas pelo século das Luzes (livre expressão...

    2272  Palavras | 10  Páginas

  • ROMANTISMO EM PORTUGAL

    Instaura-se um novo modo de expressão em toda a Europa e, consequentemente em Portugal. Conceito O Romantismo, designa uma tendência geral da vida e da arte, um certo momento delimitado. O comportamento romântico caracteriza-se pelo sonho, pelo devaneio, por uma atitude emotiva, subjetiva, diante das coisas. Afinal, o pensamento romântico vai muito além do que podemos ver; procura desvendar o que estamos sentindo. O Romantismo não conta, faz de conta, idealiza um universo melhor, defendendo a ideia da...

    613  Palavras | 3  Páginas

  • Romantismo Em portugal

    Romantismo em Portugal Portugal, é reflexo dos dois acontecimentos que marcaram e mudaram a face da Europa na segunda metade do século XVIII: a Revolução Francesa e a Revolução Industrial, responsáveis pela abolição da monarquias aristocratas e pela introdução da burguesia que então, dominara a vida política, econômica e social da época. A luta pelo trono em Portugal, se dá com muita violência, gerando conturbação e desordem interna na nação. Características do Romantismo Inicialmente...

    1128  Palavras | 5  Páginas

  • Romantismo

    Romantismo ETEC DE MAIRINQUE 2013 JACQUES SIMÕES DA SILVA JÚNIOR ROMANTISMO ETEC DE MAIRINQUE 2013 Sumário INTRODUÇÃO O Romantismo é a primeira escola literária a reivindicar uma literatura brasileira. Tendo como características a valorização dos elementos nacionais, o sentimento de brasilidade nascido com a independência política do país em 1822. ROMANTISMO EM PORTUGAL O início...

    607  Palavras | 3  Páginas

  • Romantismo

    Oliveira da Silva ROMANTISMO São Paulo,10 de Março 2014 E.E. Republica da Nicarágua Nome: Elisrha Pâmella Oliveira da Silva ROMANTISMO Trabalho para a composição da nota do primeiro bimestre de língua portuguesa sob orientação da professora Flavia Maciel. São Paulo, 10 de Março 2014 Sumário Introdução 4 Contexto Histórico 5 CARACTERISTICAS DO ROMANTISMO 6 AUTORES E OBRAS 7 APRESENTAÇÃO DE...

    1591  Palavras | 7  Páginas

  • Romantismo Português

    Sumario 1.Diferença entre Romantismo e romantismo, Características do Romantismo, Romantismo em Portugal. 2. Contexto histórico, Marco inicial do Romantismo português, O que foi a questão Coimbra. 3.Biografias e fragmentos: Almeida Garett, Alexandre Herculano, Camilo Castelo Branco. Diferença entre Romantismo e romantismo Romantismo, com letra maiúscula, denomina um estilo literário que ocorreu no Brasil (1836 a 1881) e em Portugal (1825 a 1865). A palavra romantismo é uma maneira de se comportar...

    790  Palavras | 4  Páginas

  • Romantismo em portugal

    consolida o poder político da burguesia, as idéias de capital, dinheiro e exploração do trabalho. Neste momento, Portugal sofre com a perda de sua principal colônia, o Brasil. Esse cenário de mudança propcia o surgimento do Romantismo, buscando o total rompimento com o estilo clássico, defendendo a liberdade de estilo, e uma linguagem mais próxima à realidade. O Romantismo em Portugal tem como marco inicial a publicação do poema Camões de Almeida Garrett. Durante um período de exílio na Inglaterra...

    1253  Palavras | 6  Páginas

  • Romantismo

    Joana Almeida n° Romantismo em Portugal E.E Prof° Lauro Sanchez 2013 Francielle Rocha Leite n° 13 Edilaine Oliveira n°05 Leandro Bellantines n° Joana Almeida n° Romantismo em Portugal E.E Prof° Lauro Sanchez 2013 Sumário Introdução Características O Primeiro Momento do Romantismo O Segundo Momento do Romantismo O Terceiro Momento do Romantismo Conclusão Biografia Introdução do Romantismo em Portugal O advento do Romantismo em Portugal vem apenas confirmar...

    1455  Palavras | 6  Páginas

  • Romantismo

    Romantismo Nomes: Amanda Caroline De Oliveira e Shaiana Dall-Acqua Série: 2 º ano Turma: 225 Escola: E.E.B São Miguel Professora: Angelita Arnold Assunto: Romantismo no Brasil & Portugal Portugal O Romantismo é trazido por Almeida Garrett, que, exilado na Inglaterra, conhece Shakespeare com suas obras românticas que levavam à morte. Assim, publica o poema Camões, que, com características neoclassicistas, abre caminho...

    744  Palavras | 3  Páginas

  • romantismo em portugal

    O romantismo em Portugal (COLADAWEB)O advento do Romantismo em Portugal, vem apenas confirmar a diluição do Arcadismo. Portugal, é reflexo dos dois acontecimentos que marcaram e mudaram a face da Europa na segunda metade do século XVIII: a Revolução Francesa e a Revolução Industrial, responsáveis pela abolição da monarquias aristocratas e pela introdução da burguesia que então, dominara a vida política, econômica e social da época. A luta pelo trono em Portugal, se dá com veemência, gerando conturbação...

    1273  Palavras | 6  Páginas

  • Romantismo em portugal, camilo castelo branco, amor e perdição

    O ROMANTISMO EM PORTUGAL Camilo Castelo Branco Amor e Perdição Introdução O Romantismo floresceu em todos os países ocidentais. Em Portugal, a tendência se desenvolveu a partir de 1836, nessa época o país passava por uma profunda crise econômica, política e social.  A situação do país se agravava com a invasão napoleônica e a independência econômica do Brasil, em 1820, iniciou-se uma revolução liberal para a modernização do país.  Em 1836, as idéias românticas começaram a fluir, foram...

    1481  Palavras | 6  Páginas

  • Romantismo em Portugal

    Romantismo em Portugal O Romantismo está ligado à Revolução Industrial e à Revolução Francesa, dois acontecimentos que mudaram a história da Europa e colocaram em evidência valores burgueses como o individualismo e a desobediência aos valores pré-estabelecidos.  Em Portugal, o Romantismo começou com a publicação do poema Camões, de João de Almeida Garrett. Escrito no momento em que o país se encontrava sob domínio inglês e enfrentava graves perturbações políticas, o poema tenta resgatar o...

    1903  Palavras | 8  Páginas

  • Romantismo

    Introdução 4 1. O que é o Romantismo? 5 2. Artes Plásticas 5 3. Literatura 5 4. O Romantismo no Brasil 6 5. Artes Plásticas 6 6. Literatura Romântica Brasileira 6 7. Música Romântica no Brasil 7 8. Romantismo em Portugal 7 9. Características 8 9.1 O primeiro momento do Romantismo 8 9.2 O segundo momento do Romantismo 9 9.3 O terceiro momento do Romantismo 10 10. O que é Simbolismo? 11 10.1 Simbolismo no Brasil 11 11. O Simbolismo em Portugal 12 11.1 Estudo dos Principais...

    4007  Palavras | 17  Páginas

  • Romantismo

     Índice Introdução Contexto histórico Características -Gerações -Características principais Romantismo em Portugal -Influências Sociais e Políticas -Condicionantes em Portugal -Arquitetura -Escultura -Pintura -Autores Romantismo no Brasil -Principais Escritores Românticos Brasileiros -Demais Artes Romantismo na Literatura Romantismo nas Belas Artes Romantismo na Música Conclusão Bibliografia Introdução Este trabalho...

    4264  Palavras | 18  Páginas

  • As origens do romantismo em portugal

    | | AS ORIGENS DO ROMANTISMO EM PORTUGAL ...

    765  Palavras | 4  Páginas

  • Romantismo portugal/brasil

    Romantismo em Portugal Durante o século XIX, Portugal participou de grandes transformações políticas européias.  Nesse período as primeiras manifestações pré-românticas aconteceram, mas o Romantismo só teve início no final dos anos 20.  O introdutor do Romantismo em Portugal é Almeida Garrett, essa nova escola dominará até a década de 60.  Conforme se sucederam as gerações dos autores o Romantismo foi evoluindo, isso se deu em três momentos:  * Primeira geração romântica portuguesa  ...

    1400  Palavras | 6  Páginas

  • Contexto histórico de portugal durante o romantismo

    Contexto Histórico de Portugal Com o incremento da industrialização e do comércio , notadamente a partir da Revolução Industrial do século XVIII , a burguesia , na Europa , vai ocupando e ideológico maior . As idéias do emergente Liberalismo incentivam a busca da realização individual , por parte do cidadão comum . Nas últimas décadas do século , esse processo levou ao surgimento , na Inglaterra e na Alemanha , de autores que caminhavam num sentido contrário ao da racionalidade clássica e da valorização...

    2467  Palavras | 10  Páginas

  • Trabalho de Portugues Romantismo em Portugal

    Trabalho de Português 2°ano Romantismo em Portugal Romantismo em Portugal Durante o século XIX, Portugal participou de grandes transformações políticas européias. Nesse período as primeiras manifestações pré-românticas aconteceram, mas o Romantismo só teve início no final dos anos 20. O Romantismo está ligado à Revolução Industrial e à Revolução Francesa, dois acontecimentos que mudaram a história da Europa e colocaram em evidência valores burgueses como o individualismo...

    1335  Palavras | 6  Páginas

  • O romantismo em portugal

    O Romantismo surgiu em Portugal num período de efervescência política – alguns anos após a revolução de 1820, que levou os liberais portugueses ao poder. Participaram dessa revolução vários setores da burguesia portuguesa: magistrados, comerciantes, militares, professores. Influenciados pelos ideais da Revolução Francesa, esses liberais lutavam pela modernização de Portugal. Em Portugal a luta entre liberais e conservadores durou vários anos, provocando durante esse período o exílio de políticos...

    1793  Palavras | 8  Páginas

  • Romantismo

    Romantismo O Romantismo foi um movimento cultural que surgiu inicialmente na Grã-Bretanha e na Alemanha, como reacção ao culto da razão do Iluminismo, um pouco mais tarde em França, nos países do sul e na Escandinávia espalhando-se depois por toda a Europa e Estados Unidos da América. É um estado da sensibilidade europeia entre finais do séc. XVIII e princípios do séc. XIX. O seu nome deriva de "romance" (história de aventuras medievais), que tiveram uma grande divulgação no final de setecentos...

    1247  Palavras | 5  Páginas

  • Romantismo

    Caracteristicas O Romantismo proclama a liberdade de criação e de expressão. São características do Romantismo: • Liberdade de criação e de expressão • Nacionalismo • Historicismo • Medievalismo • Tradições populares • Individualismo, egocentrismo • Pessimismo • Escapismo • Crítica social Essas são características predominantes do movimento, mas suas tendências foram diversas. Veja algumas tendências e seus principais temas: * Nacionalismo, historicismo e medievalismo: ...

    851  Palavras | 4  Páginas

  • Romantismo

    Romantismo na Europa Introdução Romantismo foi um movimento artístico, político e filosófico surgido nas últimas décadas do século XVIII na Europa que perdurou por grande parte do século XIX. Caracterizou-se como uma visão de mundo contrária ao racionalismo e ao iluminismo1 e buscou um nacionalismo que viria a consolidar os estados nacionais na Europa. No início do século XVIII, a Era Clássica entra em crise, dando origem, na Europa, ao movimento romântico cujas primeiras sementes...

    4640  Palavras | 19  Páginas

  • Romantismo

    1.Introdução De acordo com o propósito do trabalho, que fala em torno do Romantismo, iremos abordar de uma forma clara e sintetizada, das épocas que marcaram o período romântico em Portugal tanto quanto no Brasil. É de referir que o Romantismo surge nas artes, quase naturalmente quando os artistas se apercebem da impossibilidade de negar certos aspectos da criatividade humana. Pode, então, ser caracterizado como um apelo ao individualismo, exaltando o sentimento, a emoção e a genialidade. O escritor...

    3340  Palavras | 14  Páginas

  • Romantismo

    Romantismo O Romantismo é essencialmente contrário à contenção. Nas origens do movimento romântico, encontram-se contos medievais, lendas e folclore de povos outrora considerados bárbaros pela cultura romana. É ainda a vida centrada no eu e na liberdade de expressão. A postura rebela-se contra regras e hierarquias sociais. Todos estão ligados por um espirito de fraternidade, que também nos iguala. O movimento atrela-se há uma filosofia que começa a entrar em vigor a partir da segunda metade do...

    2952  Palavras | 12  Páginas

  • Romantismo

    Instaura-se um novo modo de expressão em toda a Europa e, consequentemente em Portugal. CONCEITO. O Romantismo, designa uma tendência geral da vida e da arte, certo momento delimitado. O comportamento romântico caracteriza-se pelo sonho, pelo devaneio, por uma atitude emotiva, subjetiva, diante das coisas. Afinal, o pensamento romântico vai muito além do que podemos ver; procura desvendar o que estamos sentindo. O Romantismo não conta, faz de conta, idealiza um universo melhor, defendendo a ideia da...

    1578  Palavras | 7  Páginas

  • Romantismo

     Romantismo foi um movimento artístico, político e filosófico surgido nas últimas décadas do século XVIII na Europa que perdurou por grande parte do século XIX. Caracterizou-se como uma visão de mundo contrária ao racionalismo e ao iluminismo[1] e buscou um nacionalismo que viria a consolidar os estados nacionais na Europa. Inicialmente apenas uma atitude, um estado de espírito, o Romantismo toma mais tarde a forma de um movimento, e o espírito romântico passa a designar toda uma visão...

    1814  Palavras | 8  Páginas

  • Romantismo

    que é o Romantismo na Literatura? Surgiu no século XIX, foi um fenômeno não só literário e artístico, mas revolucionário, que se formou a partir dos princípios da liberdade, igualdade e fraternidade. 2) Onde o artista romântico centralizou sua arte? Ele centralizou sua arte no extravasar do sentimento, no arroubo, na impulsividade, em oposição à arte clássica que apreciava o racionalismo e o cientificismo. 3) Ao que o Romantismo se opunha? Quais os processos que são banidos no Romantismo? O estilo...

    836  Palavras | 4  Páginas

  • Romantismo no Brasil e em Portugal

    Romantismo no Brasil e em Portugal O que é o Romantismo? Romantismo foi um movimento artístico, político e filosófico surgido nas últimas décadas do século XVIII na Europa que perdurou por grande parte do século XIX. Caracterizou-se como uma visão de mundo contrária ao racionalismo e ao iluminismo e buscou um nacionalismo que viria a consolidar os estados nacionais na Europa. Inicialmente apenas uma atitude, um estado de espírito, o Romantismo toma mais tarde a forma de um movimento, e o espírito...

    1800  Palavras | 8  Páginas

  • as três gerações do romantismo

    do romantismo (Portugal-Brasil) Nome: Lucas Ricarte de Oliveira Nº 14 Série: 3°D Prof: Sebastião Data: 27/02/2014 Índice Pg1 ... Introdução Pg2 ... As três gerações do romantismo em Portugal Pg3 ... As três gerações do romantismo no Brasil Pg4 ... Conclusão Pg5 ... Bibliografia Introdução Será abordado o Romantismo em Portugal e no Brasil As três gerações românticas em Portugal O...

    864  Palavras | 4  Páginas

  • Romantismo

    Matéria: Português Data: SINTETIZANDO: O ROMANTISMO Assuntos: Romantismo: conceitos Romantismo em Portugal: poesia e prosa Romantismo no Brasil: poesia e prosa É um movimento que configura um estilo de vida e de arte predominante na civilização ocidental, no período compreendido entre a segunda metade do século XVIII e a primeira metade do século XIX. Reflete, no campo artístico, as profundas transformações históricas do período, marcado pelo apogeu do processo...

    2612  Palavras | 11  Páginas

  • PRIMEIRA GERAÇAO ROMANTICA EM PORTUGAL

    PRIMEIRA GERAÇÃO ROMÂNTICA O romantismo em Portugal se dividiu em três diferentes épocas..Esse movimento ocorreu durante os anos de instabilidade em Portugal. De um lado, estava Dom Pedro IV ( Dom Pedro I do Brasil), que representava a tentativa de implantação do liberalismo no país; do outro lado, Dom Miguel, seu irmão absolutista. Derrotado, Dom Pedro cede o trono português ao irmão, e só consegue reavê-lo em 1834, quando o liberalismo finalmente venceu.O primeiro romantismo contribui muito para a consolidação...

    785  Palavras | 4  Páginas

  • Romantismo

    Romantismo em Portugal O marco inicial do Romantismo portugês é a publicação, em Paris,do poema "Camões",em 1825,em que o autor ,Almeida Garrett ,fezuma espécie de biografia sentimental do famoso poeta-soldado .Mas o Romantismo como movimento litérario firma-se só a partir de 1836,com acriação da revista Panorama ,na qual se publicam textos já claramente rômanticos de importantes escritores portugueses. O Romantismo, designa uma tendência geral da vida e da arte, um certo momento delimitado...

    1479  Palavras | 6  Páginas

  • Romantismo em portugal

    foram decisivos para o surgimento da Escola Literária denominada Romantismo, bem como seus principais pontos, suas três gerações distintas, e seus principais autores. Com um texto simples e direto, será demostrado de forma simplificada os aspectos desta escola que surgiu em meados dos anos 20 no Século XIX, mas que é lembrada e uma das mais admiradas nos dias de hoje. ROMANTISMO EM PORTUGAL Contexto Histórico O Romantismo em Portugal surge num contexto sociopolítico. Nos anos posteriores às invasões...

    1313  Palavras | 6  Páginas

  • Frei Luis de Sousa - Análise das Caracteristicas Romanticas

    sobre Romantismo/Frei Luis de Sousa Biografia de Almeida Garrett: João Baptista da Silva Leita de Almeida Garrett nasceu a 4 de Fevereiro de 1799 no Porto. Juntamente com a sua família em 1809 ele parte para a Ilha Terceira para fugir à invasão francesa. Após 7 anos volta para Portugal Continental e matricula-se na Universidade de Coimbra no curso de direito. Casa-se com Luísa Midosi aos 23 anos e é nomeado oficial de Secretaria do Reino. No ano de 1823 ele é exilado mas volta para Portugal apenas...

    1356  Palavras | 6  Páginas

  • Romantismo

    O Romantismo no Brasil Após 1822, cresce no Brasil independente o sentimento de nacionalismo, busca-se o passado histórico, exalta-se a natureza da pátria; na realidade, características já cultivadas na Europa e que se encaixavam perfeitamente à necessidade brasileira de ofuscar profundas crises sociais, financeiras e econômicas. De 1823 a 1831, o Brasil viveu um período conturbado como reflexo do autoritarismo de D. Pedro I: a dissolução da Assembléia Constituinte ; a Constituição outorgada;...

    2857  Palavras | 12  Páginas

  • romantismo

    Introdução O romantismo é todo um período cultural, artístico e literário que se inicia na Europa no final do século XVIII, espalhando-se pelo mundo até o final do século XIX. O berço do romantismo pode ser considerado três países: Itália, Alemanha e Inglaterra. Porém, na França, o romantismo ganha força como em nenhum outro país e os ideais românticos espalham-se pela Europa e pela América. As características principais deste período são: valorização das emoções, liberdade de criação, amor platônico...

    1608  Palavras | 7  Páginas

  • Romantismo em portugal

    Romantismo em Portugal s2 O romantismo em Portugal teve início com a publicação do poema “Camões”, de Almeida Garrett. Durou cerca de 40 anos e foi sucedido pelo movimento realista. * Características; * Subjetivismo: o autor trata os assuntos de forme pessoal, de acordo com o que sente, aproximando-se da fantasia. * Sentimentalismo: exaltação dos sentidos, e tudo que é provocado pelo impulso. * Culto ao fantástico: a presença do mistério, do sobrenatural; representando a imaginação...

    619  Palavras | 3  Páginas

  • Romantismo segunda e terceira geração

     ROMANTISMO EM PORTUGAL SEGUNDA E TERCEIRA GERAÇÃO TABOÃO DA SERRA 2014 ROMANTISMO EM PORTUGAL SEGUNDA E TERCEIRA GERAÇÃO TABOÃO DA SERRA 2014 ROMANTISMO EM PORTUGAL SEGUNDA E TERCEIRA GERAÇÃO Projeto de Língua Portuguesa Orientador(a): Prof(a). 2014 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 13 2. DESENVOLVIMENTO...

    821  Palavras | 4  Páginas

  • Romantismo

    . Romantismo  também chamado de Romanticismo , foi um movimento artístico, político e filosófico surgido nas últimas décadas do século XVIII na Europa que perdurou por grande parte do século XIX. Caracterizou-se como uma visão de mundo contrária ao racionalismo e ao iluminismo  e buscou um nacionalismo que viria a consolidar os estados nacionais na Europa. O Romantismo toma mais tarde a forma de um movimento e o espírito romântico passa a designar toda uma visão de mundo centrada no indivíduo...

    2278  Palavras | 10  Páginas

  • Romantismo

    ROMANTISMO NO BRASIL O Romantismo é a arte do sonho e fantasia. Valoriza as forças criativas do indivíduo e da imaginação popular. Opõe-se à arte equilibrada dos clássicos e baseia-se na inspiração fugaz dos momentos fortes da vida subjetiva: na fé, no sonho, na paixão, na intuição, na saudade, no sentimento da natureza e na força das lendas nacionais. O Romantismo surgiu no Brasil em 1836 com a obra Suspiros Poéticos e Saudades, de Gonçalves de Magalhães. Imbuídos de um sentimento nacionalista...

    1072  Palavras | 5  Páginas

  • Romantismo

    Romantismo Aluna: Hyara Mara, nº 19. 2º ano C Ji-Paraná, RO - 19 de Março de 2014. O RomantismoRomantismo teve início no século XIX e os primeiros países que iniciaram o movimento romântico foram Alemanha (1790 – 1830), Inglaterra (1790 – 1832) e França (1825 – 1850). Embora o Romantismo seja a escola literária da primeira metade do século XIX, devemos buscar sua origem no século XVIII, no período revolucionário responsável pelas grandes transformações econômicas...

    2622  Palavras | 11  Páginas

  • Romantismo

    Romantismo em Portugal Daqui um pouco, perderás da vista este mosteiro; correrás milhares de léguas, e não acharás, em parte alguma do mundo, voz humana que te diga: __ A infeliz espera-te noutro mundo, e pede ao Senhor que te resgate. [...] Que importa morrer, se não podemos jamais ter nesta vida a nossa esperança de há três anos?! Poderias tu com a desesperança e com a vida Simão? Eu não podia. Os instantes do dormir eram os escassos benefícios que Deus me concedia; a morte é mais que...

    2342  Palavras | 10  Páginas

  • Romantismo

    Romantismo Durante o século XIX, Portugal participou de grandes transformações políticas europeias. Nesse período as primeiras manifestações pré-românticas aconteceram, mas o Romantismo só teve início no final dos anos 20. Em Portugal, tal como na Europa, o Romantismo manifestou-se também na pintura e na arquitetura. A evolução, na pintura, do neoclassicismo para o Romantismo foi lenta e tormentosa, só tardiamente ganhou expressão entre nós. Não existiam mestres, o seu surgimento é o resultado...

    1615  Palavras | 7  Páginas

  • ROMANTISMO EM PORTUGAL

    O Romântismo em Portugal Durante o século XIX, Portugal participou de grandes transformações políticas europeias. Nesse períodoaconteceram as primeiras manifestações pré-românticas, mas o Romantismo só teve início no final dos anos 20. O introdutor do Romantismo em Portugal é Almeida Garrett, essa nova escola dominará até a década de 60. Como nas demais literaturas, o Romantismo português evoluiu em três momentos, ou gerações, ao longo de mais de quatro décadas. Na década de 1860, torna-se visível...

    576  Palavras | 3  Páginas

  • Parnasianismo em portugal

    Parnasianismo em Portugal O parnasianismo é uma escola literária ou um movimento literário essencialmente poético, contemporâneo do naturalismo-realismo. Um estilo de época que se desenvolveu na poesia a partir de 1850 na França. Originou-se na França, representou na poesia o espírito positivista e cientifico da época, surgindo no século 19 em oposição ao romantismo. Nasceu com uma publicação de uma serie de poesias, precedendo de algumas décadas o simbolismo. O seu nome vem de Monte Parnaso...

    2203  Palavras | 9  Páginas

  • Romantismo

     ANA CAROLINI RAIZA SHEILA TATIANA LOPES NAYARA KETHLYN O Romantismo em Portugal e no Brasil: 3ª e 1ª geração Boa Vista – RR 2014 ANA CAROLINI RAIZA SHEILA TATIANA LOPES NAYARA KETHLYN LEITURA E ESCRITA NO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO Projeto de pesquisa apresentado à Escola Estadual Profª Maria das Dores Brasil, como instrumento parcial de avaliação da disciplina de Língua Portuguesa, da turma 201. Orientadora:...

    2221  Palavras | 9  Páginas

  • romantismo

    1.Introdução…………………………………………………………………………….3 2.Romantismo Em Portugal……………………………………………………4 2.1.Contexto Histórico……………………………………………………………….4 2.2.Conceito……………………………………………………………………………….4 2.3.Caracteristicas…………………………………………………………………….5 3.Os Três Períodos Do Romantismo…………………………………………...6 3.1. 1ªGeração……………………………………………………………………………6 3.2.Principais Autores e Obras……………………………………………………6 3.3. 2ª Geração ou Geração Ultra-Romântica……………………………….7 4.Principais Autores e Obras………………...

    1432  Palavras | 6  Páginas

  • O romantismo

    O Romantismo Introdução Geralmente associamos Romantismo a determinados tipos de comportamentos julgados fantasiosos e que sempre estão ligados á emoções e paixão por homens ou mulheres. Mas o Romantismo possui várias características históricas, como, por exemplo, o nacionalismo e o apego á cultura popular. O Romantismo além de ter sido uma revolução na Europa, também tem seus traços marcantes no Brasil e em Portugal, temas que serão abordados a seguir. O Romantismo marcou a história com suas...

    540  Palavras | 3  Páginas

  • O Liberalismo económico e o Romantismo

     O Liberalismo e o Romantismo Introdução O liberalismo, que se expandiu durante a primeira metade do século XIX após o iluminismo e as revoluções liberais, consistia numa doutrina política, social, cultural e económica que defendia a propriedade privada, a liberdade individual, a igualdade de todas as pessoas perante a lei e o respeito pelos direitos do cidadão. Simultaneamente, o romantismo, que foi a expressão da ideologia liberal, consistia na recusa da racionalidade clássica, na valorização...

    3007  Palavras | 13  Páginas

  • Romantismo

    * O romantismo em Portugal * Características do romantismo em Frei Luís de Sousa -O culto do eu; - Liberdade e Nacionalismo; -A crença no Sebastianismo; -Mulher-anjo e mulher - demónio; -Mito do escritor romântico; -Elevada religiosidade; -Amor; -O domínio do sentimento sobre a razão; -Crenças em agouros. * Conclusão Introdução Este trabalho tem como tema as características do romantismo em Portugal, nele podemos ficar a saber como surgiu o romantismo em Portugal e as...

    1323  Palavras | 6  Páginas

  • Romantismo

     O Romantismo Século XIX, e a Arte Romântica. Unidade Curricular: História de Arte I Curso: Artes Visuais e Tecnologias, 1º ano Índice 1. Introdução………………………………………………………………………………………………………………………….3 2. Conceito de Romantismo …………………………………………………………………………………………………..4 3. Contexto Histórico e Cultural …………………………………………………………………………………………….4 4. Características Gerais………………………………………………………………………………….……………………..5 5. Arquitectura Romântica ……………………………………………………………………………………………………...

    6910  Palavras | 28  Páginas

tracking img