O universo das artes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1204 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O Universo das Artes


O Universo das Artes é o terceiro capítulo do livro Convite a Filosofia de Marilena de Souza Chauí, publicado 2000, pela Editora Ática, São Paulo. Em o Universo das Artes, Caeiro, um dos heterônimos de Fernando Pessoa, apresenta a arte de uma maneira ampla, detalhando exatamente o que é arte relacionada com a sociedade, a cultura, a religião, a técnica, filosofia, anatureza, e outros assuntos relacionados. Mas, sobretudo analisa a relação da Arte com seus produtores, com o contexto no qual a obra é produzida e principalmente com a sociedade para qual é produzida.

Ao iniciar o texto Caeiro afirma que a arte é a eterna novidade do mundo, enquanto Merleau-Ponty a define como advento, como promessa infinita de acontecimentos. O texto também afirma que a obra dearte dá a ver, a ouvir, a sentir, a pensar, a dizer. Nela e por ela, a realidade se revela como se jamais a tivéssemos visto, ouvido, sentido, pensando ou dito. Diz ainda que qualquer tipo de obra de arte é a passagem do instituído ao instituinte, transfiguração do existente numa outra realidade, que o faz renascer sob a forma de uma obra. A arte e técnica num sentido amplo é um conjunto de regraspara dirigir uma atividade humana qualquer. Onde Platão define como sendo dedicadas apenas ao conhecimento e as dispositivas ou imperativas, voltadas para a direção de uma atividade, com base no conhecimento de suas regras. Enquanto Aristóteles as define como sendo a primeira o necessário, não podendo ser diferente do que é e a segunda como o possível, podendo ser diferente do que é. A religiãouma das primeiras manifestações culturais, onde as obras de arte eram encomendadas para fins religiosos, e estudadas pela filosofia, onde tentavam distinguir arte e ciência, que para Plantão não havia diferença.

Para Aristóteles a primeira e mais antiga relação entre arte e Natureza proposta pela Filosofia foi a da imitação: “a arte imita a Natureza”. A partir do Romantismo a Filosofia passa adefinir a obra de arte como criação. Agora o valor é localizado na figura do artista como gênio criador e imaginação criadora. Pois na concepção anterior o valor era buscado na qualidade do objeto imitado. Na concepção contemporânea a arte não imita nem reproduz a Natureza, mas liberta-se dela, criando uma realidade puramente humana e espiritual: pela atividade livre do artista, a fantasia, oshomens se igualam à ação criadora de Deus.

A concepção platônica, que sofrerá alterações no curso da História sociocultural, considera a arte uma forma de conhecimento. A aristotélica, que também sofrerá mudanças no correr da História, toma a arte como atividade prática. A valorização das artes como expressão do conhecimento encontra seu apogeu durante o Romantismo, quando a arte é concebida como “oórgão geral da Filosofia”.


As concepções pedagógica e a expressiva predominam no correr da História das artes, concernentes às finalidades e às funções da atividade artística. A primeira encontra sua primeira formulação em Platão e Aristóteles. Na República, expondo a pedagogia para a criação da cidade perfeita. Na segunda a arte é concebida como expressão, transformando num fim aquilo quepara as outras atividades humanas é um meio. É assim que se diz que a arte faz ver a visão, faz falar a linguagem, faz ouvir a audição, faz sentir as mãos e o corpo, faz emergir o natural da Natureza, o cultural da Cultura. Aqui, a arte é revelação e manifestação da essência da realidade, amortecida e esquecida em nossa existência cotidiana, reduzida a conceitos nas ciências e na Filosofia,transformada em instrumento na técnica e na economia.

Se acompanharmos as transformações sofridas pelas artes, passando da função religiosa à autonomia da obra de arte como criação e expressão, veremos que as mudanças foram de dois tipos. De um lado, mudanças quanto ao fazer artístico, diferenciando-se em escolas de arte ou estilos artísticos. De outro lado, porém, concernem à determinação social da...
tracking img