O que neuroblocos de luria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 33 (8094 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Título do Trabalho
A intervenção psicomotora é dividida em três partes: ANAMNESE, AVALIAÇÃO e RE-AVALIAÇÃO. Os testes psicomotores são aplicados tanto na avaliação quanto na re-avaliação.

Explique por que o psicomotricista precisa conhecer os NEUROBLOCOS DE LURIA para aplicar os testes psicomotores?


Trabalho final apresentado à disciplina DIAGNÓSTICO E INTERVENÇÃO INSTITUCIONAL/CLÍNICAcomo exigência parcial para a obtenção do curso de Pós em PSICOMOTRICIDADE, sob a supervisão do Professor (a).PROFESSORA CRISTIANE.










São Paulo
2012

Sumário

1. Introdução
2. Desenvolvimento
3. Conclusão
4. Referências Bibliográficas


1. INTRODUÇÃO

Tomando como referência o modelo Luria, implicados na atividade consciente do homem, As fontes foram diversas etiveram um tratamento qualitativo.
A intervenção psicomotora é dividida em três partes: ANAMNESE, AVALIAÇÃO e RE-AVALIAÇÃO. Os testes psicomotores são aplicados tanto na avaliação quanto na re-avaliação.
Portanto, procurei realizar uma revisão de literatura no intuito de, inicialmente, conhecer o início da história e desenvolvimento da psicomotricidade, perfazendo brevemente sua trajetória em umâmbito geral, encontrando a sua definição por diversos autores utilizados como pressuposto teórico na pesquisa.

Em relação à delimitação do estudo, esta pesquisa foi restrita à revisão de literatura realizada de interesse ao objeto investigado.
Tomando como referência o modelo do autor, soviético considerado um clássico da literatura neuropsicológica.
Considera-se sete fatores psicomotores:tonicidade, equilibração, lateralização, noção de corpo, estrutura espaço temporal, praxia global e praxia fina.
Luria apresenta um modelo neurofuncional do cérebro, de maneira a se compreender o sistema psicomotor humano e, conseqüentemente, o funcionamento do cérebro.
Esses lóbulos frontais são imprescindíveis na organização do controle consciente do comportamento, na presença de funçõespsíquicas e em processos mentais humanos, concretizando a programação, regulação e verificação da atividade consciente. Verifica-se então, a importância da compreensão desse conhecimento para a realização do trabalho de psicomotricidade, e que todas essas unidades neurofuncionais, propostas por Luria, são integradas e funcionam em conjunto organizadamente.
2.DESENVOLVIMENTO


De início é precisolembrar que, diferentemente do adulto, o cérebro da criança está em desenvolvimento, seus processos maturacionais, ainda que programados geneticamente,como em todas as espécies, têm características próprias ligadas à maior complexidade de seu sistema nervoso, o que possibilita grande diferenciação e especificidade de funções. Nolongo processo de maturação, a aprendizagem ocorre paralelamente e ambosos fenômenos passam a ser reciprocamente complementares.Ao nascimento o sistema nervoso encontra-se em estado de prematuração, mas as formações de material neurônico, a constituição e a distribuição dos agrupamentos deneurônios estão quase terminados. Já no 72 mês de vida intra-uterina, o número de célulasque integram a estratificação arquitetônica do córtex cerebral está adquirido (dez milmilhõesde células nervosas) e a este número praticamente nada se acrescentará depois do nascimento.O material neurônico de sustentação e vascularização do aparelho cerebral é ainda uma organização espacial prévia ao funcionamento da vida de relação: estilos do mundoexterior, coordenação sensório-motora, construção das formas adaptáveis, etc.
É com a experiência que se dará a maturação do sistemanervoso, que se diferenciará o subjetivo e o objetivo, que se organizará a vida psíquica. Esta maturação depende, em especial, do processo de mielinização, que obedecendo a leis constantes diferenciará as diversas porções do sistema nervoso, estendendo-se, após o nascimento, da subcorticalidade à corticalidade, influindo sobre a grande via piramidal e sobre os analisadores perceptivos corticais. Não...
tracking img