O processo de envelhecimento e a sexualidade na terceira idade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 83 (20543 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O PROCESSO DE ENVELHECIMENTO E A SEXUALIDADE NA TERCEIRA IDADE

































































'
















































































RESUMO




A sexualidade, em seucontexto geral, faz parte da natureza humana e obedece a uma necessidade fisiológica e emocional que acompanha os indivíduos desde a concepção até a morte. Com a chegada do processo de envelhecimento, porém, a ocorrência de mudanças orgânicas, psicológicas e sociais pode ocasionar alterações na vivência da sexualidade que, dentro desse mesmo contexto, também se transforma, mas não necessariamente émotivo para que ela se torne desnecessária ou menos agradável. A presente pesquisa teve como objetivo analisar as concepções sobre a prática referente à atividade sexual dos idosos e sua percepção frente às mudanças ocasionadas pelo processo de envelhecimento. A população de estudo constituiu-se de sessenta idosos de ambos os sexos, todos com 60 anos ou mais: 50% se encontravam em um relacionamentoconjugal, e os demais 50% não tinham companheiro(a) fixo(a). Para o levantamento de dados da pesquisa, foi utilizado um questionário a fim de se caracterizar a população, e outro questionário, com 11 questões fechadas que abordam temas como frequência, expectativas, alterações, busca de informações, percepção de preconceito e satisfação sexual. Os resultados demonstraram que 48,3% dosentrevistados ainda praticam sexo, enquanto o mesmo percentual de indivíduos não o faz. Outro dado interessante que a pesquisa pôde constatar é que apenas 28,3% dos entrevistados sempre têm prazer em sua atividade sexual, enquanto 30% dizem nunca sentir prazer na relação sexual. Em se tratando de mudanças ocasionadas pela velhice, 95% dos entrevistados alegaram sofrer algum tipo de alteração como falta deinteresse, disposição e problemas relacionados à saúde. 81,7% dos entrevistados relataram nunca ter percebido qualquer forma de preconceito com relação à sua sexualidade. Pode-se, pois, considerar que o sexo se faz presente na vida do idoso, mas, pelas alterações sofridas pela idade, ou por motivos culturais, muitos idosos tendem a diminuir sua frequência sexual e até mesmo a desconsiderar suasignificativa importância.

Palavras-chave: Sexualidade. Terceira idade. Envelhecimento.

ABSTRACT




Sexuality, in its general context, is part of human nature and it fulfills a physiological and emotional need that followsindividuals from conception to death. With the arrival of the aging process, however, the occurrence of organic, psychological and social changes, can cause changes insexual life and that is also transformed within that same context, but it is not necessarily a reason for it to become unnecessary or less nice. This study aimed to examine the conceptions of practice relating to sexual activity and the perception of the elderly before the changes caused by aging. The population for this study consisted of sixty patients of both sexes, all aged 60 or older: 50% werein a conjugal relationship, and the remaining 50% had no fixed partner. For the collection of data, a questionnaire was used to characterize the population, and another one with 11 multiple choice questions that cover topics such as frequency, expectations, changes, information search, perception of prejudice and sexual satisfaction. The results showed that 48.3% of respondents still have sex,while the same percentage of individuals does not. Another important research is that only 28.3% of respondents always take pleasure in their sexual activity, while 30% say they never feel pleasure during intercourse. Dealing with changes caused by old age, 95% of respondents claimed to have had some type of change as lack of interest and willingness and they also related health problems. 81.7% of...
tracking img