O prisioneiro da grade de ferro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (935 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Filme: O prisioneiro da grade de ferro O filme relata, ainda que não concentradamente, a vida de diversos prisioneiros. Celso Pereira de Alburqueira Jonas de Freitas Lins, José Eliano da Silva,Rubens Lima da Silva, João Vicente Lopes, são alguns deles. Somos levados a diversos âmbitos da vida em reclusão. No filme, o Rap, a religião, e outras atividades são mostradas como tentativas de tornar avida na prisão um pouco menos desagradável. Trata-se, mormente, de um esforço para transformar a vida na prisão em algo um pouquinho mais semelhante à vida fora dela. As formas de destilar cachaça, aprecariedade das medidas profiláticas, dentre tantas outras coisas, mostram a dificuldade de empreender esta tarefa. Supostamente, o filme deveria ser um auto-retrato. Todavia, nesse ponto ele deixa adesejar. A meu ver, permanece a sensação de que o retrato não é sincero, completo. Sentimo-nos, ainda, de fora, estranhos. Os atos de violência são citados, fotos são mostradas, mas nada é filmado.Tem-se, ainda, a sensação de que só se mostra o que se pode, de que há muito ali que não é mostrado. Um auto-retrato do preso é algo como tornar-se preso por duas horas. É ver aquilo que só eles vêem,sem cortes, sem pudores, sem censuras. A passagem dos ratos, em que os presos mostram a enxurrada de camundongos em meio aos quais eles vivem, lembra um livro de Véronique Vasseur. Em 2000, elapublicou Médecin-chef à la prison de la santé, explicando os horrores da prisão La Santé. Nele, ela retrata como os presos eram obrigados a usar suas próprias vestes para tampar buracos nas paredes dascelas, a fim de evitar a entrada de ratos. Os demais insetos eram onipresentes. E, por fim, os presos mais fortes estupravam e violavam de diversas formas os mais fracos, tornando-os seus escravos, pararealizar diversas tarefas e afazeres. Apenas em 1999, 124 presos se mataram na prisão La Santé. Os presos do carandiru também vivem em meio a ratos. Salta aos olhos, por exemplo, a AIDS e o pavilhão...
tracking img