O principe

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1209 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
-------------------------------------------------
Ficha De Estudo
-------------------------------------------------
1 - Aluno
-------------------------------------------------
Francisco Antonio Pereira Filho – Turma B
-------------------------------------------------

-------------------------------------------------
2 - Aula e Objetivo DaAprendizagem
-------------------------------------------------
Aula 8 – Conhecer um pouco sobre Maquiavel e sua Obra, “O Príncipe”, onde esta relatado tudo sobre como deve ser, pensar, e agir um príncipe.
-------------------------------------------------

-------------------------------------------------
3 - Referencia Bibliográfica Do Texto Lido
-------------------------------------------------WEFFORT, Francisco. Os Clássicos da Política. Vol 1. São Paulo: Ática, 2006. (Capitulo 2 - Maquiavel) pág 11-50.
-------------------------------------------------

-------------------------------------------------
4 - Síntese Do Texto.
-------------------------------------------------
Nicolau Maquiavel nasceu em Florença, Itália, em 03 de maio de 1569. Seu pai, advogado, era umestudioso das humanidades, tendo se empenhado em transmitir uma aprimorada educação clássica para o seu filho. Em 1498, com 29 anos, Maquiavel passa a ocupar a segunda chancelaria, exercendo assim, seu primeiro cargo de destaque na vida pública. Em 1512, foi demitido, proibido de abandonar o território florentino por um ano e, em 1513 foi considerado suspeito, sendo assim torturado, condenado a prisãoe a pagar uma pesada multa. Exilado em sua própria terra, impedido de exercer uma profissão, inicia uma nova fase, vivendo de forma modesta, e estudando os clássicos.
Possuindo uma predestinação em falar do estado, o estado real, capaz de impor a ordem, tendo sempre como ponto de partida a realidade concreta, substituindo o reino dodever ser pelo o reino do ser, da realidade. Maquiavel redefine o poder, este passa a não se tratar mais do uso da força, mais sim da utilização virtuosa da força. O governante é o que demonstra a virtú, sendo assim capaz de manter o domínio adquirido. Passa, então, a escrever relatos, e, um desses é “O Príncipe” abordado como tema central desse trabalho.Maquiavel entende serem possíveis duas formas de governo: as repúblicas e os principados, mais sua paixão é pelos principados. Este, segundo ele, é dividido em hereditários, em que os súditos estão acostumados a ver reinar a família de seu príncipe, bastando apenas conservar ordem estabelecida pelos seusantepassados para se alcançar o sucesso; e novos, que podem ser totalmente novos, onde a dificuldade em mante-lo depende do fato de seu fundador conseguir possuir virtude para conservar o que a fortuna lhe deu, ou mistos, quando membros de um estado adquirem outro estado, nesse caso, quando se adquire estado que pertencem a uma província, o sucesso é quase certo, devendo o príncipe manter as leis e osimpostos do seu antigo príncipe, mas, quando se adquire estado numa província de língua, costumes e instituições diversas, há uma certa dificuldade, nesse caso o príncipe adquirente deve ir residir no novo estado ou mandar colonizar regiões chaves para o novo estado, deve, também, se tornar defensor do vizinho de menor tamanho e cuidar que, de modo nenhum, entre nele um estrangeiro tão poderoso comoele.
Há também os principados civis e os principados eclesiásticos, os primeiros se formam por meio da vontade do povo, que escolhe um representante, que se torna o “escolhido”, para se tornar o escolhido...
tracking img