O povo ativo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (259 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O “povo” é comumente utilizado como legitimação às normas e ações jurídicas. Pois, esse conceito de poder emanado e criado pelo povo serve como fundamento aessa legitimação.
Uma constituição só é possível se houver esse “poder do povo”, e sua importância não deve ser tratada com descaso e banalidade. Apro-atividade e execução da vontade social devem prevalecer.
Um estado democrático (governo do povo), se auto justificaria, pois, toda ação seria uma consequênciada vontade do povo, este, seria como a ultima instancia de governo.
Ao tempo que o povo “governaria” através do direito eleitoral e da suposta interferênciana elaboração jurídica do estado, falta ainda uma maior clareza quanto a sua real influencia no cenário politico.
Quando se fala de povo ativo, considera-setoda a população eleitora e elegível, a porção da sociedade capaz de interferir direta ou indiretamente no rumo político do estado democrático. Seria esse opilar central da democracia, a elaboração normativa vinda do povo-ativo. Como não existe efetivamente um autogoverno, o poder da maioria deveria ser expressopelas normas que regem a sociedade e executado pelos seu representantes eleitos.
Mas na prática, não é isso que ocorre. A alienação que toma conta dasociedade torna esse sistema falho, as normas não representam a vontade da maioria e os eleitos não são os mais capazes. E assim todo o sistema político-jurídico setorna ineficaz quanto ao objetivo original e primitivo. E o que deveria ser um governo para o povo, se torna um governo corrupto, injusto e de minorias.
tracking img