O poder

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1178 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FICHA DE ESTUDO |

ANTONIO CARLOS DOS SANTOS |

CIÊNCIA POLÍTICA AULA 3 |
Compreender o estudo da política no mundo atual, conhecer as características do poder político, a política junto à sociedade, à moral e ao direito. |

BIBLIOGRAFIA |
SANTOS, Boaventura de Sousa. A crítica da Razão Indolente: contra o desperdício da experiência. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2002. p. (55-117) |SÍNTESE DO TEXTO. |
DA CIÊNCIA MODERNA AO NOVO SENSO COMUMA crise epistemológica destes últimos 200 anos está permitindo a absorção do pilar da emancipação pelo da regulação. Este último, apesar de ser o paradigma dominante, aos poucos vai perdendo seu espaço. A regulação é mantida em equilíbrio através das três racionalidades a seguir: moral prática, estético expressivo e cognitivo instrumental.A racionalidade cognitivo instrumental colonizou aos poucos as várias racionalidades da emancipação o que elevou a concentração das potencialidades emancipatórias da modernidade na ciência e na técnica. Isso possibilitou a ascensão do marxismo como ciência [sociologia] e o socialismo como modelo social vigente ainda em uns poucos países.O desenvolvimento dos meios de produção e do consumismo[mercado] em detrimento do Estado e comunidade [princípios da regulação], nos mostra o desenvolvimento desigual da emancipação ao invés de ser dissolvida pela regulação. A regulação ficou desacreditada como pilar da modernidade devido a contradições internas, tornando-a impossível, ao passo que a torna a emancipação impensável. (SANTOS, 1981, p.57)Como paradigma dominante a regulação constituiu-se noséc. XVI com a revolução científica e com o domínio das ciências naturais nos séculos seguintes. Isso lhe rendeu a alcunha de modelo global de racionalidade científica. A partir daí avança sistematicamente observando os fenômenos naturais com base nos quatro tipos de causa da física de Aristóteles: material, formal, eficiente e final. Tudo isso baseado na ideia de que o passado repete-se nofuturo. Essa é a ideia de estabilidade do mundo que permite a transformação tecnológica do real. Apesar de possuírem muitas diferenças entre si, é possível estudar os fatos ou fenômenos sociais como se fossem naturais, ou seja, transformá-los em objeto. Há aqui um inconveniente, porque os seres humanos modificam seus comportamentos e cultura, logo devemos considerar a ciência social como subjetiva e nãoobjetiva.Ao elaborar a teoria da relatividade, Einstein causou o primeiro rombo no paradigma [regulação] como afirma Santos: (1981, p. 68) “O aprofundamento do conhecimento permitiu ver a fragilidade dos pilares em que se funda.”Se há fragilidades, urge a necessidade de um paradigma moderno, científico e solidário que seja emergente e resolva a carência do princípio da comunidade no domínio daregulação. Esse esquecimento até que veio a calhar, visto que o princípio da comunidade ao ser deixado na margem manteve-se aberto a novos contextos. Aqui os conceitos se invertem, pois o conhecimento regulação coloniza o saber em geral, de modo que o que na regulação é ordem e saber, para a emancipação é caos e ignorância. A saída não é fácil, mas sabemos que é reafirmar e revalorizar aemancipação.Quando observamos os fatos sociais como coisas, seja humano ou não, fazemo-lo de modo a que nos ajude a perceber a diferença entre sujeito e objeto, isso na emancipação é um ponto de partida e não de chegada, pois não há como estabelecer uma relação com o outro se não transformá-lo em objeto. A transformação em objeto deu a eles caráter subjetivo [objetivo] aumentando a eficácia consumista graças àcapacidade de sedução.Não é na ciência moderna que encontramos a única explicação da realidade como afirma Santos:No paradigma emergente, o caráter autobiográfico do conhecimento-emancipação é plenamente assumido um conhecimento compreensivo e íntimo que não nos separe e antes nos una pessoalmente ao que estudamos. Não se trata do espanto medieval perante uma realidade hostil possuída do...
tracking img