O papel da agricultura na diversidade da economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 41 (10146 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O papel da agricultura na diversificação da economia e no combate à pobreza
Até 1973 Angola satisfazia a maior parte das necessidades alimentares do mercado nacional, era um dos maiores exportadores mundiais de café e exportava igualmente outras commodities agrícolas, como o algodão e sisal, e também alimentos como milho, mandioca em chips e banana (MINADER/FAO, 2004). Presentemente, a produçãoagrícola apresenta valores muito baixos e o país gasta elevados recursos financeiros na importação de alimentos, por razões conhecidas.
A falta de estatísticas agrícolas credíveis dificulta qualquer análise séria da agricultura angolana. Por tal razão, as cifras aqui referidas são as oficiais, com fonte no Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas (MINADERP, 2012), querdirectamente, quer através de fontes secundárias, como a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) e outras.
Neste texto procurarei, em grande parte com o suporte do conteúdo do Relatório Económico de 2012 do Centro de Estudos e Investigação Científica (CEIC) da Universidade Católica de Angola (UCAN), dar uma ideia da situação da agricultura em Angola e fazer algumasconsiderações sobre como ela poderá ser um poderoso instrumento no combate à pobreza e contribuir para a diversificação da economia.
Comportamento da produção
Agricultura
Área cultivada
Angola tem uma área agrícola potencial de cerca de 58 milhões de hectares (FAO, 2010) , dos quais foram cultivados cerca de 5,2 milhões no ano agrícola de 2010/11 (MINADERP, 2011). Isto significa que é trabalhadaactualmente apenas menos de 10% da superfície arável.
Aproximadamente 97% dessa área era ocupada em 2011 pelas sete principais culturas alimentares: milho (cerca de 38%), mandioca (24%), feijão (17%), amendoim (7%), massango/massambala (4%), batata doce (4%) e batata (3%). O café, que até 1973 constituía o principal produto de exportação, representava em 2010, em termos de área explorada, apenas 0,6%da superfície cultivada total (FAO, 2010).
As áreas cultivadas sem qualquer recurso mecânico, segundo estimativa do CEIC, foram de quase 5,1 milhões de hectares, o que equivale a mais de 97%, sendo as restantes trabalhadas com tractor (pouco mais de 2%) e com tracção animal (menos de 0,5%). Isto mostra que a abertura de novas áreas – necessária por causa da quase estagnação da agriculturadurante muitos anos – significa um esforço penoso por parte dos agricultores familiares, o que é agravado pelo facto de as explorações familiares terem cada vez menos disponibilidade de força de trabalho, mas também imensos constrangimentos para os empresários devido à falta generalizada de recursos .

Caracterização dos produtores
Usualmente, os agricultores angolanos são classificados em duasgrandes categorias, de acordo com a concepção “dualista” que perdura desde o tempo colonial e que ainda é seguida pelo MINADERP: os agricultores familiares e os empresariais. Mas as diferenças entre esses dois grupos não são facilmente detectáveis, pois muitos dos agricultores considerados “empresários” são muitas vezes menos habilitados do que os chamados agricultores familiares, informais ou“tradicionais”.
Segundo o MINADERP, existiam em Angola em 2011 pelo menos 2.058 mil agricultores familiares (MINADERP, 2011). A assistência prestada a estes agricultores está hoje muito aquém da que patenteavam os vários serviços de fomento existentes nos anos 70, que permitia volumes de produção que faziam da agricultura angolana uma das mais prósperas do continente africano, com uma importanteligação ao mercado, para onde canalizavam cerca de 54% da sua produção, não só para consumo interno, mas também para a exportação.
Na campanha agrícola 2010/11 são referenciadas 8.360 explorações agrícolas empresariais que trabalharam uma área estimada pelo CEIC de 5.244 mil hectares de terras, o que representa cerca de 0,4 % da área total, mas que apresentam uma grande diversidade entre si,...
tracking img