O monge e o executivo: uma história sobre a essência da liderança

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1049 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de agosto de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADES BORGES DE MENDONÇA
BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTABÉIS
DISCIPLINA: COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO




HUNTER, James C. O monge e o executivo: uma história sobre a essência da liderança. Traduzido por Maria da Conceição F. de Magalhães. Rio de Janeiro: Sextante, 2004.139 p.

James C. Hunter nasceu em 26 de Junho de 1955 em Detroit, atualmente mora em Michigan com a esposa e a filha.Ele é consultor chefe da J. D. Associados, uma empresa de consultoria de trabalho e relacionamento. Hunter é muito solicitado como instrutor e palestrante, por ter mais de 20 anos de experiência. Além desta obra também publicou: Como se tornar um líder servidor: os princípios de liderança de o monge e o executivo(2006); Las claves de la paradoja: una guia practica para el líder com vocacion deservicio(2005); Fish!: la eficácia de um equipo radica em su capacidad de motivacion(2003); La paradoja: um relato sobre la verdadera esencia del liderazgo(1999).
O livro conta à história de John Daily, um homem casado com Rachel, uma psicóloga, tem dois filhos: um adotado e outro não, John Jr. e Sara. É um executivo bem sucedido e técnico voluntário de um time de beisebol. Desde o inicio de suavida ele se vê perseguido pelo nome Simeão, tendo sempre o mesmo sonho: “Ache Simeão e ouça-o!”
Após um movimento sindical em sua fábrica; as insubordinações dos filhos e as constantes reclamações de sua esposa, ele percebe que sua vida não está indo muito bem. Sua esposa então recomenda que ele vá se aconselhar com o pastor da igreja.Este, por sua vez, recomenda que ele passe uma semana em ummosteiro. No inicio houve um pouco de resistência, quebrada logo que o pastor diz que um dos quarenta frades um é Leonard Hoffman, um ex-executivo que teria desaparecido sem deixar pistas.
Chegando no mosteiro ele logo já pergunta por Leonard Hoffman, querendo falar com ele, e acaba recebendo a resposta de que aqui no mosteiro ele é conhecido como Simeão. No primeiro encontro da turma, de seisintegrantes, com Simeão ele pede uma apresentação e o motivo que os trouxeram até ali. John, enquanto os outros falavam, pensava no que dizer, quando chegou sua vez Simeão então pediu que ele repetisse o que o último participante falou, John disse que não ouviu. Simeão então falou: a primeira lição é saber ouvir.
Nas aulas seguintes eles debateram sobre a diferença de poder e autoridade, e o conceito deliderança. Depois discutiram sobre o novo e o velho paradigma. Em uma das conversas de Simeão e John, Simeão falou que quando trabalhava ele pediu para seu chefe demitir outros dois vice-presidentes, como ele, que sempre estavam com opiniões contrárias. Seu chefe então falou que se nós adotássemos só o seu jeito de liderar, entregaríamos a companhia, é preciso que haja opiniões contrárias.
Emuma das aulas falaram do amor ágape, bondade, respeito e paciência, sinônimos de liderança. Significa o que você faz e não o que você sente, você pode odiar uma pessoa e agir com amor. Falaram também sobre o ambiente de trabalho que deve ser saudável para estimular os funcionários. Sobre a práxis, Simeão disse que, ao nos comprometermos a amar alguém e a nos doar a quem servimos desenvolvemossentimentos positivos por esta pessoa. Ao dizer que a liderança começa com uma escolha, remete-nos aos quatro estágios para adquirir novos hábitos e habilidades: Inconsciente e Sem Habilidade, Consciente e Sem Habilidade, Consciente e Habilidoso, e Inconsciente e Habilidoso. Referindo-se às recompensas obtidas ao liderar com autoridade, foi citada a alegria, um sentimento muito mais profundo,independente de circunstâncias externas.
Ficou bem claro no último capítulo que tudo o que foi aprendido deve ser bem aplicado e isto serve para tudo na vida, expandindo o alcance desta obra a todos aqueles que são líderes em qualquer área, e que devem exercer suas atividades com autoridade, mas também com bondade, que saibam ouvir, considerar, reconhecer e elogiar. Parece uma obra de auto ajuda, tão em...
tracking img