O amor e seu verdadeiro significado - uma reflexão acerca do mandamento mais importante dado por jesus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3561 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
COMUNIDADE EVANGÉLICA SARA NOSSA TERRA
INSTITUTO DE VENCEDORES
MÓDULO III

O AMOR E SEU VERDADEIRO SIGNIFICADO
Uma reflexão acerca do mandamento mais importante dado por Jesus

FELIPE DIAS DOS SANTOS

LÍDER: PASTOR KENNEDY PRADO
EQUIPE IDENTIDADE

ORIENTADOR: RAFAEL MENEZES

SÃO JOSÉ, 14 DE JUNHO DE 2012
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO
2. OS TIPOS DE AMOR
3. O AMOR COMO OMAIOR MANDAMENTO DADO POR JESUS
4. CONCLUSÃO
5. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. INTRODUÇÃO
O presente trabalho baseia-se na lição 11, Módulo II, do Instituto de Vencedores, e tem por objetivo fazer uma reflexão acerca do texto de Mateus 22:34-40, o qual Jesus afirma que o mandamento mais importante é amar a Deus sobre todas as coisas e amar ao próximo como a si mesmo, a fim de compreendermelhor o real significado deste amor, visto que essa palavra possui diversos significados no vocabulário grego, e que o Novo Testamento fora escrito também em grego. Diante do exposto vem a seguinte questão: Afinal, o que é amor? Qual o significado deste sentimento tão nobre? E como amar ao próximo incondicionalmente?

2. OS TIPOS DE AMOR
O amor sempre esteve presente na história dahumanidade, por meio dele guerra foram declaradas e loucuras realizadas. Ele está estampado em cartazes de cinema, capas de revista, embalagens de perfumes, chocolates, entre outros. É o ponto central dos programas de televisão, o personagem principal das peças teatrais, e o desejo mais íntimo do ser humano. É um sentimento tão intenso que Salomão chega a dizer que ele “é forte como a morte”, e Paulocompleta afirmando que nada seria sem o amor.
A palavra amor aparece em diversas passagens da Bíblia. Em 1 João, a Bíblia nos ensina o próprio Deus é amor: “E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele.”, nos mostra também que por esse amor Deus nos deu Seu único filho enquanto ainda éramos pecadores: “Porque Deus amou o mundo de talmaneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”
Definitivamente, o amor de Deus é algo que ultrapassa nosso entendimento. Mas, afinal, o que é amor? Qual o significado deste sentimento tão nobre?
O dicionário define amor como: “Sentimento de gostar muito de outra pessoa ou coisa, de forma a querer fazer o bem para essa pessoa, servivente ou mesmo coisa”. Porém, na língua grega, o amor possui vários significados, quais sejam: Eros, storgé, philos e ágape.
Éros significa sentimentos baseados na atração sexual e desejo ardente, do qual se deriva o termo “erótico”. Esse tipo de amor pode até incluir algum sentimento verdadeiro, mas é, basicamente, atração física, desejo sexual e expectativa de satisfação pessoal.O Eros apresenta-se como amor pelo outro, mas é amor por si próprio.
Este tipo de amor é encontrado em provérbios 7:18-19: “Vem, saciemo-nos de amores até à manhã; alegremo-nos com amores. Porque o marido não está em casa; foi fazer uma longa viagem”.
Storgé refere-se à afeição, especialmente para com a família e os seus membros, expresso em Romanos 12:10: “Amai-vos cordialmente uns aos outros com amorfraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros.” 
Philos, em geral, baseia-se em algo recíproco, que pode ser destruído se não houver reciprocidade. Diz respeito mais com alma do que com o corpo, lidando com a personalidade humana, as emoções e a vontade. Envolve também compartilhamento mútuo. Neste nível, o amor é menos egoísta, mas ainda contempla o prazer, a realização e os interesses pessoais. Esuma, philos é o amor que troca.
Este é o grau de afeição que Pedro disse ter por Jesus, quando este lhe perguntou, em João 21:15-16:
[...] Disse Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de Jonas, amas-me mais do que estes? E ele respondeu: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta os meus cordeiros. Tornou a dizer-lhe segunda vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Disse-lhe: Sim,...
tracking img