O metodo das partidas dobradas no sec. xxi

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (295 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Governo editará MP (Medida Provisória) com reajuste do salário mínimo e das aposentadorias
Do Valor Online
BRASÍLIA - O líder do governo na Câmara, Henrique Fontana (PT-RS),confirmou a edição, na próxima semana, da medida provisória que aumenta o salário mínimo para R$ 505 a partir de 1º de janeiro de 2010 e reajusta em 2,5% as aposentadorias e pensõesde quem recebe acima desse valor. A MP vai trazer ainda a política de valorização do salário mínimo até 2023, estabelecendo que ele será corrigido com base na inflação de dois anosantes e o PIB do ano anterior.
O governo desistiu do projeto de lei sobre o assunto, em tramitação no Congresso, porque não conseguiria derrubar a emenda apresentada pelo senadorPaulo Paim (PT-RS). O destaque do petista gaúcho estendia aos aposentados e pensionistas o mesmo percentual de reajuste concedido ao salário-mínimo. Para evitar o constrangimentode o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ser obrigado a vetar uma matéria favorável aos aposentados, o governo optou por conduzir uma negociação com as centrais sindicais eencontrar uma proposta intermediária, que representará um impacto de R$ 3 bilhões nas contas da Previdência.
(Paulo de Tarso Lyra | Valor)(Phttp://g1.globo.com/Noticias/Economia_Negocios/0,,MUL1419830-9356,00-GOVERNO+EDITARA+MP+COM+REAJUSTE+DO+SALARIO+MINIMO+E+DAS+APOSENTADORIAS.html

O impacto para as empresas

Para as empresas esses aumentos nãoprejudicam a sua própria economia, por que é repassado esse reajuste para o cliente através do produto ou serviço. Com isso o aumento acaba refletindo para toda a sociedade,porque as pessoas irão receber mais, porem irão pagar mais.
A aposentadoria aumentando, esse reajuste é repassado para as pessoas que trabalham e tem carteira assinada.
tracking img