O mercado de bebidas no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1069 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O MERCADO DE BEBIDAS NO BRASIL
O mercado de bebidas mistura tradições centenárias e pequenas companhias familiares, destilarias de grande porte, companhias globais que atendem a centenas de países, distribuidores independentes, exportadores e importadores. Isto sem falar no que o setor põe em movimento, criando empregos e riqueza na indústria do bem viver: bares, restaurantes, casa noturnas,hotéis. Uma cadeia estimada hoje em R$ 2 bilhões de faturamento (a cifra vai para R$ 8 bilhões para o mercado como um todo, incluindo as cervejas) e que responde por 60 mil empregos diretos e outros 240 mil empregos indiretos (excluídas as cervejas). Estima-se que o consumo médio de alimentos líquidos de
uma pessoa seja em torno de 730 litros por ano e no Brasil, o total de consumo por pessoa porcategoria de bebida é de cerca de 246 litros ao ano.

As indústrias de alimentos e de bebidas são frequentemente consideradas muito próximas, o que é natural, já que ambas se destinam à nutrição humana. Além disso, compartilham diversas características, como a importância do marketing e da propaganda e a sazonalidade de certas linhas de produtos. Um exame mais atento, contudo, permite observaruma diferença fundamental entre esses dois setores. O de alimentos tem dimensões muito superiores, já que, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção da indústria de alimentos foi de oito a dez vezes maior que a apresentada pela indústria de bebidas, no período entre 1999 e 2003.

Com relação à produção das bebidas (que nessa indústria envolve a fabricação doproduto básico, o engarrafamento e a distribuição, além do fornecimento das matérias-primas e embalagens) é notável a causa dos preços mais reduzidos desses produtos que se deve principalmente ao baixo custo da água, que representa uma elevada proporção na composição da maioria das bebidas (com exceção das bebidas alcóolicas, uma vez que nas bebidas destiladas a água pode constituir-se em menos de 50%do produto final); e as embalagens, pois estas afetam diretamente a viabilidade de se praticar preços mais reduzidos. Essa facilidade é importantíssima para esse setor, que é dependente da renda da população, uma vez que o fator preço ainda é o principal determinante do consumo nesse mercado. Assim, mesmo que as empresas invistam em qualidade e fixação de marca, a competição é baseada no preço doproduto final ao consumidor.

Essa indústria tem como característica a produção de bens relativamente homogêneos e destinados, basicamente, ao consumo interno. Como envolve um processo de fabricação com pouca capacitação tecnológica e técnicas já difundidas, as necessidades de investimentos em pesquisa não são impeditivos ao ingresso de novas empresas, embora inovações em processos e técnicasde comercialização sejam também importantes determinantes para o sucesso nesse mercado. Assim, o setor de bebidas brasileiro tem apostado no futuro, criando fronteiras notáveis de crescimento da nova região vinícola do vale do São Francisco, em Pernambuco, à nova categoria de bebidas misturadas do tipo "Ice". Inovação e diversificação têm sido a chave para a sobrevivência. A grande diversidadenessa indústria evidencia o fôlego da indústria de bebidas para reciclar-se e sintonizar-se com seu tempo e seus consumidores.

O mercado de bebidas apresenta-se próximo ao padrão de oligopólio competitivo. A forte competitividade mediante
atributos como qualidade e outros fatores subjetivos relacionados às preferências e ao gosto de cada consumidor constitui-se em significativas barreiras àentrada de novos concorrentes, pois demandam altos gastos com propaganda e com montagem de uma rede eficaz de distribuição (lembrando que para este setor pode-se afirmar que o emprego dos canais de distribuição, os gastos com propaganda e a escolha das embalagens são os elementos fundamentais da estratégia empresarial da indústria de bebidas) , obrigando, assim, as empresas a operarem com reduzidas...
tracking img