O historicismo: aron versus dilthey. in: reis, josé carlos. a história. entre a filosofia e a ciência. são paulo: ática, 1996.

O Historicismo: Aron versus Dilthey. In: REIS, José Carlos. A História. Entre a filosofia e a ciência. São Paulo: Ática, 1996.

Introdução

No século XIX cai à filosofia tradicional da história para nascer à filosofia critica da história. Dilthey acredita que o único caminho aberto para a filosofia da história era a crítica Kantiana. Pois aço contrário da lógica hegeliana que se mostra nadialética da história, com a concepção de Razão que se mostra no tempo da história e no espaço da natureza.
Enquanto Kant coloca diante da história questões também postas diante da física para encontrar o caráter especifico do conhecimento histórico, Comte pretendia apenas aproximar as ciências humanas da física, modelo único e definitivo de ciência. A tentativa de cientificizar a história se mostradentro do diálogo do conceito de ciência e em que medida o historiador se apropria deste discurso para a sua pesquisa historiográfica.
O projeto desta filosofia critica da história é prosseguir a obra Kantiana, que deixara de lado as ciências humanas. O questionamento aqui apresentado é sobre o problema da originalidade do conhecimento nas ciências humanas.
O projeto da filosofia critica dahistória é tornar o conhecimento histórico independente dos modelos de objetividade da física e afastando-o da filosofia especulativa. O questionamento aqui é sobre a objetividade do conhecimento histórico. Weber vai refletir sobre os limites da objetividade histórica e até onde ela vai ser independente da vontade do historiador.
A questão se mostra relevante na medida em que dentro do saberobjetivo a história constrói uma abordagem estética que a legitime como verdade. Dilthey propõe o rompimento com o naturalismo e a autonomia das ciências humanas. Seus argumentos são: se não se pode conhecer o interior do que foi criado pela natureza então não se pode conhecer o interior da natureza humana do individuo, portanto a metodologia das ciências naturais não pode ser usada para o conhecimentodas criações do Espírito. O homem criou apenas o mundo social, o direito, a cultura.
O objeto-sujeito exige uma abordagem específica, a abordagem da compreensão. Pois a abordagem das ciências naturais não alcança o exterior. O que não é suficiente para conhecer o sujeito. Pois na modernidade se estabeleceu por meio do pensamento kantiano os limites da racionalidade, através do problema dafinitude.
Momento este que coloca em restrições o projeto da epistemologia clássica em sua pretensão de verdade. Agora, o sujeito pode ser objeto de si mesmo. O método de conhecimento do sujeito para Dilthey começa pelos sinais exteriores, o método crítico das fontes e vai até a ocupação do lugar do outro é onde ele atinge o seu interior. É quando se coloca no lugar dele tentando reviver suasexperiências interiores que o historiador consegue compreende- lo.
A nova filosofia da história que ele vai chamar de ciência histórica compreende o individuo em sua totalidade singular, seu modelo de história começa pelo individuo e não pelo grupo. Questão colocada já dentro do pensamento hegeliano, onde a noção de totalidade engloba o conceito de ciência como o conjunto composto por outros conjuntos numarelação entre aparte e o todo. Sendo que a aparte se determina a partir do todo e o todo se presentifica nas partes.
Enquanto a filosofia da história tradicional procurava o objeto à nova filosofia histórica procura o sujeito-objeto. Dilthey conclui que a verdade absoluta está fora de alcance. A filosofia critica da história só pode oferecer à ciência histórica específica o relativismo. Nestaperspectiva, cabe a diferença conceitual entre objetividade e objetivação.
Na objetividade, reside a crença de que o pesquisador pode capturar o real com todos os seus contornos; já na objetivação o pesquisador elencar ou institui o objeto como legítimo para a pesquisa. Logo, a verdade como alvo da pesquisa, da leitura e do fazer historiográfico é colocado como estética textual utilizada pelo...
tracking img