O folkmarketing nas festas juninas luso-brasileiras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (586 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE COMUNICAÇÃO, TURISMO E ARTES DISCIPLINA: Folkcomunicação ALUNA: Ysabelly Morais MAT: 10823966

Texto de observação sobre Festa Junina em Portugal: marcasculturais no contexto de folkmarketing Severino Alves de Lucena Filho*

Celebração com folguedos, bandeirolas, balões, comidas a base de milho, sardinhas, xote, baião, marchas, missas e procissões emexultação de santos popularmente conhecidos. Esses são alguns ícones, que através dos quais se pode facilmente identificar a que período festivo do ano estamos nos referindo. Talvez marchas esardinhas sejam um tanto quanto elementos estranhos se levado em conta a comemoração junina dentro das fronteiras brasileiras. No entanto, se estendermos um pouco mais nosso campo de visão, permitindoanalisar a festa dos santos populares também em Portugal, a sensação de estranheza logo será perdida. Mas, independente dos lugares onde acontecem, seja em terras americanas ou europeias, será mesmo quetradição, religiosidade, costumes passados de geração para geração e o prazer de se reunir com amigos e familiares são as únicas coisas que motivam a continuidade desse festejo? Todo e qualquer ato deexpressão humana sofre alterações no decorrer do tempo, afinal não existe progresso sem mudança. Logo, o ser humano e o meio em que ele vive e todo o universo de interferências (sociais, culturais,biológicas, geográficas etc.) presente nessa relação são responsáveis por uma série de adaptações em seu modo de vida. Desta forma, embora a tradição seja algo que permeia o âmbito social e que faça alusãoa costumes arcaicos, não se pode afirmar que neste processo de valorização do “antigo” não estejam presentes as mudanças. Buscar a festa junina em suas origens reforça essa ideia. No início, acelebração comemorava a chegada do sol, da colheita e era intrinsecamente rural. Em seguida, o cristianismo se apropriou da festa e lhe deu caráter religioso, comemorando aniversário de nascimento ou...
tracking img