O fim do euro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (603 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Relatório de aula

Disciplina de Economia C15. Novembro.2012

"Um dos grandes segredos da sabedoria económica é saber aquilo
que não se sabe."
John Galbraith

"O desemprego é o maior problema social de um país. Um povo semtrabalho não pode ser feliz. Sem trabalho, não há pão. Sem pão, não há razão. Razão de ser. Razão de existir. Razão de possível convivência humana."
Francisco Providência

"Perante um obstáculo, alinha mais curta entre dois pontos pode ser a
curva."
Bertolt Brecht

O desemprego é um tema que hoje em dia trás repercussões incríveis na nossa economia e nas nossas vidas, nomeadamente nodia-a-dia.
Segundo as notícias obtidas, a taxa de desemprego em Portugal subiu para 15,8% no terceiro trimestre. Os números do INE mostram que 24% da população ativa está no mercado de trabalho. Entre osjovens, o número dispara para 52,4%, estes são os mais prejudicados. Assim, um em cada quatro portugueses ativos está no mercado de trabalho, o que significa que o desemprego já afecta quase 1,4milhões.
Os desempregados em Junho de 2011, eram 675 mil, o que representava já assim uma taxa elevadíssima de 12,1%. Em Março deste ano eram os números que hoje se conhecem como 819.300, aproximadamente14,9%. Consoante as contas das medidas do governo e da Troika são mais 144.300 desempregados.

Embora, no centro o desemprego é significativo, no Porto, é onde se encontra a maior taxa de desempregodo país. Com um total de 86855 desempregados, esta região alcançou um rácio de 7.8%, face o total da sua população residente.
O Litoral Norte regista 6.2%, a região Sul 5.9%, seguido das regiões doInterior Norte com 5.6% e a Grande Lisboa e Litoral Centro, ambas com 4.9%. Em termos de concelhos, Espinho é o concelho com maior rácio de desemprego do Continente, uma vez que este número...
tracking img