O estudo da anatomia do poder em escolas públicas de ensino fundamental do centro-oeste mineiro, à luz de galbraith.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 34 (8313 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O Estudo da Anatomia do Poder em Escolas Públicas de Ensino Fundamental do Centro-Oeste Mineiro, à Luz de Galbraith.

Resumo:

A questão do poder estabelecido nas relações entre pessoas, no cotidiano das organizações, é algo que fascina e que acompanha o ser humano ao longo da história. Em face disso, é uma fonte de constantes reflexões por parte de estudiosos de diferentes áreas doconhecimento. Entre outras coisas, busca-se compreender o que move as pessoas a criarem e manterem relações de influências umas sobre as outras.
Diante desse contexto, esta pesquisa teve como objetivo principal observar a percepção dos gestores, professores e funcionários de duas escolas quanto aos elementos que investem os gestores de poder e lhes permitem aplicá-lo, mantê-lo ou perdê-lo. Para fornecersuporte empírico ao escopo da pesquisa, tomou-se como objeto de estudo duas Escola Pública de Ensino Fundamental, localizada em Pimenta - MG.
É uma pesquisa com abordagem qualitativa de análise de dados, na qual os dados foram coletados por meio de entrevistas com roteiro semi-estruturado, com vistas a abarcar a realidade de forma mais profunda, não focando em questões quantitativas.
Aobservação dos fatores foi feita através de estudo de caso e a pesquisa assumiu também a característica participante em uma das instituições, uma vez que o pesquisador é membro e participa ativamente do cotidiano da escola, situação que possibilitou uma compreensão mais profunda da realidade, através da observação participante.
A análise dos dados foi baseada na obra “Anatomia do Poder” de John K.Galbraith, com vistas a fazer um confronto das respostas dos participantes com os conceitos e percepções estudadas de forma a descrever relações, clarear percepções e levantar possíveis críticas ou considerações relevantes para a compreensão da temática.
Alguns resultados da pesquisa apontam que além da identificação da organização e o papel da hierarquia como fontes primárias de poder, há umacento nas características e habilidades pessoais do diretor como fonte, fatores mantenedores e de perda do poder no ambiente escolar. E é a capacidade do diretor de exercer sua liderança, de saber lidar com as situações, de entender as necessidades de cada um e sua postura na forma de persuadir os funcionários que é o instrumento de exercício de poder mais utilizado.
A pesquisa não teve a pretensãode aprofundar e analisar todas as visões e perspectivas sobre a temática do poder, ficando assim, limitada nos aspectos propostos de focar alguns conceitos, características e resultados do poder no ambiente escolar.

Palavras-chave: Relações de Poder; Fontes e instrumentos de poder; Gestão Escolar.

1 INTRODUÇÃO

Em face das constantes transformações pelas quais passam, as organizaçõesmodernas se tornam fontes de análises e estudos que buscam compreender sua complexidade, as relações que definem e as interações e resultados que apresentam à sociedade. Considerando suas finalidades essenciais que incluem a produção de bens e serviços, conhecimentos e satisfação de necessidades, há de se estudar as complexas relações que se estabelecem em seu interior e que influem diretamente navida das pessoas nelas inseridas.
Dentro das organizações, grupos distintos de pessoas se relacionam e convivem visando atingir objetivos determinados. Nessas relações, parece natural que um indivíduo ou grupo desponte como líder, condutor e, por vezes, controlador dos demais para que os objetivos propostos sejam alcançados. Neste contexto, definem-se pessoas que dão ordens de comando e outras quese submetem e cumprem as ordens, em um processo de relações de poder, que pode ser canalizador de esforços, mas também instrumento de subjugação.
Nas relações de poder é possível perceber que a pessoa que dele se reveste é capaz de determinar vontades, criar teias de relacionamentos e impor as suas vontades, adotando, muitas vezes, diferentes formas para não dispor dos meios que lhe concedem a...
tracking img