O coronel e o lobisomem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4499 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CAPÍTULO 1
Os anos da "pequenice" do coronel: órfão muito novo, foi criado pelo avô Simeão, que enxerga no neto "todo o sintoma do povo da política", pois o menino era invencioneiro e linguarudo, "desabusado da boca". Simeão deixa o menino aos cuidados de Sínhá Azeredo, velha solteirona. Ponciano cresce num lugar chamado Sossego, nos ermos, onde havia "algazarra de lobisomem'. A tia, beata,surpreende o menino em "delito de sem vergorihismo" com uma mulatinha ("pardavasquinha"). No Sobradinho, fa zenda do avô, fica de castigo, "em galé de quarto escuro". Vai estudar em Campos, morando na rua da Jaca Mas, em vez de estudos, prefere a vadi agem, as capetagens...Quando Poncíano faz 15 anos, sua tia adoece e mor re: "num agosto de chuva foi embora na asa de um vento encanado". O meninoescuta a tosse da tia morta e chega a inquirir o fantasma. Começa daí a fama do futuro coronel, poiso acontecido, depressinha, "pulou o muro e a vizinhança ficou sabedora". A velha Francisquinha, negra moradora do Mata-Cavalo, também posse de Simeâo, vem cuidar do menino. A reza forte da negra faz sumir a tosse e o fantasma da tia morta. Francisquinha tem que proteger as negrinhas que vão morar comela na rua da Jaca, pois Ponciano já era "maluco por perna de moça." Já na adolescência, Ponciano já era muito alto, recebendo do avô a patente de alferes. De gênio muito estouva do, o menino só pensa em mulher, apaixonando-se por Branca dos Anjos, mocinha de tranças, moradora em Gargau. Apesar desse nome pura, o que atraía Ponciano era a "esmerada guarniçào traseira" da moça. Mas o pai da menina,protegendo sua "donzelice", esconde-a no sertão distante. Num circo, Poncrano, par equivoca, elevado pelo povo a lutar contra um valentão que desafiava a cidade Ele procura se esquivaç dizendo que precisava de licença especial por ser militar (alferes), mas um velhinho, que era coronel, autoriza a luta. Num golpe de sorte, o alferes dá um rabo-de-arraia no va então e vence a luta. E levado comtriunfo. Mas o avô não gosta dessa fama de valente, queixando-se de "/etra de padre não entrar na cabeça" do neto...Dessa "guerra no circo' o rapazinho ganha a patente de capitão.
CAPÍTULO 2
Em sua juventude, Panciano deixa crescer uma longa barba e passa o tempo na boemia, em serenatas. Afirma ser fervorosa de São Jorge, Santo Antonio e São José, mas freqüenta a casa de Dada Pereira, que erapensão de "moças desencaminhadas". Com a morte do avô Simeão, que era coronel da Guarda Nacional, Ponciano herda a patente e as terras do velho. Começa a pensar em ‘tomar estado", isto é, casar-se. Uma prima é recusada por ser magra demais, "um bambu vestido". Muda-se, juntamente com Francisquinha, para a fazenda do Sobradinho. Como os vizinhos estavam avançando em sua propriedade, escreve a eles umacarta educada, orientada pelo advogado Pernambuco Nogueira. Seus empregados, Antão Pereira e Saturnino, acham que esse "proceder mimoso" não era compatível com os ladrôes de pasto. Nas brigas na justiça, o coronel triunfa. Vem ajudá-lo a dirigir as terras o mulato Juquinha Quintanilha, que fixa residência em Mata-Cavalo. Devido às demandas de Foro, o coronel vira um andarilho. E ameaçado de mortepor Cicarino Dantas, que contratara o pistoleiro José Mateus. Apesar de dizer que não tinha medo, Ponciano passa a andar cercado de capangas armados...Um de seus acompanhantes é Sinhozinho Manco, que tinha "língua chorona e vista que só via defeitura". O pistoleiro acaba sendo preso pelo delegado Totonho Borges. Ponciano acaba intercedendo por ele, dan do-lhe dinheiro e ganhando sua amizade. Tudoacaba bem, pois, com a mediação do tabelião Pergentino de Araújo, Cicarino e Ponciano fazem as pazes. Cicarino é famoso por dormir com as mulatas de sua fazenda. Ponciano auxilia seu primo Juca Azeredo na compra do engenho de Paus Amarelos. No Sobradinho, um de seus auxiliares é o bêbado Janjão Caramujo.
CAPÍTULO 3
Uma onça pintada ameaça a região. João Ramalho, um marcador de gado, vasculha...
tracking img