O conhecimento dos primeiros filosofos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2576 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O conhecimento e os primeiros filósofos
Quando estudamos o nascimento da filosofia na grécia, vimos que os primeiros filosófos dedicavam-se a um conjunto de indagações principais: '' Por que e como as coisas existem?''
'' O que é mundo?'', '' Qual a origem da natureza e quais as causas de sua transformação ?''. Essas indagações colocavam no centro a pergunta: '' O que são as coisas?''. Poucoa pouco essa pergunta passou a ser assim formulada: ''O que é o ser ?''. Os primeiros filosófos ocupavam-se com a ordem do mundo, o Kósmos, e a filosofia nascente era uma cosmologia. Pouco a pouco, passou-se a indagar o que era o próprio Kósmos, qual era o princípio eterno que ordenava todas as coisas e que permanecia imutável sob a mutiplicidade e transformação delas. esse fundo presente emtodas as coisas é o SER . Assim, passou-se a perguntar qual era e o que era o SER, tó ón, subjacente a todos os seres tornou-se ontologia isto é, o conhecimento ou saber sobre o ser.
Por esse mesmo motivo alguns estudiosos consideram que os primeiros filosofos nao tinham uma preocupação principal com o conhecimento, isto é não indagavam se podemos ou não conhecer o SER .
Heráclito
Heráclito deÉfeso considerava a natureza (o mundo, a realidade) um ''fluxo perpétuo'', o escoamento contínuo dos serem em mudança perpétua. Dizia: '' Não podemos banhar-nos duas vezes num mesmo rio, porque as águas nunca são as mesmas e nós nunca somos os mesmos''. Ele comparava o mundo à chama de uma vela que queima sem cessar e trasforma a cera em fogo , o fogo em fumaça e a fumaça em ar. o dia se tornanoite, o verão se torna outono, o novo fica velho o quente esfria, o úmido seca; cada ser um movimento em direção ao seu contrário .
A realidade para Héraclito, é a harmonia dos contrários que não cessam de se transformar uns nos outros. Como explicar que nossa percepção nos ofereça as coisas como se fossem estáveis, duradouras e permanentes? Com essa pergunta o filosofo indicava a diferença entreo conhecimento que nossos sentidos nos ofereciam e o conhecimento que nossos pensamentos alcança .
Parmênides de Eléia
Parmênides colocava-se na posição oposta à de Heráclito. dizia que só podemos pensar sobre aquilo que permanece sempre idêntico a si mesmo, que o pensamento não pode pensar sobre coisas que são e não são, que ora são de um jeito e ora são de outro, que são contrárias a simesmas e contraditórias. Para Parmênides conhecer é alcançar o idêntico, o imutável. Nossos sentidos nos oferecem a imagem de um mundo em constante mudança, onde nada permanece idêntico a si mesmo, onde tudo se torna o contrário de si mesmo: o dia vira noite, o inverno vira primavera, o doce se torna amargo, o pequeno vira grande, o grande diminui, o doce amarga, o quente esfria, o frio se aquece, olíquido vira vapor ou vira sólido. Como pensar o instável o que se torna oposto e contrário de si mesmo? Não é possível, dizia Parmênides. Pensar é apreender um ser em sua identidade profunda e permanente. Com isso, arfimava o mesmo que Heráclito - perceber e pensar são diferentes-, mas o dizia em sentido oposto ao de Heráclito.
Demócrito de Abdera
Demócrito desenvolveu uma teoria sobre o ser ousobre a natureza conhecida com o nome de atomismo: a realidade é constituida por átomos. Para Demócrito os átomos possuem formas e consistências diferentes, suas diferenças e seus diferentes modos de combinações produzem a variedade de seres, suas mudanças e desaparições. Por meio de nossos órgãos dos sentidos percebemos as formas das coisas, os gostos e sabores, os odores e as texturas, esentimos dor e prazer. Tudo isso por causa do efeito das combinações dos átomos que em si mesmos, nao possuem tais qualidades . Demócrito dizia que somente pelo pensamentos podemos conhecer os átomos pois são invisivéis para nossa percepção sensorial. Dessa maneira Demócrito concordava com Heráclito e Parmênides que há uma diferença entre o que conhecemos por meio de nossa percepção e o que...
tracking img