Escolas de bh

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (331 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O PAEG
O Fundo Monetário Internacional terminou por aceitar o "tratamento gradualista" e, em janeiro de 1965, concedeu crédito de 125 milhões de dólares. O Banco Mundial emprestou 79,5 milhões dedólares para a construção de usinas elétricas. O governo norte-americano, aceitando a recomendação do embaixador Gordon, concedeu 150 milhões de dólares "para o novo programa de empréstimo e fixou em 70milhões os empréstimos de projetos essenciais". Com isso, o Brasil conseguiu recuperar sua credibilidade junto aos investidores estrangeiros. Porém, Campos e Bulhões foram obrigados a aceitar as metasquantitativas estritas para a taxa de inflação e para o déficit público.

É importante verificar que, embora o Paeg apontasse a expansão da base monetária como a causa da inflação, o governoCastelo Branco não conseguiu cumprir as metas estipuladas pelo FMI para a expansão monetária e redução das taxas de inflação.

A experiência de combate à inflação do governo Castelo Branco mostra que,mesmo para um governo autoritário, o diagnóstico do problema é a parte menos complicada, difícil é executar as medidas para solucioná-lo. Isso fica claro quando Roberto Campos assume o Ministério doPlanejamento com total apoio do presidente e elabora, juntamente com Octávio Gouveia de Bulhões, um diagnóstico por muitos considerado monetarista e, mesmo assim, choca-se com o FMI, instituição queabriga o maior número de economistas monetaristas.

O fato de não ter conseguido atingir as metas estipuladas pelo Fundo Monetário Internacional não significa que o governo Castelo Branco não tenhareduzido a base monetária: em 1966 o governo obteve a menor taxa do decênio ¾ 16,8%. Além disso, o governo reduziu o salário mínimo real e diminuiu o déficit público. Porém, a inflação atingiu 41% em1966, contra 46% de 1965, zombando assim das otimistas previsões do Paeg que previa uma inflação de 25% para 1965 e de 10% para 1966. O quadro da inflação melhoraria no final de 1967, porém, já era...
tracking img