O concretismo no Brasil















CONCRETISMO

































DUQUE DE CAXIAS, 2013










CONCRETISMO











































DUQUE DE CAXIAS, 2013

RESUMO



O concretismo foi um movimento vanguardista (movimentos de caráter agressivo e experimental que rompiamos padrões da arte tradicional) que faz parte do pós-modernismo, e influenciou poetas, artistas plásticos e músicos. A busca desses artistas era incorporar a arte às estruturas geométricas. Acreditavam que a poesia é fruto de um trabalho mental e de esforço que implica em refazer o texto várias vezes até que ele atinja a sua forma mais adequada; e não, fruto de sentimentos e emoções.
Brincavamcom as formas, cores, decomposição e montagem das palavras. Para conseguir tais efeitos, recorreram ao Futurismo (destruição da sintaxe, verbos no infinitivo, abolição de adjetivos e advérbios, abolição dos sinais de pontuação, estes seriam substituídos pelos sinais matemáticos e musicais, etc) e ao Cubismo (ilogismo, humor, linguagem nominal, etc).SUMÁRIO






1 INTRODUÇÃO .............................................................


2 DESENVOLVIMENTO.................................................


3 CONCLUSÃO .............................................................


4 REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS............................1 INTRODUÇÃO :

Surgido na década de 1950, o concretismo foi o mais importante movimento de vanguarda do Brasil. Esse movimento foi liderado por três poetas: Décio Pignatari e os irmãos Augusto e Aroldo de Campos. Duas revistas ajudaram a divulgar as ideias concretistas: “Noigandres” (criada pelos poetas citados acima) e a revista “Inovação”.
Apesar do nome, a arteconcreta faz parte do movimento abstracionista moderno, que se trata de como os objetos ou pessoas são representados, em de pinturas ou esculturas, através de formas irreconhecíveis.







































2 DESENVOLVIMENTO:

O Concretismo é o primeiro "produto de exportação" da poesia brasileira, para usar a expressão de Oswald de Andrade,pois foi concebido como movimento internacional e surgiu, se não antes, pelo menos ao mesmo tempo em que se manifestava em outros países. O lançamento oficial ocorreu em 1956, com a Exposição Nacional de Arte Concreta, realizada no Museu de Arte Moderna de São Paulo. Mas desde 1952, quando lançaram a revista Noigrandes, os poetas Décio Pignatari, Haroldo de Campos e Augusto de Campos já refletiamsobre e praticavam a poesia concreta.
No manisfesto Plano Piloto para Poesia Concreta, publicado em 1958, os poetas elencam, entre seus precursores e influenciadores, Oswald de Andrade, figura-chave da primeira fase Modernista, e João Cabral de Melo Neto, poeta que se filiava à Geração de 45, mas que havia criado uma "arquitetura funcional do verso" que se aproximava dos princípios doConcretismo. Assim, os poetas concretistas retomam recursos utilizados na fase heróica do Modernismo, como a concisão dos versos de Oswald, e se opõem às formas tradicionais do verso, que consideram desgastadas - formas que estavam sendo revalorizadas pelos adeptos da Geração de 45. Os concretistas também se opõem à poesia lírica, subjetiva e discursiva, de modo geral.
Para os criadores do Concretismo, overso passava por uma "crise" que se comparava à crise do artesanato diante da Revolução Industrial, tamanho o desgaste de suas fórmulas. A partir dessa assertiva, eles apresentaram o poema-objeto, construído por meio de recursos como a disposição não-linear dos vocábulos na página (ou em outros suportes), o uso do espaço em branco como produtor de sentidos e a utilização de elementos visuais e...
tracking img