Concretismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1515 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Movimentos Artísticos:
Concretismo

São Paulo – SP
2011

Movimentos artísticos: O Concretismo

Trabalho referente à disciplina de Comunicação visual e gráfica do 1º período do curso de comunicação social da Universidade Cruzeiro do Sul, orientado pelo professor Josué Makoto. Realizado pelos alunos:
Bianca Yukari, Juliana Suzuki, Juliana Souza, Marcelo dos Anjos e Natália Mota.

SãoPaulo – SP
2011
Súmario

Introdução

O Concretismo

Concretismo Brasileiro

Principais Autores l.

Principais Autores ll.

Principais Autores lll.

As Obras l.

As Obras ll.

Conclusão

10. Bibliografia

Lista de figuras aqui
Introdução

O concretismo é um movimento artístico que faz parte do pós-modernismo.

Surge por volta de1956 na Europa . Foi o mais importante movimento de vanguarda da nossa literatura, porque influenciou poetas, artistas plásticos e músicos.

Vanguardista esse movimento se destacou primeiramente na música, passando para a poesia e artes plásticas. É assinalado pelo uso de figuras geométricas e pela elaboração baseada no raciocínio.

O objetivo dos artistas era incorporar a arte escrita àestruturas geométricas, aplicando assim o fim da poesia intimista e o desaparecimento do eu – lírico.

Pode parecer um pouco vago, mas o concretismo teve influência a vários movimentos artísticos, como por exemplo nas artes plasticas com o Cubismo, e na música com a “Tropicália” Brasileira, na “Música Erudita”, até mesmo na música eletrônica em sí na Alemanha.

01

O Concretismo

Apesar do nome, aarte concreta faz parte do movimento abstracionista moderno que se trata dos objetos ou pessoas são representados, em de pinturas ou esculturas, através de formas irreconhecíveis.

A Forma

Os poetas concretos aplicavam fim da poesia intimista e o desaparecimento do eu-lírico por acreditar que a poesia não é fruto de ações e emoções mas sim de esforço mental para atingir a forma mais adequadavisualmente, mesmo que sejam necessárias diversas tentativas. Além da linguagem geométrica e visual, que pregavam o fim do verso e da sintaxe tradicional.

Brincavam com as formas, cores, decomposição e montagem das palavras. Para conseguir tais efeitos, recorreram ao Futurismo, que utilizava muito da destruição da sintaxe, verbos no infinitivo, abolição de adjetivos e advérbios, abolição dossinais de pontuação, estes seriam substituídos pelos sinais matemáticos e musicais, entre outros. e ao Cubismo (ilogismo, humor, linguagem nominal, etc) e deram continuidade a certas experiências formais usadas por Murilo Mendes, Drummond e João Cabral de Melo Neto.

O Conteúdo

Os princípios do concretismo afastam da arte qualquer conotação lírica ou simbólica. O quadro, construídoexclusivamente com elementos plásticos - planos e cores -, não tem outra significação senão ele próprio. A pintura concreta é "não abstrata", afirma Van Doesburg em seu manifesto, "pois nada é mais concreto, mais real, que uma linha, uma cor, uma superfície". Max Bill explora essa concepção de arte concreta defendendo a incorporação de processos matemáticos à composição artística e a autonomia da arte emrelação ao mundo natural. A obra de arte não representa a realidade, mas evidencia estruturas, planos e conjuntos relacionados, que falam por si mesmos.

02
O Concretismo Brasileiro

Max Bill é o principal responsável pela entrada desse ideário plástico na América Latina, sobretudo na Argentina e no Brasil, no período após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). A exposição do artista em 1951 noMuseu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp) e a presença da delegação suíça na 1ª Bienal Internacional de São Paulo, no mesmo ano, abrem as portas do país para as novas tendências construtivas, que são amplamente exploradas a partir de então

O Concretismo começa a despontar no Brasil com a publicação da revista Noigandres pelos três poetas: Décio Pignatari, Haroldo de Campos e...
tracking img