O carrasco do amor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2483 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
YALOM, I. D. O Carrasco do amor e outras histórias sobre psicoterapia. Rio de Janeiro: Ediouro, 2007.

RESUMO: Em sua obra, Yalom possibilita ao leitor a entrada em seu consultório, atuando como espectador, percebendo a dinâmica existente entre paciente e terapeuta, assim como também como acontece o desenrolar da terapia e como os sujeitos se comportam a determinadas intervenções feitas peloprofissional.
A obra se divide em 10 capítulos, onde em cada um deles é tratado um paciente e consequentemente uma história diferente, casos de paixão pelo terapeuta, contratransferência, compulsão sexual, luto patológico, depressão, problemas conjugais e transtornos alimentares fazem parte da rotina do terapeuta em questão, Durante todo o livro, Yalom aborda as queixas principais dos pacientes,o relato de várias sessões e na maioria dos casos a conclusão dos mesmos.
É imprescindível a interação terapeuta-paciente estabelecida em todos os casos, mesmo que esta não ocorra nos primeiros atendimentos, mas com o avançar do processo isto acontece quase que naturalmente, terapeuta pondo paciente em destaque o norteando a fim de perceber com a melhor alternativa para a sua melhora.CITAÇÕES:

Capítulo 1
“O bom terapeuta luta contra as trevas e busca a iluminação, enquanto o amor romântico é sustentado pelo mistério e se desintegra sob um exame mais detido. Detesto ser o carrasco do amor”. (YALOM, 2007, p. 23).

“- Ele era tão interessado, tão amoroso. Eu tive outros terapeutas que tentavam ser cordiais, deixar-me à vontade, mas Matthew era diferente. (YALOM, 2007, p. 25).“- Você é você, você tem a sua própria existência, você continua a ser pessoa que é, momento após momento, dia após dia. Basicamente, sua existência é impenetrável aos pensamentos transitórios, às ondulações eletromagnéticas que ocorrem em alguma mente desconhecida”. (YALOM, 2007, p. 41).

O presente Capítulo aborda a paixão de uma paciente por seu terapeuta, onde ocorreu a transferência, demaneira equivocada, esta percebe o cuidado e atenção do profissional como algo afetivo, e não como eventos possibilitadores ao seu tratamento, inviabilizando o processo, sendo preciso o cancelamento do contrato e o encaminhamento a outro terapeuta.

Capítulo 2

“- Bem, você sabe, ele geralmente é desprezível: cheira as mulheres como se fosse um cachorro, e elas, cadelas no cio, e ignora tudo o maisacontece no grupo”. (YALOM, 2007, p. 78).

“Depois, ele passou a perguntar a nós duas detalhes mais íntimos, [...] Isso tudo aconteceu tão insidiosamente que o grupo custou a perceber onde ele queria chegar. Ele não se importou nem um pouco com Martha e comigo, estava apenas se excitando sexualmente. (YALOM, 2007, p. 79).
“Mas como eu deveria conduzir a situação com ele na sessão seguinte?Acima de tudo, gostaria de preservar o nosso relacionamento. Estávamos fazendo progressos, e naquele momento eu era seu principal vínculo humano”. (YALOM, 2007, p. 83).

“[...] Aqui, este consultório, é o único lugar onde posso dizer a verdade, […] Eu falo sério quando digo que se o estupro fosse legal, eu o faria! E sei bem por onde começaria!”. (YALOM, 2007, p. 87).

Neste capítulo o terapeutavê-se instigado com um paciente compulsivo sexualmente, esta prática norteia a sua vida, inclusive nos encontros de terapia de grupo, os relatos o excitavam e mudavam completamente o foco proposto, seu maior desejo era satisfazer-se sexualmente, e sabendo que isto não era possível o angustiava.

Capítulo 3
“[...] no instante em que a vi conduzindo seus 115 quilos e sua figura de 1,55 metro nadireção da minha mesa e da moderna cadeira do consultório eu dei-me conta de que uma grande prova contratransferencial me aguardava”. (YALOM, 2007, p. 97).

“Uma vez que aceito alguém para tratamento, me comprometo a estar disponível para ele: a gastar todo o tempo e toda a energia necessários para que o paciente melhore, e, acima de tudo, eu me disponho a me relacionar com o paciente de...
tracking img