O brasil e o comercio exterior

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1740 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O BRASIL E O COMERCIO EXTERIOR

Em 1500 houve a primeira operação de comercio exterior no Brasil, quando marinheiros da frota de Cabral trocaram espelhos por macacos e plantas com os índios Tupiniquins. Em 1534 criou-se uma rede de Alfândegas ao longo do litoral brasileiro. O comercio com outras nações era livre, desde que pagos os tributos a Fazenda Real.

Mas em 1605, o rei espanholFelipe II, estava em guerra com a maior parte dos países europeus, proibindo então que mercadorias transportadas por navios estrangeiros fossem comercializadas diretamente com o Brasil. Toda mercadoria de importação ou exportação deveria passar obrigatoriamente pelos portos portugueses. Por isso nos dois séculos seguintes, o Brasil somente importava de empresas portuguesas e vendia seus produtosde exportação por intermédio do comercio lisboeta.

Aproveitando-se da presença da corte na Bahia em 1808, Guedes de Brito e o baiano José da Silva Lisboa, dirigiram-se ao Príncipe Regente D. João para convence-lo da abertura imediata das alfândegas brasileiras ao comercio internacional.

A 28 de janeiro de 1808, em Carta Régia, dirigida ao Conde da Ponte, foi determinado que a partirde então as alfândegas do Brasil poderiam admitir mercadorias transportadas em navios “das potências que se conservem em paz e harmonia com a minha Real Coroa” e que “não só os meus vassalos, mas também os sobreditos estrangeiros possam exportar para os portos que bem lhes parecer a benefício do comércio, e agricultura, que tanto promover, todos e quaisquer gêneros q produções coloniais, à exceçãodo pau-brasil, ou outros notoriamente estancados...”. Terminando ali a longa luta do comércio brasileiro para a liberdade.

Hoje em dia muito além de macacos trocados por espelhos entre Brasil e Portugal, dos 12 produtos mais importantes produtos exportados pelo Brasil, 6 podem ser considerados commodities (petróleo, minérios, soja, carnes, açúcar e papel e celulose). Dados consolidados dabalança comercial de 2010 – jan/dez – indicam que os cinco principais produtos exportados pelo Brasil foram: minérios, petróleo e combustíveis, material de transporte, complexo de soja e açúcar e etanol.
Mas também há exportação de produtos metalúrgicos, químicos, máquinas e equipamentos, equipamentos elétricos, calçados e couro.
Tendo exportações feitas principalmente para a China, EstadoUnidos, Argentina, Países Baixos, Alemanha, Japão.
O maior volume de importações feitas pelo Brasil vem dos Estados Unidos, China, Argentina, Alemanha, República da Coréia do Sul, Nigéria e Japão.

Durante o governo Lula o Brasil, certamente, ganhou mais peso e relevância internacionais. Isso, contudo, se deveu mais à exportação de um ativismo político-diplomático e à diplomacia presidencial, o quefoi muito importante, do que a uma coerente, objetiva e realista política comercial. O fato é que, no que tange ao comércio, o Brasil tem pouco peso, estando sua participação global em torno de 1% apenas.
Outro fator que vem projetando relevância do Brasil no mundo é o dinamismo interno de sua economia e a adoção de políticas macroeconômicas prudentes. Mas, tendo em vista que a expansão daeconomia pelo dinamismo interno não é infinita - ela se define pelo processo de superação da pobreza e ampliação do consumo -, o País não pode negligenciar a ocupação de espaços externos de comércio e de multinacionalização de empresas - que é um fator que o dinamiza. Uma das regras da globalização mostra que os Estados e as economias que não se internacionalizam passam a sofrer impactos estratégicosnegativos do sistema interdependente.

A empresa que exporta adquire vantagens em relação aos concorrentes internos, pois diversifica mercados, aproveita melhor sua capacidade instalada, aprimora a qualidade do produto vendido, incorpora tecnologia, aumenta sua rentabilidade e reduz custos operacionais. A atividade de exportar pressupõe uma boa postura profissional, conhecimento das normas e...
tracking img