O auto da barca do inferno, de gil vicente - análise geral da obra e do autor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 33 (8004 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
E. E. Dr. Francisco Borges Vieira

O Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente
Biografia do Autor - Situação Histórica - Interpretação da Obra

Autores: Érica Santana Fernanda Natália Henrique Lima Samira Cristina Tamires Cardoso n°09 n°10 n°13 n°34 n°36 2°C
1

ÍndiceIntrodução........................................................................................................................03 A Obra.............................................................................................................................03
Estrutura............................................................................................................................03 Resumo daObra.................................................................................................................03

Gil Vicente – Biografia...................................................................................................04
Local e data de nascimento.................................................................................................05 Dados Biográficos..............................................................................................................05Situação Histórica............................................................................................................06
O Renascimento em Portugal..............................................................................................07 Humanismo.......................................................................................................................07Interpretação da Obra......................................................................................................08 Conclusão........................................................................................................................09 Bibliografia e Fontes.......................................................................................................09Anexo...............................................................................................................................09
Auto da Barca do Inferno, Gil Vicente.................................................................................09

2

Introdução
O trabalho apresentado a seguir trata da análise da obra “Auto da barca do Inferno”, escrita em 1507, por Gil Vicente. Apresenta noções básicas docontexto histórico no qual está inserida a obra, tal qual o movimento literário que, na época, influenciava os autores de Portugal, o Humanismo. Contém, ainda, a interpretação e crítica quanto à obra apresentada e um anexo da mesma, em sua íntegra, para apreciação do leitor.

A Obra
O Auto da Barca do Inferno é uma complexa alegoria dramática de Gil Vicente, representada pela primeira vez em 1517.É a primeira parte da chamada trilogia das Barcas (sendo que a segunda e a terceira são respectivamente o Auto da Barca do Purgatório e o Auto da Barca da Glória). Os especialistas classificam-na como moralidade, mesmo que muitas vezes se aproxime da farsa. Ela proporciona uma amostra do que era a sociedade lisboeta das décadas iniciais do século XVI, embora alguns dos assuntos que cobre sejampertinentes na atualidade. Diz-se "Barca do Inferno", porque quase todos os candidatos às duas barcas em cena – a do Inferno, com o seu Diabo, e a da Glória, com o Anjo – seguem na primeira. De fato, contudo, ela é muito mais o auto do julgamento das almas.

Estrutura O Auto tem uma estrutura definida, não estando dividido em atos ou cenas, por isso para facilitar a sua leitura divide-se o auto emcenas à maneira clássica, de cada vez que entra uma nova personagem.

Resumo da Obra Embora o Auto da Barca do Inferno não integre todos os componentes do processo dramático, Gil Vicente consegue tornar o Auto numa peça teatral, dar unidade de ação através de um único espaço e de duas personagens fixas "diabo e anjo". A peça inicia-se em um lugar imaginário, onde se encontram as duas...
tracking img