e assim

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1525 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto




ana flávia vieira
césar Ricardo ferreira di tavares
débora lopes e silva
José emerson Oliveira araújo
lidia batista do nascimento





RELATÓRIO DE FÍSICA PÊNDULO SIMPLES









ana flávia vieira
césar Ricardo ferreira di tavares
débora lopes e silva
José emerson Oliveira araújo
lidia batista do nascimento




RELATÓRIO DE FÍSICA PÊNDULO SIMPLESRelatório apresentado à disciplina Física
Ministrado pela professora Karlla








OBJETIVO:
O objetivo do trabalho foi estudar o período(T) do pêndulo e a verificação da equação ().

INTRODUÇÃO:
Pêndulo simples é um corpo ideal que consiste de uma partícula suspensa por um fio inextensível e de massa desprezível. Quando afastado de sua posição de equilíbrio e solto, o pêndulooscilará em um plano vertical sob a ação da gravidade; o movimento é periódico e oscilatório, sendo assim podemos determinar o período do movimento.



TEMPO:
Aceitamos o tempo como um conceito primitivo, isto é, entendemos ou concebemos seu significado sem que necessite ser definido, sem que alguém precise dizer o que ele é.
Associamos o tempo à sucessão de acontecimentos. Nós o sentimos,por exemplo, no envelhecimento dos seres vivos à nossa volta, nas mudanças de regimes políticos, no surgimento de novos estilos musicais, no avanço tecnológico etc.
Para atender à necessidade de um padrão de tempo mais preciso, vários países desenvolveram os chamados relógios atômicos. Baseado em uma freqüência característica do isótopo césio-133, instalado no NIST. Os Estados Unidos usam-no comobase para o Tempo Universal Coordenado(UTC), que está disponível através de sinais de ondas curtas e também por telefone.
Em 1967, a 13a conferência geral de pesos e medidas adotou um segundo-padrão baseado no relógio de césio:
Um segundo é o tempo necessário para que haja 9.192.631.770 oscilações da luz (de um determinado comprimento de onda) emitida por um átomo.
Medimos o tempo por meio dacontagem das repetições de qualquer fenômeno periódico. Podemos medi-los, por exemplo, contando o número de voltas completas que a terra efetua em torno do sol (contagem dos anos), ou o número de oscilações de um pendulo, ou ainda o número de voltas de um ponteiro de relógio.
O instante é determinado por uma quantidade, que simbolizaremos por t. Essa quantidade representa quantas unidades detempo já se passaram desde um instante inicial escolhido arbitrariamente, como t0 =0, chamado origem dos tempos.intervalo de tempo é representado por Δt.

COMPRIMENTO:
Em 1792, a recém-criada República de França estabeleceu um novo sistema de pesos e medidas. Como pedra fundamental desse novo sistema, o metro foi definido como um décimo –milionésimo da distância entre o Pólo Norte e o Equador.Mais tarde, por razões de ordem prática, este patrão que usava a Terra como referência foi abandonado e o metro passou a ser definido como distância entre duas finas linhas gravadas perto das extremidades de uma barra de platina-irídio, a barra do metro-padrão, que era guardada na Bureau Internacional de Pesos e Medidas, perto de Paris.
Em 1959, a jarda foi legalmente definida através da equação1 jarda = 0,9144 metro que é equivalemte a 1 polegada = 2,54 centímetros.
Em 1960 foi adotado um novo padrão para o metro, dessa vez baseado no comprimento de onda da luz. O metro foi definido como 1.650.763,73 comprimentos de onda de uma certa luz vermelho-alaranjado emitida por atamos de criptônio-86 em um tubo de descarga gasosa.
Em 1983, a necessidade de precisão chegara a tal ponto quemesmo o padrão de criptônio-86 se tornara pouco satisfatório. O metro foi então redefinido como a distância percorrida pela luz num determinado intervalo de tempo. Nas palavras da 17a Conferência Geral de Pesos e Medidas: O metro é a distância percorrida pela luz no vácuo durante um intervalo de tempo de 1/299.792.458 de segundo.
Tal número foi escolhido para que a velocidade da luz, c, fosse...
tracking img