A VILA

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (754 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de janeiro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS
CAMPUS PALMAS

DISCIPLINA: SOCIOLOGIA DAS ORGANIZAÇÕES
PROFESSOR: VANDILO
ALUNOS: MILAINE XAVIER; PATRICIA; SUZANA MONTEIRO;

Relatório
Filme: Avila
O filme A VILA conta a história de um grupo de pessoas que querem fugir da vida social, ou seja, das grandes cidades, buscando se isolarem da violência, querendo encontrar um lugar ondepossam viver de acordo com seus ideais. Eles vão para um lugar cercado pela floresta, uma floresta cheia de historias e mitos, que diziam que não era possível atravessar a floresta sem serperseguido pelas grandes criaturas que a habitavam. Contando com estes mitos, e colocando medo na cidade, o grupo de anciões da vila mantinha um poder e domínio total sobre todos da cidade, osmesmos se utilizavam do medo que as pessoas tinham das tais criaturas que não mencionam em momento algum do filme.
Segundo Durkheim, fato social são maneiras de agir, pensar e sentirexteriores ao indivíduo e dotados de um poder coercitivo. Nota-se que há esse fato social no filme, na maneira como os anciões impõem determinadas regras na vila, como o medo de atravessar afloresta, a divisão do trabalho e a interpretação da cor vermelha como algo que atrai “aqueles que não podem ser nomeados”
Percebemos que há outra relação do filme com um pensamento de Durkheim,o da solidariedade mecânica. Esse pensamento diz que todos da sociedade estão voltados para as mesmas crenças, leis, regras, ou seja, cabe a todos cumprir com as ordens impostas pelaconsciência coletiva e caso não cumpram, irão sofrer punições. E no filme notamos isso, quando um indivíduo quer agir por pensamento próprio , como Lucius que tinha o desejo de ir a “cidades” em buscade medicamentos e não teve a permissão dos anciões e caso fosse sem permissão, sofreria punições. Portanto, conclui-se que a consciência individual não prevalece à consciência coletiva....