A vida e obra de edward johnston

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2091 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DE LISBOA
FACULDADE DE BELAS-ARTES

A VIDA E OBRA DE EDWARD JOHNSTON

Wanessa Mayara de Carvalho Silva
Lisboa 2013

Edward Johnston – nasceu em 11. 2. 1872 em San José, no Uruguai, morreu 26. 11.1944 em Ditchling, Inglaterra. Designer de tipos, calígrafo, autor, professor e artesão, é considerado com Rudolf Koch, como o pai da caligrafia moderna. Estudou medicina naUniversidade de Edimburgh, e em técnicas de escrita antiga no Museu Britânico. Johnston mudou a direção de sua carreira, abandonando os estudos médicos na Universidade de Edimburgo para estudar caligrafia. 
No período de 1899 a1913, ele ensinou na Escola Central de Artes e Ofícios de Londres, no departamento de letras, onde começou a pesquisar formas de letras em manuscritos antigos e onde tambéminfluenciou o designer tipográfico do escultor Eric Gill (1882-1940). Chegou a trabalhar como professor também entre 1901 e 1940, ensinando no Royal College of Art em Londres, onde muitos alunos foram inspirados por seus ensinamentos.
Em 1906, o seu livro "Writing and Illuminating and Lettering" é publicado causando assim, uma espécie de renascimento da caligrafia. Através do seu ensino e prático,Edward conseguiu reviver, quase sozinho, a arte formal da caligrafia que permaneceu bastante esquecida por cerca de quatro séculos. Seu livro foi responsável por criar um novo interesse na caligrafia e uma nova escola com excelentes escribas. Ele re-descobriu a influência de ferramentas, materiais e métodos, trazendo um novo fôlego para este antigo ofício e construindo uma tradição, mesmo no mundo dehi-tech em que vivemos atualmente. Suas pesquisas foram realizadas com o entendimento do artista-artesão, o cientista e o filósofo e esta abordagem resultou em uma visão profunda - ele compreendeu plenamente a raiz da escrita formal e estudou atentamente a forma como os ramos cresceram de raiz. Seu livro é considerado o mais influente da história da caligrafia. E em 1912, mudou-se paraDitchling. 
No ano de 1913 tornou-se membro fundador e editor da revista “The Imprint”. Já em 1915 foi convidado pelo diretor de transporte de Londres, Frank Pick, para projetar um tipo de letra para a identidade corporativa do Metrô de Londres. O tipo ficou pronto no ano de 1916. Johnston produziu um tipo de letra para o Metro. Eric Gill trabalha no projeto com ele. Neste projeto foi desenhado o alfabetosans-serif e símbolos roundel mudando a face da tipografia no século XX, enquanto seu grande aluno Eric Gill criou “Perpetua” e “Gill Sans”. Johnston trabalha com transporte de Londres até 1940. Em 1928 uma edição de "Hamlet" é publicado com Tipo Hamlet-Johnston e xilogravuras por Edward Gordon Craig.
Entre 1910 e 1930, Edward projetou fontes para o conde Harry Kessler Cranach-Presse em Weimar,no entanto, apenas algumas das letras são lançadas. A Influência de Johnston foi mundial. Já em 1910 o seu aluno Anna Simons traduzido Writing and Illuminating, and Lettering em alemão e um enorme interesse foi desencadeada no país. A fama foi tanta que o Sir William Rothenstein comentou em uma visita a escolas de arte do continente: “Na Alemanha, em particular o nome de Edward Johnston eraconhecido e honrado acima de qualquer artista".
Outro grande renascimento tem sido nos Estados Unidos, particularmente desde os anos 1970, onde houve uma verdadeira explosão de interesse, tanto a nível profissional e amador. As conferências de letras anuais realizadas em centros importantes de todo o país são testemunho deste renascimento. Em1979, a tipografia criada por Johnston para o transporte deLondres é retrabalhada por Colin Bancos para produzir New Johnston. Mas, não esqueçamos o trabalho pioneiro de Johnston, devemos talvez lembrar-nos do que Hermann Zapf disse recentemente dele,
 
“Ninguém teve um efeito duradouro sobre o renascimento da escrita contemporânea como Edward Johnston. Ele abriu o caminho para todos os artistas de letras do século XX e, finalmente, eles devem seu...
tracking img