A sociologia de durkheim

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (889 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de maio de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Fichamento: COSTA, Cristina. Sociologia. Introdução à ciência da sociedade. São Paulo: Moderna, 1997.
Capítulo 5. A sociologia de Durkheim p. 59-65
* O esforço de Émile Durkheim foi fazer dasociologia uma ciência. Em 1895 escreve ‘As Regras do Método Sociológico’, obra em que corrobora que o objeto da sociologia é o ‘Fato Social’;
* As três características do Fato Social:
1. CoerçãoSocial “[...] a força que os fatos sociais exercem sobre os indivíduos, levando-os a conformar-se com as regras da sociedade em que vivem, independentemente de sua vontade e escolha.” (COSTA, 1997, p.59). Exemplo: determinado idioma, formação familiar, código de leis.
A coerção social é enfatizada pelas sanções ‘Legais’ “[...] são sanções prescritas pela sociedade, sob forma de leis, nas quais seestabelece a infração e a penalidade subseqüente” (COSTA, 1997, p. 59). E ‘Espontâneas’ “[...] seriam as que aflorariam como decorrência de uma conduta não adaptada à estrutura do grupo ou dasociedade à qual o individuo pertence [...] uma ofensa num grupo social pode não ter penalidade prevista por lei, mas o grupo pode espontaneamente reagir penalizando o agressor.” (COSTA, 1997, p. 60).
2.Exteriores aos indivíduos: “As regras sociais, os costumes, as leis, já existem antes do nascimento das pessoas, são a elas impostos por mecanismos de coerção social, como a educação.” (COSTA, 1997, p.60).
3. Generalidade: “É social todo fato que é geral, que se repete em todos os indivíduos, pelo menos, na maioria deles. Por essa generalidade, os fatos sociais manifestam sua natureza coletiva ouum estado comum ao grupo, como as formas de habitação, de comunicação, os sentimentos e a moral.” (COSTA, 1997, p. 60).
* A objetividade do fato social: “[...] a explicação cientifica exige que opesquisador mantenha certa distância e neutralidade em relação dos fatos, resguardando a objetividade de sua análise [...] é preciso, segundo Durkheim, que o sociólogo deixe de lado suas prenoções,...