A revolta da chibata

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (401 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
REVOLTA DA CHIBATA

Em 1910, ocorreu uma rebelião militar, a Revolta da Chibata, ocorrida na Marinha. O recrutamento militar era obrigatório e acabava recaindo sobre parte da população mais humildeque não contava com prestígio político para livrá-los do serviço militar obrigatório. O corpo militar ainda tinha uma série de castigos físicos sob seus membros inferiores (soldados, cabos esargentos). Isto ocorria em ambas às forças: Exército e Marinha.

No Exército, os castigos físicos eram menos violentos e ocorriam em menor escala devido a seu caráter popular, boa parte de seu oficialato,principalmente o baixo (tenentes), eram provindos de camadas populares, dessa forma, não ocorria tanto distanciamento entre soldados e oficiais. Já a Marinha sempre foi uma força militartradicionalmente elitizada, dessa forma, seu oficialato não era provindo de grupos populares e sim de grupos aristocráticos, ocorrendo assim, certo desprezo por parte de oficiais em relação aos soldados. Dessaforma, quase todos os desvios de conduta eram castigados com açoitamentos. Em 1910, após a condenação de Marcelino Rodrigues Meneses a 250 chibatadas com obrigatoriedade do restante dos marinheiros aassistirem ao castigo, esses se revoltaram. Em 22 de novembro de 1910, durante a noite, eles se rebelaram e tomaram o controle do navio Minas Gerais. Outros três navios: São Paulo, Bahia e Deodoro,aderiram ao movimento. Seu líder foi o marinheiro João Cândido. O comandante do Minas Gerais junto com outros oficiais acabou sendo morto e o conflito ganhou dimensões de luta armada ocorrendo morte tambémdo lado dos marinheiros. As reivindicações dos marinheiros eram duas: o fim dos castigos corporais e a melhoria na alimentação. João Cândido enviou por rádio uma mensagem ao Palácio do Catete, sededo governo federal, ameaçando bombardear a cidade caso suas reivindicações não fossem atendidas. O presidente Hermes da Fonseca, sem saída, pois os navios estavam ancorados na Baía de Guanabara,...
tracking img