A psicologia e a psicologia social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7061 palavras )
  • Download(s) : 1
  • Publicado : 4 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução O mundo vive num período de grandes avanços tecnológicos, pois as pessoas estão cada vez mais inseridas na era digital. É impossível viver sem depararmos com a tecnologia, já que a mesma está nas lojas, nos bancos, nas escolas, nas feiras, nos supermercados, nas residências, nos táxis e tantos outros lugares onde já é possível a utilização de meios tecnológicos. As relações humanasestão se especializando e modificando com o tempo. Através dos comunicadores instantâneos como: MSN, Skype, Yahoo Messenger, Vídeos Conferências e outras que são formas gratuitas de se comunicar com alguém do outro lado do planeta por horas a fio. Temos vivido importantes e grandes avanços na área da saúde como os aparelhos de última geração que são capazes de diagnósticos precisos e essenciais parasalvar vidas, o que possibilitou o aumento da estimativa de vida dos brasileiros. A Internet tornou-se a rede internacional de comunicação, sendo possível em segundos, verificar o clima, pesquisar os mais variados assuntos e em várias fontes ou visitar de forma on-line galerias de artes e museus. Mas, infelizmente, as relações humanas não tem obtido o mesmo percurso da tecnologia. Afinal de contas,as pessoas estão mais conectadas ou solitárias? Ambas.Conectadas, porque a maioria das pessoas utilizam a internet e solitárias, já que muitas se isolam devido a tecnologia. Os indícios de solidão e de depressão, a dificuldade nas relações sociais, os atos de violência crescem assustadoramente e de maneira preocupante. As pessoas têm apresentado uma grande dificuldade em estabelecer relações deamizade e namoro, já que ambas ficaram mais virtuais e menos reais. Parece que muitos se esqueceram da importância do abraço, carinho e afeto que são expressões calorosas diante de um relacionamento. O Comportamento humano diante da tecnologia ficou seco, restrito, frio e distante. O primordial é que as pessoas não deixem de fazer algumas coisas na vida por causa da tecnologia, e sim aproveitemmelhor o que mundo real lhes oferece. Este artigo procura refletir a evolução da tecnologia e explica como o ser humano reage e se comporta frente a todas as mudanças ocorridas. Uma breve explanação sobre a Psicologia e sua maneira de “enxergar” os fatos nos ajudará nesta proposta.
2

A Psicologia A Psicologia é a ciência que estuda o comportamento humano e seus processos mentais. Melhor dizendo,a Psicologia estuda o que motiva o comportamento humano – o que o sustenta, o que o finaliza e seus processos mentais, que passam pela sensação, emoção, percepção, aprendizagem, inteligência... A história da Psicologia, cuja etimologia deriva de Psique (alma) + Logos (razão ou conhecimento), se confunde com a Filosofia até meados do século XIX. Sócrates, Platão e Aristóteles deram o pontapéinicial na instigante investigação da alma humana: Para Sócrates (469/ 399 a C.) a principal característica do ser humano era a razão – aspecto que permitiria ao homem deixar de ser um animal irracional. • Platão (427/ 347 a C.) – discípulo de Sócrates, conclui que o lugar da razão no corpo humano era a cabeça, representando fisicamente a psique, e a medula tria como função a ligação entre mente ecorpo. • Já Aristóteles (387/322 a C.) – discípulo de Platão – entendia corpo e mente de forma integrada, e percebia a psiqué como o princípio ativo da vida. Durante a “era cristã” – quando todo conhecimento era produzido e mantido a sete chaves pela Igreja, Santo Agostinho e São Tomas de Aquino partem dos posicionamentos de Platão e Aristóteles respectivamente. Em 1649, René Descartes – filósofofrancês – publica Paixões da Alma, reafirmando a separação entre corpo e mente. Pensamento que dominou o cenário científico até o século XX. Alguns pesquisadores alegam que essa hipótese assumida por Descartes foi um subterfúgio encontrado para continuar suas pesquisas, desenvolvidas a partir da dissecação de cadáveres, com o apoio da Igreja e protegido contra a Inquisição. O fato é que no final do...
tracking img