A propaganda e os progarama infantil como influenciadores do consumo infanil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 42 (10279 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
I - INTRODUÇÃO

Ao longo de mais cinco décadas, a televisão tem estado presente na vida da maioria dos brasileiros. Independente de classe social, idade ou demais características. Pertencentes as empresas privadas ou estatais, os canais e redes de TV disseminam intensas carga simbólica e influenciam as modas e consumo. Com as inovações tecnológicas verificados a partir da década de 1990;este meio de comunicação sofre modificações, está cada vez mais presente no cotidiano de audiência.
A televisão é uma mídia fácil e acessível as crianças, em particular aquelas que ainda não dominam perfeitamente a leitura. Para as de 3 a 10 anos, é o suporte de referencia que agrupa muitos dos temas preferidos das crianças (musica, jogos, desenhos animados...). Os programas de televisão seconvertem em assuntos de discussão nos horários de recreação. A publicidade televisionada é também um meio muito eficaz para fazer viver o personagem e construir o seu universo imaginário. Nela também as mensagens devem se adaptar ás características de cada faixa de idade. De maneira geral, devem ser seguidos os grandes princípios assinalados no quadro da criação da embalagem, como uma riqueza deexpressão e uma liberdade suplementar, visto que se trata de imagens animadas.
Toda fábula passa pela colocação em cena de alguns personagens em números
Reduzido, seguida por uma fase de tensão, de suspense, que se resolve felizmente no final, graças eventualmente a um artifício mágico. Acontece o mesmo nas publicidades televisionadas.
Tal como o conto para a criança, a televisãofornece uma visão do mundo na qual os problemas encontram suas soluções graças a um elemento mágico. A publicidade, como o conto, evoca o universo do maravilhoso. Ela trabalha essencialmente sobre o registro da afetividade.
A eficácia da comunicação publicitária destinada às crianças se mede em função da capacidade de limitar o esforço cognitivo ao máximo e de jogar mais com a dimensãoafetiva.

II - PUBLICO INFANTIL

2.1 - O Publico Infantil

O público infantil é o mais segmentado que existe, pois além de ser dividido por gênero, ele é dividido ainda por faixa etária, e ainda assim, nem sempre o que um menino de 7 anos gosta atrai uma menina da mesma idade. E que, por isso, fazer TV para eles é um grande desafio.
É um desafio também para o mundo da propaganda.Não é à toa que existe hoje um novo campo dentro da propaganda chamado Marketing Infantil, cujo objetivo é analisar a publicidade e a propaganda voltadas para as crianças.
João Matta, professor de Marketing Infantil da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) de São Paulo, afirmou, em entrevista ao site do Rio Mídia, que o marketing “é a arte de suprir necessidades e desejos deconsumidores por meio de produtos e serviços”. Só que essa arte deve seguir critérios, como a utilidade. “A criação de desejos desnecessários não é ético quando falamos de qualquer tipo de mercado. Gerar o desejo pelo produto não é ruim, o ruim é se esse produto não tiver nenhuma utilidade ou, pior, fizer mal ao seu público-alvo. Quem trabalha com marketing também é responsável pela formação cultural,intelectual e, principalmente, de cidadãos consumidores”, declarou.
Ele afirmou que a TV não pode ser vista como responsável pelas mazelas do consumismo infantil desenfreado: “O problema não está propriamente no meio de comunicação, mas nos produtos e serviços. Isso deve ser tratado pelos órgãos competentes através da proibição de comercialização desses produtos e serviços sem utilidadealguma”.
É, mais uma vez, uma teoria muito eficiente. No entanto, o que vivenciamos, na prática, é algo bem diferente. Desenhos, filmes e até novelas infantis são hoje grandes fontes de marketing. Não se lança mais nenhum filme ou desenho infantil sem um contrato de fabricação de produtos derivados dele. E as propagandas que assolam os horários infantis nos canais de TV brasileiros vendem...
tracking img