A primeira guerra

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1342 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Primeira Guerra Mundial

No início do século XIX, França e Inglaterra marcaram o processo de imperialismo. Passado o processo de unificação alemão, feito por Bismarck, influenciado pelos ideais prussianos de industrialização, inicia um desenvolvimento muito agressivo.
Com a industrialização, era inevitável a necessidade de colônias, assim, a Alemanha passa a competir porterritórios na Ásia e na África, mas quer conquistar os territórios já anteriormente conquistados pela Inglaterra. Esse ódio entre as nações imperialistas será a principal causa da I Guerra Mundial.
A I Guerra Mundial se inicia como uma guerra européia e depois acaba virando uma guerra mundial.

Antecedentes

- a própria questão imperialista

- rivalidade anglo-alemã
Os ingleses sãodoutrinados a achar que o desenvolvimento alemão seria prejudicial à nação inglesa e que por isso o avanço tecnológico e industrial deveria ser impedido.

- rivalidade franco-alemã
O ódio entre a França e Alemanha já vem de muito tempo. O antigermanismo francês vem desde a Guerra franco-prussiana em que foram derrotados pela Alemanha e perderam os territórios de Alsácia e Lorena.-rivalidade austro-russa
A Rússia ainda não era amplamente desenvolvida e o czar Nicolau II queria expandir seus territórios. O império turco-otomano era uma porção territorial que se conquistada daria acesso ao mar para a Rússia e, além disso, também daria o controle da Península Balcânica.
Assim, para justificar a dominação cria o pan-eslavismo, que dizia que todos os países de língua eslavadeveriam se unir para se desenvolver e a Rússia estaria encarregada de guiar tais países ao desenvolvimento.
Essa aliança seria ótima para os países da península balcânica que estavam surgindo com a desagregação do Império Turco, gerando países como a Sérvia, Grécia, Romênia e Bulgária. Mas cada um desses países interpretou esta união de uma maneira.
A Sérvia, por exemplo, pensavaque o apoio russo seria muito mais interessante para se defender da grande ameaça de serem invadidos pela Áustria, uma vez que a Bósnia-Herzegovina, um território vizinho da Sérvia já estava invadido pelos austríacos.
Portanto, a Rússia e Áustria tinham grandes interesses no domínio da península balcânica e estavam prestes a guerrear pelo domínio destes territórios.

- nacionalismosérvio
A Servia era um país independente recém formado da queda do Império Turco. Estava sofrendo grandes ameaças de invasão pela Áustria que dominara a Bósnia-Herzegovina, um país vizinho. Por isso cresce na população sérvia um sentimento nacionalista muito grande para que defendessem seu recém formado país.

Preparação para a Guerra


Todos os países estavam apenas esperando qualquerincidente para que dessem início a uma guerra. Secretamente cada um deles foi se aliando a outro país e assinando acordos de ajuda mútua caso algum ataque acontecesse.
Formou-se então a Política das Alianças, que eram exatamente estes acordos de ajuda mútua e alianças entre os países. Formaram-se dois blocos:
Tríplice Aliança, formada pela Alemanha, Império Austro-Húngaro e Itália.
TrípliceEntente, formada pela França, Inglaterra e Rússia.


Já que o início de uma guerra era evidente, não poderiam deixar de investir na força bélica. Neste período, mais da metade dos impostos arrecadados por cada país eram revertidos em armamentos.
Iniciaram um processo chamado de Paz Armada, uma corrida armamentista, que envolvia o uso de muito dinheiro no desenvolvimento bélico oalistamento militar obrigatório.
Para que tal quantidade de dinheiro fosse gasto, era claro que a guerra era um ideal comum na cabeça não só dos países, mas também apoiado pela população de cada um deles, influenciados pelo nacionalismo, espírito de vingança e pela maneira de pensar que a guerra fosse o único instrumento de limpar o mundo e atingirem o crescimento.
Todos os...
tracking img