A politica fiscal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2264 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO


1 INTRODUÇÃO........................................................................................................................
2 A POLÍTICA FISCAL............................................................................................................
3 ISENÇÃOTRIBUTÁRIA.......................................................................................................
4 CONCLUSÃO..........................................................................................................................
6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS...................................................................................

Guerra pelos chineses:
Municípios oferecem pacotes de isenções fiscais para sediar fábrica de iPads da Foxconn

A confirmação de que a Foxconn,maior exportadora da china, vai produzir
no Brasil a segunda geração do tablet da Apple, o iPad 2, abriu uma guerra entre municípios pelo investimento bilionário. Maior fabricante de eletrônico do planeta, a taiwanesa Faxconn acenou com um desembolso de até US$ 12 bilhões.
Pelo menos duas cidades da região de Campinas saíram à caça desse dinheiro: Jundiaí, a cerca de 60 quilometro de São Paulo,e a vizinha Indaiatuba. Ambas já abrigam unidades da multinacional. Ao contrário de Indaiatuba, que confirma ter apresentado um pacote de isenções, Jundiaí negocia em silêncio.
Conhecida por não isentar de tributos empresas que se estabelecem no município, a prefeitura de Jundiaí  negocia em segredo um pacote de benefícios para trazer a nova linha de produção da Aplle para a cidade. Na semanapassada, em uma nova reunião com representante da Foxconn, o secretário de Desenvolvimento Econômico do Município, Ari Castro Nunes Filho, admitiu que o “namoro¨ com os chineses começou há pelo menos um ano e meio. O encontro, segundo fontes que acompanharam a reunião, também serviu para a prefeitura pedir para que ao chineses abrissem o conteúdo das outras propostas, para que pudesse igualar oumelhorar os benefícios para garantir os investimentos no município.

Associação Comercial de Jundiaí já projeta mais Ganhos com Vendas

Já o prefeito de Idaiatuba, Reinaldo Nogueira (PDT), disse que, uma semana antes do anúncio do investimento pela presidente Dilma Rousseff, na recente viagem que fez à china, enviou uma proposta com todos os incentivos (dez anos de isenções de ISS, liberação detaxas de licenciamento) para a direção da empresa chinesa, mas ainda não obteve resposta. Segundo ele, em 2004, a empresa havia procurado a prefeitura para saber os benefícios que teria caso implantasse unidade na cidade. Anos depois, a empresa instalou uma fábrica para celulares que hoje, emprega 800 funcionários. - Temos condições de abrigar essa nova fábrica. Não oferecemos terrenos, mas podemosconversar para isentar o investimento de impostos - disse o prefeito.
Sorocaba, que abriga uma pequena linha de produção de cartuchos para impressora HP, também foi procurada pelos representantes da empresa no ano passado. Na época, os executivos da empresa foram recebidos pelo prefeito Vitor Lippi (PSDB). Não se identificaram inicialmente como representante da Foxconn, mas receberam todas asinformações sobre a cidade. Sorocaba, que será sede de uma nova unidade da montadora japonesa Toyota, se prepara para aprovar na câmara um projeto do executivo com a nova lei de incentivos fiscais para beneficiar empresas com grandes investimentos a fazer, como é o caso da Foxconn. Correndo por fora nessa guerra por incentivos, o empresário Eike Batista disse na semana passada ao Globo que, apesardo favoritismo de São Paulo, não desistiu de trazer a fábrica da Foxconn para o Rio de Janeiro. A idéia é instalar a fábrica de iPad no complexo industrial de Porto do Açu, localizado em São João da Barra, no norte fluminense. O governador Sérgio Cabral teria pedido a Eike que usasse sua influência com os chineses para trazer o empreendimento para o Estado. Procurado, o grupo EBX reafirmou o...
tracking img