A fluidez de bauman

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1043 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
REFLEXÕES DE UM MESTRANDO: José Santana Melo de Souza
A respeito do: Vídeo com reflexões do pensador Zygmunt Bauman e textos dos professores, Maria Helena Bonilla e Alex Primo.

Diante das propostas de leitura escrita textual e “leitura visual” de um vídeo, temos mais um a vez o debate entre os caminhos que a educação vem travando desde os primórdios do processo de adequação do conhecimento,à realidade em que esse mesmo conhecimento se insere na sociedade.
A sempre polêmica criada pelo desenvolvimento da sociedade à base de um conhecimento tecnicista, instrumentalista, individual, caracterizado pela análise do todo em partes elementares, mais uma vez é citada como uma mentalidade decadente e fora de uso.
Porém, não devemos esquecer que essa mentalidade levou-nos ao estágio atual dacivilização, dita moderna, mesmo com todos os seus paradoxos e conceitos não apropriados para o pós-modernismo, foi sem dúvida essa concepção que hoje nos permite conceber novos caminhos de desenvolvimento, sustentado em ideias que nos permitem colocar as relações humanas como “front” para as novas demandas sociais.
A “leitura do vídeo Diálogos com Zygmunt Bauman” é fenomenal, mostra como asimplicidade de suas abordagens são abrangentes e relatam a dicotomia em que vivemos hoje, se por um lado às tecnologias emergentes como a popularização da internet, das redes sociais, do mundo interdependente etc., colocam o ser humano numa rede de relacionamentos quantitativos, mas, será que qualitativos?
O mundo pós-moderno deve encarar essas novas tecnologias como aliadas no processo dedemocratizar ou socializar o conhecimento, mas, há um questionamento: Será que essas novas tendências tecnológicas serão um modismo? Como muitos que já foram criados por estruturas sociais dominantes?
Na medida em que esses novos tempos de pós-modernidade se apresentam à sociedade, há necessidade das instituições sociais primárias também se prepararem para o advento desse novo contexto.
Diante dosacontecidos conflitos entre professores e alunos, com os primeiros sendo agredidos fisicamente, moralmente e até em alguns casos perdendo suas vidas, alguns autores atribuem aos mestres à incapacidade de dialogar com os seus alunos, à incapacidade de se adequar as novas demandas originadas pelo desenvolvimento tecnológico, porém, há de se perguntar? A culpa é somente dos mestres?
Como experiência deminha atividade docente prática, venho observando cada vez mais a necessidade dos mestres terem uma nova habilidade: O de mediar conflitos existenciais de seus alunos diante de um abandono cada vez mais frequente dos pais em relação à educação familiar dos filhos. Será que cabe aos mestres também essa tarefa?
Ainda que nosso país tenha se desenvolvido economicamente (sexta economia mundial), aindatemos grandes bolsões de pobreza que trazem alunos às escolas com toda sorte de demandas sociais, esses alunos muitas vezes carregam consigo um histórico de necessidades especiais de atendimento psicológico, acolhimento social e acompanhamento permanente por setores pedagógicos. Portanto, todos esses fatores afetam esse relacionamento professor / aluno.
Ademais o mundo pós-moderno criou umasituação inusitada, apesar da possibilidade dos milhões de contatos pela rede (internet, Orkut, rede social, twitter, etc.), noto um dilema de autonomia individual, um problema que classifico de identidade social, onde os protagonistas necessitam se entrelaçar para conviver num ambiente salutar. O conectar/desconectar é a tônica das relações na rede, mas, diante da facilidade da possibilidade dodesconectar, essas relações são muito efêmeras, fáceis de serem desfeitas, portanto, de certa forma, criando um ambiente virtual social.
Também não podemos deixar de mencionar que essa mesma tecnologia digital pode trazer graves problemas para a sociedade, haja vistas o que ocorreu com a ONG “Invisible Children” que buscava ajudar pessoas supostamente abusadas pelo líder de uma guerrilha, suspeita de...
tracking img