A casa de vidro lina bo bardi

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1186 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1.0 Autor vida e principais obras.

Achillina Bo, conhecida como Lina Bo Bardi nasceu em Roma em 5 de dezembro de 1914 e faleceu em São Paulo em 20 de março de 1992 aos 77 anos de idade, casou-se em 1946 com o crítico de arte Pietro Maria Bardi e neste ano os dois mudam-se para o Brasil pois Roma enfrenta dificuldades devido a segunda guerra mundial, em 1951 Lina naturaliza-seBrasileira.
Lina foi uma arquiteta modernista, e estudou na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Roma durante a década de 30, mas mudou-se para Milão, onde trabalhou para Giò Ponti, editor da revista Domus. Já no Brasil Lina admira muito o país e sua cultura e se inspira nisso em muitos de seus trabalhos, muito bem se relaciona com diversas personalidades da cultura brasileira e por isso vaipara salvador proferir palestras, é o início de uma temporada na Bahia, onde dirigiu o Museu de Arte Moderna e fez o projeto de recuperação do Solar do Unhão. No final dos anos 70 executou uma das obras mais paradigmáticas, o SESC Pompéia.
Lina faleceu trabalhando como era seu sonho e projetando obras culturais, tinha aversão ao luxo e a futilidade , dizia sempre que nunca projetaria casa demadame que só trabalhava em algo quando estava afetivamente envolvida.


Principais obras

▪ Instituto Pietro Maria Bardi, São Paulo, 1951 - originalmente a residência do casal, o edifício é conhecido como a Casa de Vidro.
▪ Museu de Arte de São Paulo, São Paulo, 1958 - considerada sua obra prima.
▪ Projetou a Casa da Cultura, Recife 1963 - Não acompanhou as atividades da reforma doprédio, que abrigava a antiga detenção da cidade.
▪ Igreja do Espírito Santo do Cerrado, Minas Gerais, 1976 -
▪ Museu de Arte Moderna da Bahia
▪ Teatro Oficina, São Paulo, 1990.
▪ SESC Pompéia - Fábrica , São Paulo, 1990.
▪ Reforma do Palácio das Indústrias, São Paulo 1992 - inconclusa.
▪ Reforma do Teatro Polytheama, Jundiaí, 1986 - concluído em 1996.

2.0 Tema

O melhor exemplopara a forma com que Lina interpreta residências é a casa de vidro, essa foi projetada em 1950 e construída em 1951, originalmente para ser moradia do casal Bardi. Está situada em um grande terreno de Mata Atlântica no Bairro do Morumbi, zona Sul da cidade de São Paulo. A casa de vidro é uma obra que fazia parte de um projeto do casal, esse projeto tinha a intenção de incentivar artistas earquitetos moradores de São Paulo a criar ali suas residências-ateliers, esse projeto ia além do conceito residência, o objetivo era montar também ateliers, oficinas, salões para exposição, para reunião etc, para povoar o novo bairro. Dessa forma o projeto do espaço doméstico confundia-se com o espaço social, de trabalho ou expositivo. A arquiteta adotou o pavilhão como forma-tipo para essaresidência. Há um pequeno salão na residência que funciona como um pórtico para a natureza, esse salão tem uma estrutura vertical em madeira, cuja base assemelhava-se à raiz de uma ávore.
A casa de vidro é basicamente como tantas de suas obras uma caixa sobre pilotis. O vidro e a estrutura vertical formada por pórticos ou pilotis garantem a leveza da edificação e sua abertura à naturezacaracterística do pavilhão.
Já em 1944 em um artigo publicado na revista Domus, Lina revela seu gosto por casas-pavilhão, usando o exemplo de um simples pescador que faz sua casa elevada do chão, assim protegida de inundações umidade e animais ferozes, a obra da arquiteta é também chamada por ela de cidadela, e em um de seus esboços ela faz o recinto para animais, e o cercado feito para isso traz aidéia da cidadela. Outra residência projetada por ela traz o conceito da cidadela, que é a Casa Cirell. Outro ponto em comum entre as obras residenciais de Lina são os tetos-jardim, para fazer isso é necessário retirar um pedaço do teto, isto é, retirar uma fatia do próprio pavilhão, abrindo-o ainda mais ao exterior, o pátio é uma incisão no teto, uma abertura, uma janela mais.


3.0 conceito...
tracking img