A autora apresenta nesse artigo, uma reflexão

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (252 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A autora apresenta nesse artigo, uma reflexão sobre as práticas de educação em saúde no contexto do PSF (Programa Saúde da Família) tendo como parâmetro a assimilaçãodo princípio da integralidade a fim de contribuir para a reorientação do modelo assistencial vigente. Convencida da relevância do princípio da integralidade nocotidiano dos serviços de saúde para superar o atual modelo assistencial, que segundo ALVES, apresenta-se reducionista e fragmentário, objetiva refletir sobre o princípio daintegralidade nas práticas educativas desse espaço (PSF) que é considerado privilegiado para as ações de educação em saúde, uma vez que o mesmo tem comocaracterística principal a proximidade com a população local.
De início a autora tenta explicar o conceito da integralidade tendo em vista suas múltiplas dimensões e sentidos.Em consonância com o SUS, deve abranger tanto as “ações assistenciais ou curativas quanto, e prioritariamente as atividades de promoção da saúde e prevenção de doenças”(p.41). Portanto nas ações e serviços de saúde, a integralidade caracteriza-se pela indissociabilidade da assistência preventiva e curativa, no entanto a autorasinaliza que o modelo hegemônico dicotomiza assistência e prevenção. Ainda no tange a noção da integralidade, a autora relata que no Brasil a política de saúde sempreesteve marcada pela verticalização das ações, o que fere drasticamente esse princípio que aponta para a horizontalização dos serviços.
Em seguida ALVES afirma quehistoricamente a educação em saúde no Brasil sempre esteve marcada por um discurso higienista e moralista, para atender os interesses das classes dirigentes do Estado
tracking img