A arte do saber

Através de conceitos sócio-histórico-culturais é impossível deixar fora de questao a necessidade de ver o homem como ser social, pois é através do mesmo que seentra em contato com a natureza e transforma a mesma, de modo que a propria natureza acabe transformando, criando novos conceitos ao homem,

A escola é umainstituição que auxilia no processo de internalização das regras sociais, o que possibilita ao aluno, inserir-se na sociedade. Esse processo deve ser visto comoessencial para o sujeito, pois só assim a sociedade pode desenvolver-se e buscar o progresso social sendo que para Durkheim as instituições sociais (estado, família e aescola, dentre outras) são as responsáveis pela construção dos valores a serem utilizadas para a formação do sujeito. Para Durkheim a sociedade vem em primeiroplano, estabelecendo os elementos como fatos sociais.
A burocracia para Weber é a forma como os indivíduos criam para manter a sociedade organizada, visto que osindivíduos tem autonomia social.
A cultura escolar é fruto de determinações legais que instituem, por exemplo, as disciplinas, o currículo, o uniforme escolar... Esseselementos podem ser considerados exteriores, coercitivos e generalizados, reforçando o pensamento de Durkheim, quando ele coloca a escola como uma instituiçãoresponsável pela formação do sujeito.
Durkheim ao analisar o processo de desigualdade social, levanta que muitos desses problemas causam o que ele chama de estado deanomia social, que impossibilita o estabelecimento da ordem e o progresso social. Sendo essa anomia a falta de cumprimento dos valores instituídos pela sociedade
tracking img