Zuzu angel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2838 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Estudo socioeconômico e ambiental da situação das áreas ribeirinhas do córrego Caladinho, município de Coronel Fabriciano – MG

Rogério Madeira, Geógrafo Especialista em Planejamento e Gestão Sócio-ambiental

Resumo

O presente artigo desenvolve um diagnóstico socioeconômico e ambiental da situação das áreas ribeirinhas do córrego Caladinho no município de Coronel Fabriciano – MG, onde foiestudado toda relação existente entre ambiente construído e ambiente natural, enfocando E questão do impacto ambiental. O objetivo do estudo e de promover um diagnóstico da área estudada investigando as condições sociais e ambientais dessa população. A metodologia foi realizada a partir de uma prévia leitura sobre o tema relacionado. Foram feitos diversos trabalhos de campo para observação,identificação dos principais problemas locais, através de entrevistas com a população ribeirinha e aplicação de questionário, pode-se então levantar dados que favoreceram a compreensão da área. Com isso, conclui - se que o desequilíbrio ambiental é fruto do manejo inadequado, tanto por parte dos moradores, quanto da administração municipal, que não privilegia ações e não investe na infra-estruturanecessária para melhorar a qualidade de vida dessa população, ao mesmo tempo em que não acarrete prejuízos ao meio.

Palavras-chave: população ribeirinha; impactos ambientais; impactos sociais.



1-Introdução
Nas últimas décadas, a crise ambiental se intensificou juntamente com a ampliação da miséria humana gestada por um mundo globalizado e pelo aumento da produção e do consumo desenfreados.Na atualidade, o enfrentamento da crise ambiental é um dos mais difíceis desafios para a sociedade global.

No Brasil, o processo de urbanização acarretou muitas desigualdades sociais que se expressam no espaço urbano, resultando diferentes tipos de ambientes construídos. De um lado está o centro com toda infra-estrutura advinda dos poderes públicos e privados. No caso dos poderes privados, essesrecursos são disponibilizados para atender às necessidades dos donos do capital. De outro lado surgem as favelas, sem a mínima infra-estrutura ou condição de vida.

Corroborando esse pensamento, MARICATO (2002), sustenta que o processo de urbanização se apresenta como “uma máquina de produzir favelas e agredir o meio ambiente”. Segundo a autora, o número de imóveis ilegais nas grandes cidadesé enorme e a cidade legal caminha para ser, cada vez mais, espaço da minoria. Pode-se perceber que a situação se agrava a olhos vistos, quanto mais a cidade se amplia.

Numa perspectiva do planejamento e gestão urbana, MARICATO (2002) também afirma que as bacias e microbacias hidrográficas são obrigatórias para essa abordagem, na medida em que o destino do esgoto e do lixo sólido, interfere,praticamente, na vida de todos os usuários da mesma bacia. No entanto, a autora deixa claro que a adoção das bacias como unidade de planejamento urbano ou gestão está muito distante de ser utilizado, pois ainda não sofreram as pressões dos ambientalistas.

Segundo o IBGE (2000), o Brasil é um dos países mais ricos em água doce. Possui grandes bacias hidrográficas que constituem 12% da água doceexistente no mundo. Aproximadamente, 70 % dos rios brasileiros estão contaminados. Do ponto de vista de consumo, 20% da população brasileira (35 milhões) não têm acesso à água potável, 40% da água de nossas torneiras não servem para beber, o que atinge perto de 70 milhões de pessoas, 80% do esgoto coletado é jogado “in natura” nos rios brasileiros.
.

A relevância desse estudo se justifica pelaimportância dos recursos hídricos para a vida no planeta; além disso, a área em estudo ocorre freqüentes enchentes, especialmente na época das chuvas de verão, inundando a BR 381, principal artéria que corta o município, com diversos estabelecimentos comerciais em suas margens e atingindo muitos moradores e pessoas que por ali transitam diariamente, causando inúmeros transtornos. Além disso, o...
tracking img