Zevi saber ver a arquitetiura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2582 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ZEVI, Bruno. Saber ver a arquitetura
A IGNORÂNCIA DA ARQUITETURA GRANDE PARTE SE INTERESSA-SE POR PINTURA E MÚSICA POR ESCULTURA E LITERATURA, NÃO POR ARQUITETURA. ARQUITETURA , CONTINUA A SER A GRANDE ESCLUIDA PELA IMPRENSA. A CENSURA FUNCIONA PARA FILMES E PARA LITERATURA, MAS NÃO PARA EVITAR ESCÂNDALOS URBANÍSTICOS E ARQUITETÔNICOS, CUJAS CONSEQÜÊNCIAS SÃO BEM MAIS GRAVES E MAIS PROLONGADASQUE A PUBLICAÇÃO DE UM ROMANCE PORNOGRÁFICO. NINGUÉM PODE FECHAR OS OLHOS DIANTE DAS CONSTRUÇÕES QUE CONSTITUEM O PALCO DA VIDA CITADINA E TRAZEM A MARCA DO HOMEM NO CAMPO E NA SUA PAISAGEM. DIFICULDADES OBJETIVAS E INCAPACIDADE POR PARTE DOS ARQUITETOS PELA INCOMPREENSÃO DA ARQUITETURA, PELO MENOS ENTRE A MAIORIA DAS PESSOAS CULTAS. O TURISTA COMUM SENTE O DEVER DE VISITAR, MAS VISITA, NO MESMODIA : UMA IGREJA BARROCA, UMA RUÍNA ROMANA, UMA PRAÇA MODERNA. NO DIA SEGUINTE, FAZ O MESMO. É POSSÍVEL REUNIR NA EUROPA QUADROS DE UM MESMO PINTOR, E REVELAR SUA PERSONALIDADE EM GRANDES EXPOSIÇÕES. O MESMO COM OS MÚSICOS. ISTO NÃO OCORRE COM A ARQUITETURA. O ARQUITETO PROFISSIONAL NÃO TEM HOJE, EM SUA GRANDE MAIORIA, UMA CULTURA QUE LHES PERMITA ENTRAR DE UMA FORMA LEGÍTIMA, NO DEBATE HISTÓRICOE CRÍTICO. HÁ, MESMO ENTRE OS BONS PROFISSIONAIS, UM DESINTERESSE PELAS OBRAS AUTÊNTICAS DO PASSADO. OLHOS QUE NÃO VIAM A BELEZA DAS FORMAS PURISTAS NÃO ENTENDEM AS LIÇÕES DA ARQUITETURA TRADICIONAL. A ARQUITETURA MODERNA INSERE-SE NA CULTURA ARQUITETÔNICA, PROPONDO ANTES DE TUDO UMA REVISÃO CRÍTICA DESTA MESMA CULTURA. QUANDO FORMOS CAPAZES DE ADOTAR OS MESMOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA AARQUITETURA CONTEMPORÂNEA E PARA A QUE FOI EDIFICADA NOS SÉCULOS ANTERIORES, TEREMOS DADO UM DECISIVO PASSO EM FRENTE, NA SENDA DESTA CULTURA: NOS VOLUMES DE CARÁTER ARQUEOLÓGICO HISTÓRICO, ACRESCENTEM O CAPÍTULO SOBRE A ARQ, MODERNA E VERIFIQUEM SE OS CONCEITOS CRÍTICOS INFORMADORES CONTINUAM A TER VALIDADE. FAÇAM O MESMO COM AS OBRAS SOBRE ARQUITETURA MODERNA.

O ESPAÇO, PROTAGONISTA DAARQUITETURA A FALTA DE UMA HISTÓRIA DA ARQUITETURA QUE POSSA SER CONSIDERADA SATISFATÓRIA DERIVA DA FALTA DE HÁBITO DA MAIOR PARTE DOS HOMENS, DE ENTENDER O ESPAÇO, E DO INSUCESSO DOS HISTORIADORES E DOS CRÍTICOS DA ARQUITETURA NA APLICAÇÃO E DIFUSÃO DE UM MÉTODO COERENTE PARA O ESTUDO ESPACIAL DOS EDIFÍCIOS. O CARÁTER ESSENCIAL DA ARQUITETURA ESTÁ NO FATO DE AGIR COM UM VOCABULÁRIO TRIDIMENSIONAL QUEINCLUI O HOMEM. A PINTURA ATUA SOBRE DUAS DIMENSÕES. A ESCULTURA SOBRE 3, MAS O HOMEM FICA DE FORA. A ARQUITETURA É COMO UMA GRANDE ESCULTURA ESCAVADA, EM CUJO INTERIOR O HOMEM PENETRA E CAMINHA. QUANDO QUEREMOS CONSTRUIR UMA CASA, APRESENTAMOS UMA PERSPECTIVA E UMA VISTA EXTERIOR. APRESENTAMOS PLANTAS E CORTES. ISTO PROVEM DE NOSSA FALTA DE EDUCAÇÃO ESPACIAL. E UMA REALIDADE QUE NINGUÉM VÊ A NÃO SERNO PAPEL. AS FACHADAS E AS SEÇÕES SERVEM PARA MEDIR AS ALTURAS, ASSIM COMO AS PLANTAS OSCOMPRIMENTOS E LARGURAS. MAS A ARQUITETURA NÃO PROVEM DE UM CONJUNTO DE ALTURAS, COMPRIMENTOS E LARGURAS DOS ELEMENTOS. ELA PROVEM MAIS PRECISAMENTE DO VAZIO, DO ESPAÇO ENCERRADO, DO ESPAÇO INTERIOR EM QUE OS HOMENS ANDAM E VIVEM, ASSIM COMO A POESIA É ALGO MAIS DO QUE UM GRUPO DE BELOS VERSOS. QUEM QUER SEINICIAR NO ESTUDO DA ARQUITETURA DEVE, ANTES DE TUDO, COMPREENDER QUE UMA PLANTA PODE SER ABSTRATAMENTE BELA NO PAPEL, 4 FACHADAS PODEM PARECER BEM ESTUDADAS PELO EQUILÍBRIO DOS CHEIOS E DOS VAZIOS, O VOLUME TOTAL DO CONJUNTO PODE MESMO SER PROPORCIONADO, E NO ENTANTO O EDIFÍCIO PODE RESULTAR ARQUITETONICAMENTE POBRE. O ESPAÇO INTERIOR É O PROTAGONISTA DO FATO ARQUITETÔNICO. SABER VÊ-LO, CONSTITUI ACHAVE QUE NOS DARÁ A COMPREENSÃO DOS EDIFÍCIOS. CONTINUAREMOS A USAR INDISTINTAMENTE PALAVRAS COMO RITMO, ESCALA, ETC, ATÉ DARMOS A ELES UM PONTO DE APLICAÇÃO ESPECÍFICO NA REALIDADE EM QUE SE CONCRETIZA A ARQUITETURA : O ESPAÇO. PARA QUEM PRETENDE LER HAMLET, SERIA ABSURDO DETER-SE NOS DETALHES DA LÍNGUA INGLESA, DEIXANDO DE LADO O MOTIVO ORIGINAL E O SEU OBJETIVO ÚLTIMO, QUE É REVIVER O POEMA...
tracking img