With

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1205 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de maio de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Segundo Kant, esclarecimento é a saída da minoridade é quando a pessoa passa a pomar suas próprias decisões, com autonomia critica sem nenhum tutor, ele defende que a pessoa é culpado por comodismo, preguiça, medo, ou constrangimento e assim preferem ficar na minoridade. Ele faz uma critica a respeito das autoridades, e isso acontece muito na politica, como tudo na vida é politica, esseindividuo é dependente de alguém sempre.
Segundo Hegel, a politica é uma resposta dada aos desafios sociais e políticos, não pode ser compreendida se não levar em consideração o fato de que seus conceitos básicos constituem, ao mesmo tempo, um ápice de toda tradição filosófica oriental.
Segundo Marilena Chauí, a politica nasceu quando a esfera privada da economia, da guerra, do sagrado, oudo saber foram separados e o poder deixou de identificar-se como corpo místico do governante ,o pai, o comandante, sacerdote, representante humano, de poderes divinos transcendentes. Assim a politica é a criação de instituições sociais múltiplas, nas quais uma sociedade se representa a si mesma, transformando-se temporalmente, ou seja, a politica não só é instituição social, mas é também açãohistórica.
Para Platão, como ele expôs no seu clássico sobre a politica, denominada A REPUBLICA politéia, uma extraordinária exposição sobre o estado ideal, os regimes políticos existentes em qualquer época nada mais são senão expressões dos caracteres humanos. Assim, por exemplo, o gosto pela ordem, pela hierarquia e tradição, sustenta a monarquia, enquanto o desejo de pertencer a um grupoexclusivo e a tendência de só a ele favorecer gera a oligarquia. Por outro lado, inclinação egoísta que alguns têm a enriquecer e à amalhar tesouros é à base do regime timocrático, enquanto o pulsar do sentimento de fraternidade, igualdade e solidariedade, existe entre os homens, inspira-lhes o viver numa democracia. Finalmente, o temperamento colérico, raivoso e descontrolado de certaspersonalidades fortes, dá sustento á tirania. Logo, por detrás de tudo, de quem faz a politica, nas suas mais variadas formas ( monarquia, oligárquica, timocrática, democrática e tirânica ) é o sentimento. Esta é uma das primeiras reflexões notada na Historia sobre quem faz politica, na visão de Platão (427-347).
De acordo com Aristóteles ( 384-322 A.C ), no detalhe, mas inacabado estudo que Aristóteles.Fez sobre mais de 150 constituições existentes na sua época, concluiu que as sociedades se organizam em regimes políticos que pode ser classificados de acordo com o numero daqueles que exercem o mando na politica. Quando por exemplo, o poder encontra-se nas mãos de um só homem, o rei, que governa segundo a tradição e os costumes, tem um regime monárquico. Se o regime for dos melhores dosseus cidadãs ( aristós ), temos uma aristocracia e, se o regime é de todos ( demos ), trata-se de uma Politeia ( de uma republica ). Todos eles, entretanto, tendem inevitavelmente à perversão, à deturpação, provocando o surgimento deformas politicas bastardas, tais como a tirania, a oligarquia e a democracia. A tirania, corrupção da monarquia, é o governo de um só homem que governadiscricionariamente, segundo seu humor e capricho. A oligarquia, deturpação da aristocracia, é o governo de um só grupo que rege as coisas Publicas, atendendo apenas ao seu exclusivo interesse, e a democracia, decadência da Politeia, é o poder discricionário da multidão, que move uma perseguição aos riscos e a todos os que se lhe opõem.
Politica para Hegel é uma resposta dada aos desafios sociais e políticos.A filosofia de Hegel coloca a filosofia como sendo verdade politica, em seu projeto fundamental o homem em sua perfeição limitada, isto é, projeto deve realizar-se em todas as dimensões da vida humana, e também na dimensão estreitamente politica.
Os primeiros estudos que tratam da responsabilidade social tiveram inicio nos USA, na década de 50, e na Europa, nos anos 60 ( BICALHO, 2003 ). As...
tracking img