Visita domiciliar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2443 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
liarVisita Domiciliar
 
Leonardo C M Savassi
Marcelo de Freitas Dias
 

Introdução
 
    A literatura nacional e internacional discute a fundo a Visita Domiciliar (VD) e a Atenção Domiciliar em uma série de eventos e momentos na saúde. Na grande maioria destas discussões, há um objetivo claro para a realização da Visita Domiciliar, seja para busca ativa de casos, seja como alternativaassistencial - para realizar cuidados específicos de enfermagem (tratamento de feridas, avaliação da PA, coleta de exames), atendimento de enfermagem (visitas de puericultura, puerpério, no pós-operatório ou egressos) ou médico em caráter excepcional (pacientes restritos ao leito ou ao domicílio, doença mental, zona rural remota). Poucos trabalhos estudam a realização de visita domiciliar nadinâmica do Programa Saúde da Família, onde a Visita é uma importante ferramenta de trabalho que, junto a outras, diferencia o profissional da estratégia saúde da família dos demais.
    Há uma indicação de que o atendimento ao paciente em seu domicílio não deve ser feito por profissional médico ou de enfermagem em todas as circunstâncias, sendo esta ação não custo-efetiva, além de ocupar oprofissional de nível superior por parte considerável do tempo, o que atrapalharia a realização de suas atividades na Unidade de Saúde da Família. Por outro lado, torna-se claro o papel da Visita Domiciliar no cuidado ao paciente acamado temporariamente, no paciente restrito ao leito ou ao lar, no paciente sem condições de acesso a Unidade de Saúde da Família, seja por barreiras físicas, pessoais,geográficas ou familiares. Neste caminho entre o que é necessário e o que não é indicado, situam-se inúmeros casos não definidos por protocolos, diretrizes ou referenciais teóricos que tem sido individualizados pelas Equipes de acordo com a demanda de atendimentos, e com a disponibilidade dos profissionais para atividades "extraconsultórios". Esta individualização de casos não deve ser abandonada, devendosempre nortear a equipe no seu cotidiano, porém algumas diretrizes devem ser estabelecidas para que ela possa pautar seu trabalho em bases mais científicas e formais.
 
Histórico
 
    Inicialmente os Médicos de Família eram os profissionais legais de medicina que atendiam seus abastados clientes em casa, proporcionando uma assistência humanizada e de qualidade. Aos menos favorecidos cabia afilantropia, o curandeirismo e a medicina caseira.
    Após a abolição vieram os imigrantes trazendo sua força de trabalho, ideais anarquistas e uma gama de novas doenças que se espalharam pela população. Entendendo a necessidade de cuidar da saúde da população para manter saudável sua mão de obra, o governo da primeira república cria serviços de saúde pública, com o objetivo de conter asepidemias, instituindo a obrigatoriedade das vacinas e visitas domiciliares feitas pelos agentes sanitários para detecção de focos de doenças, porem com uma perspectiva de vigilância, punição e denúncia.
    Com o golpe de 1930, Getulio cria o Estado Novo, centralizando todas as ações no maquina estatal e bloqueando as reivindicações populares com medidas populistas. Cria o Ministério do Trabalho eimplementa ações de atenção primaria à saúde, com sensíveis avanços na área. São criados os Institutos de Aposentadoria e Pensão-IAP’s e o sanitarismo campanhista atinge seu auge.
    Após a deposição de Getulio surge um modelo de governo mais liberal. Os IAP’s constroem e equipam seus próprios hospitais. A atenção primaria, juntamente com os centros de saúde e as visitas domiciliares, é esquecidae se investe no modelo hospitalocêntrico.
    Esse contexto criado na época de JK, ganha força e atravessa todo o período militar, culminando numa grave crise da assistência à saúde da população.
    Com a crise surgem alternativas. No final da década de setenta e inicio dos oitenta ganhou força o movimento sanitarista, impulsionado pelas discussões da Conferência de Alma-Ata, que...
tracking img