Violencia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1189 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
REVISÃO TEORICA
A violência intrafamiliar endêmica seria resultante da combinação de diferentes fatores, como: a) o estresse a que as questões submetidas às famílias, no atual contexto econômico e social. Contexto que exacerbou a privacidade familiar, dificultando e o escrutínio das famílias; b) a própria estrutura da vida em família (tempo de convivência, múltiplasatividades e interesses comuns, intensidade do envolvimento, intervenção nas atitudes, comportamentos nas decisões dos outros membros, diferenças de sexo e idade, atribuição e assunção de papéis, privacidade e isolamento, pertencimento involuntário, intimidade, etc.); c) empréstimos dos padrões sociais que, generalizadamente, endossam a violência como forma de solução de conflitos; e d) a socialização dacriança, segundo o padrão amplamente aceito de punição pela força física: a violência seria gerada pela própria família e transmitida de geração em geração em geração (KURZ, 1993 apud SOARES, 1999).
SOARES, Bárbara Musumeci. Mulheres Invisíveis. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999. p.139.


















PROBLEMA
A violência doméstica contra a mulher passa por umciclo com várias fases, que se repetem e podem durar muitos anos, terminando, às vezes, em assassinato. As fases acontecem da seguinte forma: a primeira fase de tensão é aquela onde acontecem os bate-bocas, atritos, insultos. A segunda fase é caracterizada pela agressão, momento que o homem golpeia a mulher com as mãos e os pés ou usando objetos de corte ou objetos não identificados. E por fim afase da reconciliação que o homem apresenta mil desculpas para justificar-se, o agressor pede perdão, dá presentes, promete que vai mudar.

Os agressores não pertencem a um grupo específico da população. Eles podem ter qualquer idade, pertencer a qualquer idade, pertencer a qualquer classe ou etnia. Com certa frequência, estes agressores foram vítimas ou testemunhas de violência doméstica quandocrianças. Uma grande parcela faz uso abusivo de álcool ou drogas, apresentando uma dupla personalidade que oscila entre a crueldade e a doçura.
Normalmente esse homem passa a ter uma obsessão, querendo que a sua parceira seja perfeita como mãe, amiga, esposa, amante e acaba por colocá-la em uma posição de isolamento, criticando seus familiares, seus amigos, limitando sua vida social.
O abusoverbal, que causa inúmeros danos psicológicos, também é um grande sinal que possa proceder à violência física. O agressor assume um papel cruel, grosseiro, depreciando a imagem da parceria, à insultando e a convencendo que ela não será capaz de fazer nada sem ele, por ser inútil.
E finalmente, ele poderá vir a fazer uso de ameaças quebrando objetos, demonstrando sua força para intimidar, ou até mesmoutilizar desta contra a parceria, a segura, empurrando, sacudindo ou restringindo a sua defesa.








A INTERVENÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL COM AS MULHERES VITIMADAS PELA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR.
O setor da DEAM constitui-se com quatro assistentes sociais. Este setor atende mulheres que são vítimas de agressões verbais, psicológicas, ofensas e injúrias. Ressalta-se que as agressõesfísicas só são atendidas por estes profissionais, aquelas consideradas leves, as quais são ameaça que não seja contra a integridade física da mulher, como a ameaça de morte, por exemplo.
Os procedimentos e instrumentais técnicos utilizados pelo Serviço Social são: acolhimento, abordagem, entrevista, observação, encaminhamentos para as redes de serviços e convocação para o agressor comparecer aoSetor Social.
Em outro momento há, a realização da reunião da vítima com o agressor com uma ação interventiva de orientação e reflexão para a superação do conflito e prevenção da violência doméstica e familiar.
Redes de Serviços:
Atendimento Jurídico:
DEFENSORIAS PÚBLICAS – NEM – Núcleo de atendimento Especializado à Mulher – Núcleo de Prática Jurídica das Universidades-: UFPA, UNAMA E OUTRAS...
tracking img