Vertente formalista e sociologista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (452 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
VERTENTE FORMALISTA
A iminência da língua, estudada em sua estrutura e/ou em sua dimensão psíquica.
Ferdinand Saussure, instaraudor da vertente formalista, desde o século XX, suas teoria sãousadas.
Se ocupa do percurso psíquico da linguagem, observando a relação entre linguagem e pensamento, busca o que é único, universal, constante.
Os estudos de Saussure tem sido discutidos até hoje,fundamento para teorizações imanentes a respeito da linguagem, as quais se preocupam com a linguagem como faculdade humana que permite a aquisição de um sistema lingüísticos – uma língua históriaespecífica (como português, inglês, espanhol, etc.).
Para Chomsky a concepção de linguagem como atividade mental cuja fonte é o psiquismo individual – a defesa da linguagem como atividade mental encontraamparo nos estudos de Noam Chomsky.
Chomsky: reside da mente do usuário
Saussure: sistema tomada em sua abstração, independentemente das condições sociais.

VERTENTE SOCIOLOGISTA
A língua em uso,estudada na interação social contextualizada, para qual não parece ter distinção efetiva entre língua e linguagem.
É a tendência que se aplica em estudar o percurso social, explorando a relação entrelinguagem e sociedade, procura o que é múltiplo, diverso, variado.
Linguagem como instrumento social, histórico e ideologicamente construído na e para a interação social. Destacamos Mikhail Bakhtin,destaca o estudo da linguagem em uso – a fala – e defende que a fala é social, não individual como pensa Saussure, pois se dá na interação com o outro, estando ligada as condições de comunicação.Bakhtin = a língua(gem) precisa ser concebida como atividade social, em que o importante não é o enunciado, ou seja, o produto, mas a enunciação, ou seja, o processo verbal que se constrói no uso dalinguagem na interação com o outro. A língua(gem) é um fato social cuja existência se funda na necessidade de comunicação.
Bakhtin concebe língua(gem) como atividade social, por isso ideológica, fruto...
tracking img