Vantagem competitiva - michael porter

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1118 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FRB – Faculdades Integradas Rio Branco











VANTAGEM COMPETITIVA


















São Paulo


Março / 2012






Ana Paula Guimarães – 202.972


Antonio Soares – RA 202.836


Marcia Regina Leite – RA 205.891


Mayra Cavalheiro – RA 203.493


Stevan Spiandorim – RA 202.248








VANTAGEM COMPETITIVATrabalho apresentado às Faculdades Integradas Rio Branco, no 7º semestre do Curso Comunicação Social, Habilitação em Relações Públicas, para a disciplina Consultoria em Relações Públicas


Orientação: Prof. Cyro Pachicoski Couto




São Paulo, Março / 2012


1. Introdução


Não devemos compreender a vantagem competitivaobservando a empresa com um todo, ela é percebida em diversas atividades diferentes de uma organização, como na execução de projetos, na produção, no marketing, no suporte e na entrega de seus produtos.


A vantagem competitiva é trabalhada em dois pontos, estratégia de custos e diferenciação, uma vantagem de custos pode ser percebida, por exemplo, no baixo custo de produção, num eficientesistema de logística e uma força de vendas com qualidade superior. A diferenciação pode originar-se de variados pontos similares dentro da empresa, por exemplo, na qualidade de atendimento, resolução rápida de problemas, matéria-prima com material de alta qualidade ou um projeto superior perante a concorrência.


Sistema de Valores


Porter representa a empresa como uma cadeira devalores, o qual ele denomina “sistema de valores”, atribuindo uma relação sistemática para cada ponto de contato da organização, sendo um conjunto de atividades geradoras de valor, classificando da seguinte forma:


- Cadeias de valor do fornecedor


“Os fornecedores não só entregam um produto como também podem influenciar o desempenho de uma empresa de várias outras maneiras” (p.31)


- Cadeias de valor do canal


“muitos produtos passam pelas cadeias de valores dos canais a caminho do comprador” ( p.31)
“Os canais executam outras atividades que afetam o comprador, bem como influenciam as atividades da própria empresa” ( p.31)


- Cadeias de valor do comprador


“O produto de uma companhia torna-se eventualmente parte da cadeiade valores de seu comprador” ( p.31)


- Cadeia de valor da empresa


“A base final para diferenciação é o papel de uma empresa e de seu produto na cadeia de valores do comprador, que determina as necessidades deste” (p.31)


Uma cadeia de valores, tanto em nível de setor ou da indústria, pode representar importantes fontes de vantagem competitiva:“As diferenças entre cadeias de valores concorrentes são uma fonte básica de vantagem competitiva” (p.34).

Exemplo:

Transportadora

Duas empresas concorrentes podem ter as mesmas cadeias, mas têm de cadeias de valores que se diferem nos seguintes aspectos, por exemplo:

- Operações de embarque;
- Políticas de pessoal;
- Operação dos equipamentos;
- Áreasgeográficas ou canais de distribuição diferentes.

Vantagens competitivas genéricas

As vantagens competitivas genéricas representam as três principais vantagens aplicadas pelas empresas em seus mercados, tais vantagens estabelecem sua posição no mercado de acordo com seus objetivos estabelecidos e não podem ser buscadas/trabalhadas em conjunto, pois isso representaria indefinição donegócio, falta de posicionamento no mercado e, consequentemente, redução dos lucros.


Eficiência de Custos e Processos - vantagem manifesta na produção em larga escala, com otimização de prazos e custos, onde o lucro é obtido no volume da produção e o fator custo é o principal.
EX: canetas bic, Gol linhas aéreas, cerveja bavária...


Diferencial - o foco desta vantagem é...
tracking img