Urbino

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5471 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
URBINO

(imagem 01: Urbino)
Na região de Marche, é uma das mais importantes cidades do renascimento italiano. No topo de uma colina, a pequena cidade ainda conserva as pesadas muralhas que a defenderam de invasores por séculos, exibindo palácios e obras medievais. Urbino é historicamente famosa pela Universidade Libera fundada em 1506, sede de uma renomada Academia de Belas Artes e doInstituto para a Decoração e Ilustração de Livros. A cidade, que pela sua importância histórica, artística e cultural é associada a Pésaro na denominação da província, surge em uma posição elevada, sobre um crinal colinoso em dois níveis de altura e com ruazinhas íngremes, toda murada pelas antigas muralhas. Contém apenas 40 hectares, Na depressão central está o centro, com a Igreja de São Francisco, arua principal desce em direção a Porta Lavagine, onde vai para Rimini e a Planicie da Romagna, é pátria de Raffaello Sanzio, Baroccio e do Brandanti. Compresa no Exarcado de Ravenna, após (752-56), passou sob o domínio da igreja (VIII) e em 1155 tornou-se vicariado imperial. Condado desde 1213 foi após elevada pela igreja à dignidade de ducado (1443). Dos Montefeltro a cidade recebeu notável impulsoeconômico, mas, sobretudo foi embelezada com esplendidas obras de arte e dotada de uma Universidade e uma importante biblioteca. Passada sucessivamente aos Della Rovere em 1508 foi reportada sob a administração direta da sede apostólica em 1631. Após a ocupação francesa de 1797 foi anexada a Republica Romana (1798) e após o Reino Itálico (1808). Em 1860 participou aos movimentos de inresurreiçãodaquela região. Como pela cidade de Pésaro, também para Urbino existem poucas testemunhanças da fase mais antiga e neste caso resultam também escassaz as testemunhanças românicas, mas, no entanto, datam do período gótico as igrejas de San Domenico (antes de 1365), com portal da fase do renascimento (o interno, porém foi completamente refeito por Luigi Vanvitelli entre 727 e 1732), e aquela de SanFrancesco, da segunda metade do XIV, foi transformado o seu interno por Vanvitelli. De formas góticas se tem também o Oratorio de San Giovanni Battista, o qual possui afrescos (1416) dos irmãos Salimbeni. No cume da colina meridional se encontra o castelo de Montefeltro, ao lado se começa a construir o corpo de construção retilínea, utilizando um grupo de artistas locais e toscanos de segundoplano.Esse edifício é agrupado a uma nova estrutura, transformando assim todo o ambiente circunstante, na direção do centro da cidade o palácio é dobrado em “Z”, e é deixado um espaço para praça, onde mais tarde será construída a nova catedral, na outra fachada o organismo se rompe em uma série de abertos para o cenário extraordinário das colinas. No centro há apartamentos para a corte e á esquerda,encontram-se dois tipo de terraço que levam até a praça por uma rampa circular construídas na meia encosta, nesta praça se inicia a estrada para Roma formando a estrada principal da cidade, logo a frente se encontra uma porta onde leva a umas estrada retilínea que dá nas colinas e após a uma via superior ao palácio , que é ligado seja ao centro da cidade, seja ao território externo.

(imagem 02:Palácio Ducal)
O centro histórico de Urbino, dominado pelo Palácio Ducal e pela catedral, está classificado como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO. O enorme Palazzo Ducal é um dos mais impressionantes monumentos. Construído em meados do século 15, tem inúmeros aposentos e dentro do museu está uma Galeria Nacional de Arte com importantes coleções de pinturas do renascimento. O maiormonumento de Urbino: caracterizado pelas duas fachadas (uma sobre a praça, e a outra que dá para o vale, construída arduamente em desaprumo sobre a fortaleza, em estilo que recorda a arquitetura oriental aos dois “torricini”) foi iniciado pouco depois de 1450, por iniciativa do duque Federico de Montefeltro (famoso é o retrato de perfil do duque e da mulher Battista Sforza, atualmente conservados...
tracking img